MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 O que quer dizer monarquia?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: O que quer dizer monarquia?   Dom 5 Fev - 19:39:23

Para elevarmos um pouco a conversa, desagradável para uns e brincadeira para outros, podíamos fazer uma pausa para discutirmos um pouco de monarquia. Para isso sugeria que começássemos por aqui mesmo.

O que é a monarquia?

Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
D. Quixote
Guarda-Marinha
Guarda-Marinha


Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 01/03/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 1 Mar - 2:01:17

No endereço electrónico http://www.cia.gov/cia/publications/factbook/fields/2128.html
encontrei a definição de diferentes tipos de governos e que passo a transcrever (peço desculpa por apresentar o texto em inglês, mas não quero com uma tradução menos correcta alterar a informação apresentada):

Anarchy - a condition of lawlessness or political disorder brought about by the absence of governmental authority.

Commonwealth - a nation, state, or other political entity founded on law and united by a compact of the people for the common good.

Communism - a system of government in which the state plans and controls the economy and a single - often authoritarian - party holds power; state controls are imposed with the elimination of private ownership of property or capital while claiming to make progress toward a higher social order in which all goods are equally shared by the people (i.e., a classless society).

Confederacy (Confederation) - a union by compact or treaty between states, provinces, or territories, that creates a central government with limited powers; the constituent entities retain supreme authority over all matters except those delegated to the central government.

Constitutional - a government by or operating under an authoritative document (constitution) that sets forth the system of fundamental laws and principles that determines the nature, functions, and limits of that government.

Constitutional democracy - a form of government in which the sovereign power of the people is spelled out in a governing constitution.

Constitutional monarchy - a system of government in which a monarch is guided by a constitution whereby his/her rights, duties, and responsibilities are spelled out in written law or by custom.

Democracy - a form of government in which the supreme power is retained by the people, but which is usually exercised indirectly through a system of representation and delegated authority periodically renewed.

Democratic republic - a state in which the supreme power rests in the body of citizens entitled to vote for officers and representatives responsible to them.

Dictatorship - a form of government in which a ruler or small clique wield absolute power (not restricted by a constitution or laws).

Ecclesiastical - a government administrated by a church.

Federal (Federative) - a form of government in which sovereign power is formally divided - usually by means of a constitution - between a central authority and a number of constituent regions (states, colonies, or provinces) so that each region retains some management of its internal affairs; differs from a confederacy in that the central government exerts influence directly upon both individuals as well as upon the regional units.

Federal republic - a state in which the powers of the central government are restricted and in which the component parts (states, colonies, or provinces) retain a degree of self-government; ultimate sovereign power rests with the voters who chose their governmental representatives.

Islamic republic - a particular form of government adoped by some Muslim states; although such a state is, in theory, a theocracy, it remains a republic, but its laws are required to be compatible with the laws of Islam.

Maoism - the theory and practice of Marxism-Leninism developed in China by Mao Zedong (Mao Tse-tung), which states that a continuous revolution is necessary if the leaders of a communist state are to keep in touch with the people.

Marxism - the political, economic, and social principles espoused by 19th century economist Karl Marx; he viewed the struggle of workers as a progression of historical forces that would proceed from a class struggle of the proletariat (workers) exploited by capitalists (business owners), to a socialist "dictatorship of the proletariat," to, finally, a classless society - communism.

Marxism-Leninism - an expanded form of communism developed by Lenin from doctrines of Karl Marx; Lenin saw imperialism as the final stage of capitalism and shifted the focus of workers' struggle from developed to underdeveloped countries.

Monarchy - a government in which the supreme power is lodged in the hands of a monarch who reigns over a state or territory, usually for life and by hereditary right; the monarch may be either a sole absolute ruler or a sovereign - such as a king, queen, or prince - with constitutionally limited authority.

Oligarchy - a government in which control is exercised by a small group of individuals whose authority generally is based on wealth or power.

Parliamentary democracy - a political system in which the legislature (parliament) selects the government - a prime minister, premier, or chancellor along with the cabinet ministers - according to party strength as expressed in elections; by this system, the government acquires a dual responsibility: to the people as well as to the parliament.

Parliamentary government (Cabinet-Parliamentary government) - a government in which members of an executive branch (the cabinet and its leader - a prime minister, premier, or chancellor) are nominated to their positions by a legislature or parliament, and are directly responsible to it; this type of government can be dissolved at will by the parliament (legislature) by means of a no confidence vote or the leader of the cabinet may dissolve the parliament if it can no longer function.

Parliamentary monarchy - a state headed by a monarch who is not actively involved in policy formation or implementation (i.e., the exercise of sovereign powers by a monarch in a ceremonial capacity); true governmental leadership is carried out by a cabinet and its head - a prime minister, premier, or chancellor - who are drawn from a legislature (parliament).

Republic - a representative democracy in which the people's elected deputies (representatives), not the people themselves, vote on legislation.

Socialism - a government in which the means of planning, producing, and distributing goods is controlled by a central government that theoretically seeks a more just and equitable distribution of property and labor; in actuality, most socialist governments have ended up being no more than dictatorships over workers by a ruling elite.

Sultanate - similar to a monarchy, but a government in which the supreme power is in the hands of a sultan (the head of a Muslim state); the sultan may be an absolute ruler or a sovereign with constitutionally limited authority.

Theocracy - a form of government in which a Deity is recognized as the supreme civil ruler, but the Deity's laws are interpreted by ecclesiastical authorities (bishops, mullahs, etc.); a government subject to religious authority.

Totalitarian - a government that seeks to subordinate the individual to the state by controlling not only all political and economic matters, but also the attitudes, values, and beliefs of its population.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt/
D.Quixot
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 1 Mar - 2:25:48

Após alguma pesquisa na rede, consegui um endereço electrónico (http://go.hrw.com/atlas/norm_htm/world.htm) através do qual consegui elaborar uma lista de países cuja forma de governo é de alguma forma uma monarquia. Inclui também os sultanatos, pois parece-me que tirando o nome, a forma de governo é muito semelhante aos regimes monárquicos dos outros países. Não sei se esta lista estará completa, mas agradeço ajuda para a completar e melhorar.

Noruega – monarquia constitucional
Suécia – monarquia constitucional
Dinamarca – monarquia constitucional
Mónaco – monarquia constitucional
Espanha – monarquia parlamentar
Andorra – democracia parlamentar (desde Março de 1993)
Liechtenstein – monarquia constitucional hereditária
Luxemburgo – monarquia constitucional
Bélgica – monarquia constitucional, com uma democracia parlamentar federal
Holanda – monarquia constitucional
Grã-Bretanha – monarquia constitucional
Lesoto – monarquia constitucional parlamentar
Marrocos - monarquia constitucional
Suazilândia – monarquia
Bahrain - monarquia constitucional
Butão – monarquia
Brunei – sultanato constitucional
Cambodja - monarquia constitucional estabelecida em Setembro de 1993, com uma democracia liberal multipartidária
Japão - monarquia constitucional com um governo parlamentar
Jordânia - monarquia constitucional
Kuwait - monarquia constitucional nominal
Malásia - monarquia constitucional
Nepal - monarquia constitucional, com uma democracia parlamentar
Oman – monarquia
Qatar – monarquia tradicional
Arábia Saudita – monarquia
Tailândia - monarquia constitucional
Papua Nova Guiné - monarquia constitucional, com uma democracia parlamentar
Samoa - monarquia constitucional, com um chefe nativo (?)
Tonga - monarquia constitucional hereditária
Tuvalu - monarquia constitucional, com uma democracia parlamentar
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 8 Mar - 10:59:54

Duarte Pio a Herança do Facismo

Caros amigos,

Como já vinhamos informando, era obvia a cumplicidade do regime Salazarista com o Eng. Duarte Nuno e com o seu filho o Sr.Duarte Pio. Esta cumplicidade levou ao afastamento da verdadeira duquesa de Bragança. SAR. D. Maria Pia do palco politico.

O que nós desconheciamos e fomos surpreendidos à dias é que a sede da PIDE DGS pertencia a "D.Duarte" , é caso para perguntar se quando a PIDE prendeu D. Maria teria sido a mando de Salazar ou a pedido do senhorio que queria arrancar umas unhas à prima????



http://www.kalashnikov.blogger.com.br/2005_03_01_archive.html#35218415

http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=149293&idselect=21&idCanal=21&p=94

http://lists.indymedia.org/pipermail/imc-portugal-features/2005-April/0410-97.html


VIVA S.A.R. D. MARIA PIA III

VIVA S.A.R. D. ROSARIO, VERDADEIRO, LEGITIMO E CONSTITUCIONAL DUQUE DE BRAGANCA E CHEFE DA CASA REAL DE PORTUGAL

VIVA PORTUGAL

VIVA A MONARQUIA CONSTITUCIONAL

VIVA A VERDADE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria da
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 9 Mar - 15:44:40

Eu até teria interesse em entrar neste forum...mas vou desistir... ao ler o apoio caricato a um italiano, e ofensas gratuitas ao Senhor Dom Duarte, já percebi o nivel... tenho pena, estive a ler o Site e pareceu-me interessasnte e bem intencionado a bem de Portugal... mas depois de passar pelos foruns, desiludi-me. Foram "monárquicos" como os que vejo aqui que deram origem à República. Falta bom senso e politesse. É pena, de qualquer maneira li artigos muito interessantes neste site que até me deram informação útil, e por isso os felicito. Passem bem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
da fonte
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 9 Mar - 15:45:25

Eu até teria interesse em entrar neste forum...mas vou desistir... ao ler o apoio caricato a um italiano, e ofensas gratuitas ao Senhor Dom Duarte, já percebi o nivel... tenho pena, estive a ler o Site e pareceu-me interessasnte e bem intencionado a bem de Portugal... mas depois de passar pelos foruns, desiludi-me. Foram "monárquicos" como os que vejo aqui que deram origem à República. Falta bom senso e politesse. É pena, de qualquer maneira li artigos muito interessantes neste site que até me deram informação útil, e por isso os felicito. Passem bem!
Voltar ao Topo Ir em baixo
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Vamos ao trabalho?   Qui 9 Mar - 22:08:43

Cara "Maria da Fonte"

É normal que os lobos se façam passar por cordeiros.

Os Duartistas abusam da boa intenção dos monárquicos, propõem a substituição do PR por Duarte de Bragança, nada mais querem do que isso, e vêm acusar os que sentem que há necessidade de alterar o sistema partidário português de serem responsáveis pela queda da monarquia constitucional?

É no mínimo estranho. Se calhar a falta de argumentos em defesa da situação abusiva em que se encontra Duarte de Bragança leva-os a acusarem-nos de queremos alterar o sistema conjuntamente com o regime, para desviar as atenções da situação desagradável em que se encontram os duartistas. As palavras de Duarte de Bragança no seu mais recente livro deixa os seus apoiantes em maus lençóis ao retirar-lhes toda a falta de apoio para defesa da monarquia, esta não interessa só o tacho de Duarte de Bragança importa.

Maria da Fonte, à parte da questão da Sucessão, assunto que ninguém consegue explicar sem ser desonesto intelectualmente, o trabalho árduo que se segue é mostrarmos que a monarquia não é Duarte de Bragança, mas muito para além do rei. As mesmas páginas que estão na AMT , que com certeza leu, mostram que pelo menos os monárquicos tradicionalistas fizeram o trabalho de casa, e atualizaram o sistema monárquico para os dias de hoje, não sendo no entanto, nenhum dogma o que apresentam e, além disso, até pedem que se lhes faça uma crítica, sendo a 2ª condição para que se aceitem novos membros. Parece-me que o seu trabalho não deva ser confundido com os postes de alguns participantes que criticam este ou aquele pretendente e para o fazerem usem uma linguagem menos adequada.

Se é monárquica, então deveria aproveitar este tópico, não para criticar os posts de alguns, mas tentar esclarecer-nos o que é a monarquia?


Para uma duartista talvez seja um pouco difícil fazê-lo, pelas razões expressas acima, mas mesmo assim poderia tentar. Parece-me que para que haja uma divulgação da monarquia que se comece por defini-la.

Assim, e antes de se retirar não quererá participar nesta questão?

Nem que seja com a transcrição das definições que aparecem nos dicionários ou livros de história? Ajudará muito a compreender o papel da propaganda democrática.

Cumprimentos, e até breve, aguardo o seu empenho.
Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
Mª da Fo
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sex 10 Mar - 18:51:19

Caro Joaquim Filipe,

Muito obrigada pela sua intervenção, despertou-me a vontade de aqui voltar.
Posso adiantar-lhe que dificilmente encontrará alguém mais tradicioanalista que eu, a verdade é que a monarquia parlamentar a mim pouco ou nada diz, mas também é verdade que se calhar temos que ir por essa via para chegar a bom porto! Como sabe, é a monarquia parlamentar que é permitida na Europa de hoje, digamos, uma espécie de república com coroa... adiante... então, se calhar temos que escolher o melhor caminho para conseguir restaurar a Monarquia no nosso Portugal. E perguntar-me á... como? Primeiro, doutrinar os portugueses, aí sim com os princípios de uma monarquia a sério ou tradicionalista, como queira, em que o Rei governe, decida, tenha parte activa nos destinos do País. Segundo, é essencial que em república os monárquicos estejam unidos e sem lutas intestinas, passo a expressão, que só nos desacreditam e dão força aos republicanos. Levantar agora questões sobre a sucessão são tiros no pés, só servem a república e os "aventais", (o que me leva por vezes a pensar se todas estas questões, ultimamente levantadas, não terão um objectivo mais obscuro). Terceiro, usando dos meios que a república nos permite, teremos que seguir a via da monarquia parlamentar ou nunca lá chegaremos, depois da monarquia restaurada, aí sim sigamos o fio condutor da Tradição. O que é preciso é uma boa estratégia e ser politicamente audaz e astuto, e sobretudo muita classe para nos distinguirmos dos politiqueiros actuais.
Agora, meu caro amigo, não é a dizer mal do Duque de Bragança ou do Duque de Loulé, ou ouvir um fadista a dizer barbaridades e a fomentar desuniões que chegamos a lugar algum. Essas questões tinham que ser tratadas na esfera privada dos monárquicos e não em pasquins e revistas cor-de-rosa. Concorda?
Ou temos bom senso e discernimento das prioridades ou viramos uns caricatos.
E não me alongo mais, com risco de me tornar maçadora, já temos aqui assunto para debate.

Com os meus cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Mª da Fo
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sex 10 Mar - 22:25:37

Estou a tentar saber porque o meu username não sai em condições. Será azelhice? Embarassed
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Dom 12 Mar - 14:38:31

Cara Maria da Fonte,

Parece-me que não são os que contestam os direitos de D. Duarte que prejudicam a Monarquia, mas sim os que o apoiam. Por um lado porque estão a ignorar o papel das Cortes - ou seja, dos legítimos representantes da comunidade nacional - na escolha do Soberano, quando se verificam as condições previstas na nossa lei tradicional. Ao querer impor D. Duarte a todo o custo, estão a negar os direitos inalienáveis do povo português. Não me parece que seja um bom ponto de partida para convencer os portugueses da legitimidade da Monarquia... Por outro lado porque, infelizmente, é conhecida da maior parte das pessoas a incapacidade intelectual de D. Duarte para assumir as responsabilidades de uma chefia de Estado que não fosse meramente simbólica. Ninguém em seu perfeito juízo quereria D. Duarte para chefe de Estado. Ao darmos a impressão de que

Monarquia=D. Duarte no Trono

estamos a desencorajar a grande maioria dos portugueses de quererem sequer considerar a Monarquia como solução. Ora como as regras tradicionais de sucessão nos dizem que na ausência de descendentes do Rei (ou de seu irmão) compete às Cortes escolherem o Rei, deixemo-nos de fantasias que só prejudicam a aceitação da Monarquia por quem não seja já monárquico. Ou seja, a grande maioria dos portugueses.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Maria da Fonte   Dom 12 Mar - 19:42:48

Cara Maria da Fonte

Comecemos pelo fim. O nome não sai direito porque o espaço para o "username" é diminuto e, ao que me informei, não é culpa do administrador, mas do programador. Para contornar tal questão poderá registar-se e o nome logo sairá conforme o desejado.

Em relação, às questões da união dos monárquicos e da estratégia, não me leve a mal, mas permita-me discordar com Maria da Fonte. Não será até um verdadeiro discordar, mas só uma ligeira alteração.

Parece-me bem a sua indicação de que devemos conviver com este sistema e dentro dele mostrarmos o que temos para Portugal, mas por outro lado, numa altura em que os portugueses finalmente estão a despertar para a grande vigarice que é a Democracia (partidária) não nos fica nada bem, a nós, defende-la, mas sim a apresentar uma solução.

O actual descontentamento, em relação à Democracia, está a tornar-se num fardo insuportável, para aqueles que não vislumbram alternativa. Como sabe os Democratas foram educados para aceitarem a Democracia como o melhor dos sistemas (nec plus utra), só porque um dia, um tonto, disse que não havia melhor.

Em questão, à união dos monárquicos, subscrevo as palavras de António Sousa-Cardoso (Eng. UP) em que diz que isso é uma falsa questão. Posteriormente, colocarei o texto de sua autoria em que manifesta tal posição.

A questão da discussão da Sucessão parece-me, e à AMT também, que não tem interesses obscuros, pois para nós
não há monarquia, não há rei, logo, não há sucessão. A nossa preferência é, como sabem, discutir o sistema.

Os republicanos coroados é que foram educados a só falarem em rei e, por isso, entretêm-se com tais assuntos. Aliás, parece-me que os aventais têm mais a ganhar em que se mantenha tal “sucessor” que diz, abertamente, que quer coroar a república, do que em discutirmos a monarquia.

Por outro lado, a questão da Sucessão manter-se-á para “destronar” Duarte Pio de Bragança, que só tem impedido que se faça qualquer coisa pela monarquia.

Por exemplo, recentemente, em 30 de Novembro de 2005, os «Arautos del Rei» realizaram uma conferência em Chaves, subordinada aos seguintes temas: “Os Heróis de Chaves - Passado e Presente” e “Pedro de Mendoça Furtado - Determinação e Coragem em 1640”. Na sua diplomática acção enviaram um convite a Duarte de Bragança, este retribuiu a delicadeza e louvou tal atitude, a de fazerem as conferências. Depois, por trás, andou a telefonar a algumas pessoas para não irem e, mesmo assim, tinha lá um informador da Real Associação do Porto, a AMT também tinha lá alguém. Só que as pessoas que receberam os telefonemas “já se estão nas tintas” e foram à conferência e ao Jantar.

Há um clima, insuportável, nas Reais Associações que capam qualquer boa intenção de fazer alguma coisa, exemplo disto, a 1ª Direcção da Real Associação do Algarve, que foi a mais activa até agora, foi ela que fez todos os logótipos e fotolitos das Reais Associações, tinha Boletim próprio, participava na Feira Industrial do Algarve, com barraca própria, etc. Cinco grandes elementos. Duarte Pio de Bragança não descansou enquanto não intrigou o suficiente para lá colocar um Herédia. Como pode ver há a necessidade de encostar, o mais urgentemente possível, estes Senhores das Reais Associações e rotulá-los como republicanos coroados, pois só atrapalham. Não se pense que se perde alguma coisa: em termos de número, são só menos de 10 000 ou seja, 0,1 % da população portuguesa e 0,06 % dos portugueses. Em termos de actuação são bem menos e os que escrevem e publicam? Só mesmo António Sousa-Cardoso (filho). As Reais Associações têm de facto algo de bom, é que fazem a triagem entre monárquicos e republicanos coroados.

Por um lado, critica-se as palavras desagradáveis em relação a Duarte Pio de Bragança, por outro, servem-se delas para criticar Nuno da Câmara Pereira tratando-o por fadista como se isso fosse um insulto. Esperem pelo livro que está a escrever e verão que é um grande contributo para esclarecer muita da confusão acerca de títulos e de história da última dinastia.

Continuemos, um pouco de cada vez, se não, como diz, corremos o risco de sermos muito maçadores e, pior do isso, o de não nos lermos uns aos outros. Temos, de facto, muito a conversar para além de Duarte Pio de Bragança.

Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
MªdaFont
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 13 Mar - 18:35:27

Caro Joaquim Filipe,

Desde já quero esclarecer que não estou aqui em pé de guerra, escrevo com o coração, há certas questões que prefiro ouvir, nomeadamente no assunto "sucessão" que não é de todo pacífico. É um assunto sério que deve ser tratado com toda a dignidade.
Quando refiro "o fadista"( peço perdão se soou mal, retiro e substituo por Senhor Deputado do Partido Popular Monárquico, na Assembleia da República...) é tão sómente porque este Senhor não tem tratado o tema com o devido respeito, o que me entristece.
Acredito que deve haver esclarecimentos, estudos e discussão, mas que diabo, não é preciso ofender nem tratar mal ninguém. Sob pena do assunto se reduzir a uma querela de comadres.
Em relação às Reais Associações, é certo que tem havido uma enorme inércia e muito já deveria ter sido feito, mas também não devemos reduzi-las de forma tão crua, tem muitos e bons Portugues, gente válida e bem intencionada, de boa estirpe e bom pensar. Não podemos desprezá-los ou ignorá-los.
Agora, penso que estamos de acordo no que toca à Doutrina, ao debate de ideias, urge doutrinar! Mas de forma isenta, patriota e com nobreza de caracter e olhe que eu sei como é difícil, actualmente, criar uma linha de pensamento comum, há sempre interesses menores.
Se nos colocarmos incondicionalmete do lado de Portugal, com espírito de serviço e de missão, seguramente, os assuntos serão tratados com a devida importância e prioridade.
E olhe... até lhe digo com certa candura... também é necessário saber ser Rei!!! Será talvez por aqui que devessemos começar, o que esperamos de um Rei? Como deveria ser o Rei de Portugal? E como os Portugueses se reveriam no Rei?

Os meus melhores cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo
MªdaFont
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 13 Mar - 18:55:44

Senhor Nuno Cardoso da Sila,

Como pode deduzir do pouco que já escrevi não me pronuncio sobre as capacidades ou incapacidades intelectuais do Duque de Bragança ou do Duque de Loulé, ou seja de quem for... seria deselegante, da minha parte, e pouco proveitoso!
Mas gostava que me esclarecesse que Cortes escolheriam o Rei de Portugal nos dias de hoje.

Muito obrigada
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 13 Mar - 19:34:26

Infelizmente não podemos ignorar a questão das competências intelectuais de um chefe de Estado, como não o podemos fazer para um qualquer governante. Pode ser desagradável, mas tem de ser feito.

Quanto às Cortes que designariam um Rei, só depois da Monarquia estar restaurada ou em vias disso. A restauração da Monarquia tem de ser feita com base nas virtudes do sistema - que teremos de demonstrar -, e não com base num qualquer rosto de Pretendente. O que temos é de garantir aos portugueses que lhes não iríamos impor um Rei que eles não quisessem. Por isso terá de ser dito que um primeiro Rei de uma 5ª dinastia será designado pelo povo português - como o foi D. Afonso Henriques, D. João I, D. António (Prior do Crato), D. João VI e D. Miguel I - através dos seus legítimos representantes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Ter 14 Mar - 1:35:53

Cara Maria da Fonte

Citação :

Acredito que deve haver esclarecimentos, estudos e discussão, mas que diabo, não é preciso ofender nem tratar mal ninguém. Sob pena do assunto se reduzir a uma querela de comadres.

Carissima, estou-lhe muito grato pela sua participação. Nesta frase acabou por materializar em palavras os meus pensamentos.

Depois do que temos assistido por esses fora fora (chalassa) a sua intervensão tem um caracter quase balsamico... Já achava que de certa forma discutir sucessão era um bocado a mistura de uma querela de transito com uma boda de casamento Irlandes... algo obesceno e que independentemente do inicio feliz termina invariávelmente numa grande pancadaria!

Citação :


Se nos colocarmos incondicionalmete do lado de Portugal, com espírito de serviço e de missão, seguramente, os assuntos serão tratados com a devida importância e prioridade.

Para quem já estava a achar que apoiante de D. Duarte= Bronco malcriado é com indisfarçavel alivio e satisfação que leio estas palavras.

obrigado

MDSantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
fidalgueiro de cascais
Capitão de Mar e Guerra
Capitão de Mar e Guerra


Número de Mensagens : 33
Local/Origem: : cascais
Data de inscrição : 15/03/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 15 Mar - 16:43:00

Meus caros amigos,

desculpem se sou um pouco tímido, mas é a primeira vez que participo e
intervenho num Fórum Público.

Sou um nobre à moda antiga e tenho vindo a acompanhar o debate entre o meu
amigo SAR dom Duarte e dom Rosario.

O primeiro tópico " portugal no seu melhor" foi fechado, tambem o segundo .

A minha intervenção tem como objectivo um só, ou seja, pedir às partes em
causa que mantenham a calma e tenham um comportamente civilizado como é caso
de usar num caso assim delicado e pretegioso.

Também eu, como aliás já fizeram outros meus antecessores, peço em
particular ao meu amigo David, que conheço pessoalmente, ao Justiceiro e à
Petronila Silva a acalmarem-se e usarem uma linguagem mais apropriada.

Vocês
estam a estragar tudo com este vosso comportamento desprezível que, não
ajuda minimamente à causa da pretensão ao Trono de Portugal.

Um outro erro do meu amigo David é o de estar a convidar pessoalmente, Dom
Rosario e o senhor Valdez para um encontro para que possam discutir sobre
este tão delicado argumento!

Mas David, não te aperecebes que estás a tornar
toda a situação ridícula?

Eventualmente tal encontro, PÚBLICO, deveria ser com SAR dom Duarte e D.
Rosario,
e tal como diz Valdez, e muito correctamente, perante as câmaras de
televisão na presença dos jornalistas.

Somente deste modo poderemos
acompanhar e compreender os adversários.

Também concordo com o "monárquico
verdadeiro" e parece-me que o que escreve denota alguma legitimidade e
também inteligência.

Desejo acrescentar, que durante este último período do debate, muitos dos
meus amigos, da velha nobreza, começam a ter algumas dúvidas no que respeita
à legitimidade das pretensões de dom Duarte e a acreditar naquelas de dona
Maria Pia, consequentemente de dom Rosario.

Soube que este senhor dom
Rosario tem, em Portugal, muitos e fortes apoiantes e apoios, que estão
preparados para actuar.

Também eu, como já fez o "monárquico verdadeiro" peço encarecidamente ao
David, ao Justiceiro e à Petronila que tenham calma, antes que seja tarde
para ter!

Peço desculpa pela minha franqueza, mas foi assim que me habituaram.

fidalgueiro de cascais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MªdaFont
Convidado



MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qui 16 Mar - 0:29:36

Valha-me deus, Nosso Senhor!!!!

Será que eu li bem?? Um encontro público entre o Duque de Bragança e um dom italianote???? É devido a estas tiradas brilhantes que Portugal está como está. E seguramente não é esta ideia oriunda da velha Nobreza Portuguesa, porque esses tem noção do ridículo e bom senso. O tal do italianote segundo consta nem sequer pode entrar em Portugal por ter andado a distribuir indevidamente comendas de S.Miguel da Ala e de Torre Espada. O chamado "deixa cá usar as régias e as republicanas para fazer bonito"!!! Ora, santa paciência! E o que me dá pena é ouvir estas insanidades da boca de portugueses. Pelos vistos são a nova versão, (ou será aversão?) dos Miguel de Vasconcellos e Cristovão de Moura!

Assim está difícil manter uma conversa interessante e útil!
Voltar ao Topo Ir em baixo
administrador
Almirantado
Almirantado


Masculino
Número de Mensagens : 41
Idade : 53
Data de inscrição : 08/12/2005

MensagemAssunto: Seja Bem Vindo   Qui 16 Mar - 2:56:28

Caro Sr. Fidalgueiro de Cascais

Não necessita de colocar a mesma mensagem mais do que uma vez. O forum tem poucos participantes e por isso a sua mensagem não se perderá . Alguém a vai encontrar com facilidade e lê-la.

Tenha isso em atenção para poupar esforços do administrador e de V. Ex..

Muito gosto em tê-lo por cá,

António Santos de Matos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://monarquia.actifforum.com
D. Quixote
Guarda-Marinha
Guarda-Marinha


Número de Mensagens : 5
Data de inscrição : 01/03/2006

MensagemAssunto: O que é a monarquia   Qui 16 Mar - 3:37:44

Monarquia: s.f. 1. forma de governo em que ochefe de Estado tem o título de rei ou rainha (ou títulos equivalentes)
2. p.ext. Estado que possui essa forma de governo

Fonte: Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa.




D. Quixote
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt/
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Sex 24 Mar - 12:19:02

Monarquia é um regime em que a legitimidade do Chefe do Estado não depende do sufrágio periódico, pelo que é possível evitar o domínio dos poderes executivo e legislativo por representantes das oligarquias apoiadas no poder financeiro. Por isso a Monarquia é cada vez mais o regime do futuro, já que se não conhece outra forma pacífica de travar o domínio desse poder financeiro. Mas para ser eficaz a Monarquia não pode ser a República coroada que alguns defendem. O Rei, apoiado numa vontade popular, tem de possuir poderes capazes de contrariar a oligarquia. Também por isso tem de se exigir do Rei uma sólida competência moral e intelectual. Um fraco, um medíocre, não pode ser Rei. Por isso é necessário possuir mecanismos institucionais - apoiados no Conselho de Estado - que permitam fazer as correcções eventualmente necessárias. São esses os fundamentos intelectuais da Monarquia Tradicional.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viriato
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/02/2006

MensagemAssunto: RE   Dom 26 Mar - 23:12:03

Cara Maria da Fonte,

não falar das capacidades intelectuais do Sr. Duarte Pio é como tapar o Sol com a peneira, isto para já não falar dos irmãos isso é que é mesmo tapar o Sol com uma rede de 20X20cm de malha.

Entende-se porque é que certos "monarquicos" quando se toca nesse assunto, veem com certos pudores, mas não são esses mesmos os que em alguns sites usam uma linguagem tipo Cais do Sodré depois das 12 badaladas?

Duarte Pio, Obviamente que não é duque de coisa nenhuma e anda a gosar com a boa fé dos Portugueses há tempo demasiado para o meu gosto.

Abaixo o Usurpador Duarte Pio, Viva a Vacatura!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rodrigo Matias
Guarda-Marinha
Guarda-Marinha


Masculino
Número de Mensagens : 7
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/03/2006

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 27 Mar - 20:55:52

Caro Viriato

Concordo consigo. Duarte é um usurpador. Não me repugnava nada que fosse duque de Bragança se o fosse legalmente, agora por ser bisneto de um rei querido para os tradicionalistas, só isso não chega. O ducado de Bragança não deve servir para pagar esmolas ou condecorar bisnetos de reis que ainda por cima têm a mania de coroar a república ou dar um rei à república. Por muita legitimidade que tivesse perdia-a logo nesse instante em que abria a boca para dizer tal barbaridade. Contudo isto, no entanto, não estou de acordo que se sirva de insinuações da falta de capacidade de Duarte de Bragança ou de seus irmãos, pelo seguinte: ao recusá-lo por esse motivo estamos a abrir a porta ao filho e incutir falsas esperanças e mais tempo desperdiçado com tal espera. Devemos fechar-lhe as portas todas e de vez.

Rodrigo Matias
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Seg 27 Mar - 21:38:09

São as Cortes que terão de decidir quem será o primeiro Rei da 5ª Dinastia. Em princípio deverão as Cortes escolher um descendente dos Reis de Portugal que seja moral e intelectualmente competente. Por isso essas questões não são secundárias. O ramo dito miguelista é o que mais naturalmente deverá dar-nos esse primeiro Rei, mas o Duque de Bragança e seus filhos estão em pé de igualdade com todos os outros descendentes de D. Miguel I. Por isso há todas as condições para que as Cortes se pronunciem apenas com base nas referidas qualidades morais e intelectuais. Por experiência pessoal sei que vários bisnetos e trinetos de D. Miguel I têm as qualidades para serem bons Reis. Podemos portanto deixar às Cortes que façam a sua escolha em consciência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viriato
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 13
Data de inscrição : 22/02/2006

MensagemAssunto: RE   Qua 29 Mar - 0:38:57

Caro amigo,

Do ramo miguelista não se pode esperar grande coisa, além do mais temos a velha questão da lei do banimento.

O melhor é pensar-se numa nova dinastia, sangue novo!

O Sr. Duarte Pio, irmão e descendencia é que não! Os portugueses já sofreram muito, acho que Deus nos deve poupar a tal punição caso a monarquia fosse restaurada, espero que o povo faça por merecer um REI a sério, devemos todos rezar uma novena a Nª. Sª de Fátima para que nos arranje um REI a sério e nos livre do mal....o usurpador!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Qua 29 Mar - 2:17:57

A lei do banimento, entretanto prescrita, foi um abuso dos vencedores contra o vencido, esquecendo que D. Miguel I tinha sido designado Rei de forma legítima pelas Cortes de 1828. Se há descendentes de D. Miguel I com as qualidades morais e intelectuais para serem Reis, não precisamos de olhar mais longe. E confio em que uma futuras Cortes saberão distinguir o trigo do joio...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O que quer dizer monarquia?   Hoje à(s) 17:51:49

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O que quer dizer monarquia?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» "O que a Bíblia quer dizer com ligar e desligar?"
» "Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro". Que isso quer dizer?
» O que é Mercenário?
» Os crentes selados quem são eles e o que é ser selado ?
» O que significa a "Coroa da Vida"?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: MONARQUIA TRADICIONAL-
Ir para: