MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 O que quer dizer monarquia?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Viriato
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/02/2006

MensagemAssunto: RE   Qua 29 Mar - 11:41:20

Caro Sr. Desculpe discordar da sua opinião, muito complacentes foram as cortes em só o expulsar se tivessem feito o que deviam não estavamos agora a ter estes problemas.

Não vejo porque razão se tem de ir à procura de um descendente de D. Miguel para se sentar no trono. O unico que ao longo destes anos dá saltinhos e põe o dedo no ar a dizer " e eu, e eu...." está provado que não serve. Dos outros nunca se lhes viu o rosto, o pensamento a acção. Sim porque o tal que anda de dedo no ar só o faz para se sentar na cadeira real, quanto ao resto, nem pensamento nem acção.......

Considero pois uma grande tontaria ir-se à procura do pretendente, o futuro REI terá de surgir naturalmente se calhar apartir da massa anónima do povo, quando o povo se começar a movimentar nesse sentido.

Fiquei espantado com o seu comentário " foi um abuso dos vencedores contra o vencido" então mas a história não é isto?? Se calhar também ficou espantado pelo Afonso Henriques ter vencido e " batido na mãe" parece um caso bem mais grave que uma zanga entre irmãos......mas por esse sua lógica estariamos em estado celestial de existencia, que seria realmente muito bonito, mas aqui na terra infelizmente temos de lutar para sobreviver, é a vida!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 29 Mar - 17:52:45

Eu prefiro a força do direito ao direito da força... D. Miguel I foi desterrado num acto ilegal e ilegítimo apoiado na força de exércitos estrangeiros. Nunca aceitarei a razão da força nem o facto consumado ilegítimo. O ramo apoiado pelas forças estrangeiras pode ter visto a sua realeza legitimada pelo seu exercício pacífico mas, extinto esse ramo, é natural que se procure no ramo ilegalmente afastado do Trono a continuidade real no nosso país. Mas concordo que o auto-proclamado pretendente não possui as qualidades morais e intelectuais para ser Rei, pelo que terá de ser entre os outros descendentes de D. Miguel I que as Cortes deverão procurar o 1º Rei da 5ª Dinastia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viriato
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/02/2006

MensagemAssunto: RE   Qua 29 Mar - 19:07:11

Caro Sr.

Só não entendo o porquê de se ter de ir à procura de alguém que não se mostrou?

Dessa linha o unico que veria com alguma capacidade seria o Francisco Van Uden, mas ele nunca se afirmou abertamente contra o primo, mais a mais tendo a própria mãe D. Maria Adelaide ainda assim mais legitimidade por ser a parente viva mais próxima a D. Manuel e pela própria autoridade moral que a senhora tem, por inerencia a tudo o que tem feito pelos pobres. Como quem cala consente.......

O que lhe digo é que "o homem põe e Deus dispõe" e "guardado está o bocado para quem o há-de comer".

Penso que neste momento temos é de acabar com a formula Duarte Pio= a Rei na cabeça da população portuguesa, quando conseguirmos este feito, podemos pensar em monarquia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodrigo Matias
Guarda-Marinha
Guarda-Marinha


Masculino
Número de Mensagens : 7
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/03/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 30 Mar - 1:45:03

Meus Senhores,

Desculpem lá, não estou a perceber.

Afinal, há na vossa opinião alguém com direitos adquiridos à Coroa de Portugal?

Se por um lado Duarte de Bragança é um usurpador por não ter legalidade para ser duque e muito menos para herdeiro, como é que o ramo miguelista que são tão estrangeiros como o ramo de D. Maria II, podem ter direitos adquiridos à Coroa?

Mas afinal Portugal é um quintal que pertence a alguém?

Há algo a preparar-se nos bastidores depois de os Loulés se terem afastado das Reais Associações? A família van Uden está em manobras?

Tenho conversado com alguns membros da AMT na minha universidade e aceito o que me dizem neste aspecto que é o seguinte: por mais voltas que se dê para andarmos a escolher este ou aquele para rei, nós seremos agredidos pela realidade e o refundador será aquele que conseguir lá chegar primeiro, como os espermatozóides. Ninguém vai cair outra vez na parvoíce de andar a lutar para lá colocar um Bragança, eles se querem lá chegar que se desunhem.

Por isso dizem-me arranjemos nós a monarquia que rei lá aparece, no sentido de que é mais importante termos uma monarquia com monárquicos do que discutirmos sucessão que vai implicar que continuemos a pensar que rei é igual a monarquia em vez de que o rei está incluido na monarquia.

Pelas conversas que temos apercebo-me que afinal a monarquia é muito mais. Até á pouco tempo pensava que monarquia era um rei na chefia de estado, depois da ensaboadela do administrador deste forum e do seu grupo na Universidade, fiquei a saber que a monarquia não está no mesmo da nível da república e tem mecanismos próprios para se organizar politicamente. Resumidamente percebi que "um partido é ditadura, dois ou mais é democracia, mas nenhum é monarquia, pois o povo para se governar não precisa de intermediários".

Rodrigo Matias
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
Viriato
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/02/2006

MensagemAssunto: RE   Qui 30 Mar - 10:28:38

Caro Rodrigo,

Tem toda a razão, era o que faltava Portugal ser um quintal de alguém quem quizer ir a rei que se desunhe, trabalhe, um rei é um condutor e não pode ser como certos patetas, um conduzido......creio que para bom entendedor meia palavra basta!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 30 Mar - 11:26:32

É verdade que se perde demasiado tempo com a questão da sucessão. Também eu acho que o futuro Rei terá de ser escolhido pelos portugueses, através da sua representação legítima, as Cortes. Mas a insistência de D. Duarte e dos seus apoiantes em que é ele o "legítimo herdeiro" do Trono, e o impacto negativo que isso tem na possibilidade dos portugueses virem a aceitar a Monarquia, faz com que tenhamos de estar sempre a esclarecer que aquele senhor não só não tem "direitos" como seria um desastre (semelhante ao que foi D. João VI) se fosse Rei. Enquanto os portugueses em geral pensarem que a restauração (reinstauração?) da Monarquia significaria inevitavelmente ter-se D. Duarte como Chefe de Estado - e a comunicação social é muito responsável pela perpetuação desse erro -, não só faremos todos figura de parvos como não teremos a menor hipótese de que nos oiçam quando defendemos a Monarquia como sistema. Assim, temos de continuar a dizer de onde poderá vir um futuro Rei, até que os monárquicos, colectivamente, se afastem de D. Duarte e instituam um Conselho de Regência que faça a gestão do movimento monárquico e assuma a representação provisória do princípio real. É uma lamentável perda de tempo, mas não vejo como poderíamos deixar de repetir, quase todos os dias, que D. Duarte nunca será Rei, nunca podería ser Rei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 17 Abr - 0:47:19

DR. Cardoso da Silva

Concordo com a ideia que quer transmitir mas será que o tempo que se vai perder não faz falta para outras actividades?
Será que ao fazermos o que diz não estamos a dar uma importancia indevida ao D.D?

MDSantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 17 Abr - 13:48:01

Infelizmente, enquanto a mensagem não passar teremos de continuar a afirmá-la. O que não significa que não possamos e devamos fazer outras coisas entretanto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Caldeira
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 18
Data de inscrição : 25/04/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 26 Abr - 1:45:38

.


Última edição por Nuno Caldeira em Dom 28 Dez - 18:07:24, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sex 28 Abr - 1:01:41

Caro Nuno Caldeira

Nuno Caldeira escreveu:

Concordo plenamente com as suas palavras, senhor Nuno Cardoso da Silva. Admiro-o pelas suas ideias e pela sua forma de pensar. Identifico-me consigo nesses aspectos, e tenho pena que não haja mais pessoas a pensar dessa forma.


Isto não é verdade. O Nuno não é, está até longe de ser a unica pessoa que se revê nos pensamentos e posturas do Dr Nuno Cardoso Da Silva.

Bem vindo á AMT...

joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Caldeira
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 18
Data de inscrição : 25/04/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sex 28 Abr - 14:29:53

.


Última edição por Nuno Caldeira em Dom 28 Dez - 18:07:54, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 1 Jun - 17:26:10

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:42:53, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
administrador
Almirantado
Almirantado


Masculino
Número de Mensagens : 41
Idade : 53
Data de inscrição : 08/12/2005

MensagemAssunto: frases-ideia   Qui 1 Jun - 21:34:04

Ana Rita Bivar diz:

Citação :
Seremos de facto assim tão poucos? Uma vez que as ideias da AMT sejam conhecidas, não duvido por um minuto que irão ao encontro de uma grande parte dos portugueses e nessa altura vamos vêr quantos republicanos não se irão tornar monárquicos e quantos monárquicos não se aperceberão que afinal sempre foram republicanos...

Concordo plenamente consigo.
DQ que apareça mais gente com vontade de divulgar os textos da AMT.


A última frase
Ana Rita Bivar escreveu:
vamos vêr quantos republicanos não se irão tornar monárquicos e quantos monárquicos não se aperceberão que afinal sempre foram republicanos..
é fantástica.

Precisamos além da doutrina monárquica destas frases-ideia, que em muito pouco dizem muito.

Grato por a ter entre nós.

António Santos de Matos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://monarquia.actifforum.com
Patrícia
Capitão de Mar e Guerra
Capitão de Mar e Guerra


Número de Mensagens : 25
Local/Origem: : ALGARVE
Data de inscrição : 19/05/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 24 Out - 14:30:44

Mª da Fo escreveu:
Caro Joaquim Filipe,

Muito obrigada pela sua intervenção, despertou-me a vontade de aqui voltar.
Posso adiantar-lhe que dificilmente encontrará alguém mais tradicioanalista que eu, a verdade é que a monarquia parlamentar a mim pouco ou nada diz, mas também é verdade que se calhar temos que ir por essa via para chegar a bom porto! Como sabe, é a monarquia parlamentar que é permitida na Europa de hoje, digamos, uma espécie de república com coroa... adiante... então, se calhar temos que escolher o melhor caminho para conseguir restaurar a Monarquia no nosso Portugal. E perguntar-me á... como? Primeiro, doutrinar os portugueses, aí sim com os princípios de uma monarquia a sério ou tradicionalista, como queira, em que o Rei governe, decida, tenha parte activa nos destinos do País. Segundo, é essencial que em república os monárquicos estejam unidos e sem lutas intestinas, passo a expressão, que só nos desacreditam e dão força aos republicanos. Levantar agora questões sobre a sucessão são tiros no pés, só servem a república e os "aventais", (o que me leva por vezes a pensar se todas estas questões, ultimamente levantadas, não terão um objectivo mais obscuro). Terceiro, usando dos meios que a república nos permite, teremos que seguir a via da monarquia parlamentar ou nunca lá chegaremos, depois da monarquia restaurada, aí sim sigamos o fio condutor da Tradição. O que é preciso é uma boa estratégia e ser politicamente audaz e astuto, e sobretudo muita classe para nos distinguirmos dos politiqueiros actuais.
Agora, meu caro amigo, não é a dizer mal do Duque de Bragança ou do Duque de Loulé, ou ouvir um fadista a dizer barbaridades e a fomentar desuniões que chegamos a lugar algum. Essas questões tinham que ser tratadas na esfera privada dos monárquicos e não em pasquins e revistas cor-de-rosa. Concorda?
Ou temos bom senso e discernimento das prioridades ou viramos uns caricatos.
E não me alongo mais, com risco de me tornar maçadora, já temos aqui assunto para debate.

Com os meus cumprimentos

Bom, isto é o que chama de uma verdadeira hipócrita. Anda no Forum Monarquia, de mão na anca, a ser ordinária, a falar de liberdade e democracia e vem para aqui falar de estrat+égia? Bom, nojenta mesmo, deve ter aprendido com os actuais republicanos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Estrangeiro chefe de estado português? Sim ou Não   Dom 5 Nov - 3:15:46

Caros confrades

Desejava-vos fazer uma pergunta, mas não sabia onde colocá-la. Pensei mesmo em abrir um tópico para iniciar esta discussão, que não faço a mínima ideia onde poderá parar, e resolvi colocá-la neste tópico. Se estiver mal posicionada, também não terá a mínima importância, pois ao que sabemos, a própria administração tem um objectivo maior do que ter a casa arrumada, como se de um museu se tratasse, em que a diferença seria imperceptível, como acontece nalguns fóruns.

A questão serve para duas coisas: não deixar morrer o fórum, ou pelo menos não deixá-lo entrar em letargia; e, satisfazer o pedido do administrador, que sugeriu que aqui viesse, embora saiba ele que ambos estamos com trabalhos académicos inadiáveis, e, por isso, talvez não consiga aguentar-me por aqui, com a regularidade que gostava de ter.

A questão é a seguinte:

- Pode um estrangeiro ser Chefe de Estado em Portugal?

Peço-vos uma resposta de: sim ou não e com justificação.

Um bem-haja

Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
Mariz
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 116
Data de inscrição : 30/06/2006

MensagemAssunto: RE   Dom 5 Nov - 23:00:56

Caro Encoberto,

Assim o estrangeiro tenha as devidas qualidades e o povo o confirme em cortes.

Porque a realidade é pura e simples a restauração da monarquia terá de se fazer em moldes de servir o povo e não de moldes de se servirem do povo como o Duarte Usurpador tem feito.

Brinca aos reis e tem tachinhos e mamas quando com as suas habilitações literárias não poderia aspirar a mais do que escriturário ou empregado de balcão.

Ou como ele diz que gosta das tradições podia fazer e vender caramelos como o pai nos tempos de Coimbra, sempre adoçava a boca das criancinhas, o que tem seu mérito!

O caso do Duarte Usurpador também está por dias, simbólicamente o homem já está prestes a receber a extrema unção do reino de brincadeira.


Última edição por em Ter 7 Nov - 0:58:38, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: estranho   Seg 6 Nov - 1:39:07

Caro Mariz

Está a brincar ou quê?

Então? Foi o Justiceiro que colocou a questão? Ou, isso são reverberações dos seus desaguisados do Fórum Portugal no Seu Melhor?

Quando coloquei a questão nem me lembrei de Rosário Poidimani, mas no abstracto.
Vá lá Homem, releia a questão e dê o seu melhor.

Um abraço,
Joaquim Filipe

Nota: Viram esta? Será que não era o amigo Mariz? Será alguma máquina que responde automaticamente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 7 Nov - 15:42:59

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:43:47, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 7 Nov - 15:52:00

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:45:03, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sex 10 Nov - 22:18:03

Cara Ana Rita Bivar

Indicou que:

É obvio que não, porque as leis assim o dizem embora para mim possam sempre ser alteradas mas principalmente porque é descabido e contra natura.

Relembra que é contra natura (alegítima) e que no caso dum presidente poderia vir a ser legal.

Cada um com os seus, pois o Homem que representa uma comunidade deve ser o mais semelhante possível a ela e que sinta as mesmas dificuldades e alegrias da mesma comunidade o que se pressupõe que habite nela e os seus descendentes a ela venham a fazer parte. Um sentimento de continuidade e desvirtuá-lo, seria um procedimento contra natura, quer fosse por um membro estranho a essa comunidade, quer fosse por um elemento dela que se comportasse como um estrangeiro. Daqui também poderei concluir que se veja esta última situação como uma traição?

Ressalva a situação de que se for um Presidente da República este poderia ser estrangeiro, pois ao que parece estes já se comportam como tal. Era isto que queria dizer? E chama a atenção de que as “monarquias” por essa Europa fora mais não são do que “adorno de estética republicana” como podemos confirmar no seguinte excerto:

Toleradas pela sua inacção e falta de poder de decisâo, toleradas, por se sujeitarem em serem um adorno de estetica da republica, uma mera operação de marketing.

Concordo também com o que diz no parágrafo seguinte:

Não quero deixar de lhe dizer que considero que esta questão há muito que já está clara entre nós, a fase dos "mas" e dos "ses" já está ultrapassada e foi sobejamente debatida, sugiro que avancemos para o "quê" para só depois nos concentrarmos no "como", já que o tempo é escasso e a vontade é muita.

No entanto, parece-me que as nossas posturas precisam de se afirmar melhor, solidificarem-se, e, por isso, senti a necessidade de recapitular o que temos dito para justificarmos melhor as nossas posições futuras, que como sabe, e muito bem no-lo diz, vão para além duma república coroada.

Na pergunta não queria fazer referência a casos concretos, por isso, não deve ser vista com o propósito de atacar, quer os rosaristas quer os DPianos, mas tão simplesmente e abstractamente, discutir a questão duma figura pública, comum a muitos povos, ou se preferir sociedades, o Chefe de Estado (Rei ou Presidente da República), e a sua incapacidade legal de ser exercida por um estrangeiro (mesmo, actualmente, nem todas as sociedades têm “um” chefe de estado).

A questão que se coloca é: porquê?

Deve haver um, ou mais, bons argumentos, para que o legislador impeça tal situação. O que me parece, é que ser-se estrangeiro já foi aceite, pelo menos por nós, até 1640, e daí para cá têm-se criado barreiras legais para evitarem que tal situação se volte a repetir, como entre 1580 e 1640.

Relembro que, actualmente, os poderes dum chefe de estado, como o actual Presidente da República, limitam-se a vetar, embora não sendo um veto absoluto, a destituir um governo ou, a empossá-lo, e a dissolver uma assembleia nacional. Além disto, é uma figura decorativa e de identificação de um determinado país. Sendo assim, porque não dar também essa possibilidade a um estrangeiro para exercer esse papel de biblô da República ou de “adorno de estética republicana”? Vivemos numa época de aproximação de povos, de derrube de fronteiras; de vulgarização do inglês, permitindo esse entendimento necessário à aproximação; no entanto, sugerem-se as livres movimentações dos povos, de tal maneira, que se permite que se desempenhem funções profissionais em diversos países, mas, no que toca à suprema magistratura, impõem-se barreiras. Será porque a Presidência da República tem preconceitos em relação aos estrangeiros? Ou seja, será xenófoba? Será que a desconfiança permanecerá em relação a um Homem que vai pagar por ser filho de a, b ou c que tem uma nacionalidade diferente do país de acolhimento, e por isso, deve ser prejudicado por questões de ser filho de quem é? Discrimina-se com base geográfica, numa altura em que se deseja a aproximação dos povos? Numa época tão humanista, ainda se encontram barreiras baseadas no “preconceito”? Que motivo apresentam para justificar tal atitude? Deve haver com certeza uma boa justificação, mas qual?

O chefe de estado não legisla, em muitos casos não governa, não ganha assim tanto dinheiro que se considere uma saída de divisas e tem poderes limitados. O que impede que este papel seja representado por um estrangeiro? Encontraremos mais justificações que impeçam um estrangeiro de ser chefe de estado?

Cumprimentos,

Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sab 11 Nov - 16:15:32

Citação :
Encontraremos mais justificações que impeçam um estrangeiro de ser chefe de estado?

Bem eu encontro pelo menos mais uma que é o facto do PR ser o Comandante Chefe da Forças Armadas.


Um abc

Zé Tomaz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 16 Nov - 15:02:35

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:46:19, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 21 Nov - 12:13:02

Caro Joaquim

O problema não está tanto no facto de ele ter nascido estrangeiro, mas sim do facto de ele não ser Português. Isto é, desde á algum tempo a esta parte que se nota, sobretudo na classe dirigente ou elite, que nascer em Portugal não é garantia de nada, porque temos cada vez mais gente que nasce em Portugal, mas na prática são franceses, ingleses, americanos, russos, albaneses, espanhois, chineses, cubanos e atá Madeirenses..., mas nunca Portugueses!
São os tais "Parisienses" que fala Fernando Pessoa.
Para se ser Presidente da Republica tem que se ter B. I. Portugues e cumprir mais uma ou duas condições constitucionais.
Não percisa de ter nascido Portugues, basta ser cidadão da Republica no momento de formalizar a candidatura. Nao percisa de ser inato, basta ser adquirido.

Se quiser ir mais longe, responda-me o que é neste momento ser Portugues...

Desde Evoramonte que a resposta a esta pergunta é cada vez mais dificil...

MDSantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Caldeira
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 18
Data de inscrição : 25/04/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 21 Nov - 20:33:04

.


Última edição por Nuno Caldeira em Dom 28 Dez - 18:08:20, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 21 Nov - 23:47:25

Caro Nuno

Nuno Caldeira escreveu:
é necessário ser português de origem

Para mim neste momento é a unica forma de ser Portugues porque tudo o resto se transformou numa estátua de sal.

Só um coração puro como o do Obikuelo é que quer ser Portugues sem cá ter nascido, mas cedo aprendeu que se quisesse ser realmente alguem naquilo que fazia tinha que imigrar.

De qualquer forma , obrigado pelo sua achega

MDS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Hoje à(s) 0:49:50

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O que quer dizer monarquia?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» "O que a Bíblia quer dizer com ligar e desligar?"
» "Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro". Que isso quer dizer?
» O que é Mercenário?
» Os crentes selados quem são eles e o que é ser selado ?
» O que significa a "Coroa da Vida"?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: MONARQUIA TRADICIONAL-
Ir para: