MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Despenalização do aborto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14  Seguinte
AutorMensagem
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 2:54:31

Caros amigos,efectivamente depois das distorções que o amigo cara de anjo faz aos posts (devido lá está à sua visão do tema em questão),e dos filmitos e cartitas sempre emocionais ,com que o amigo JTMB nos tenta amolecer ou distorcer o pensamento,já não sei o que por aí virá mais até domingo...

Um abraço a todos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 3:01:17

Beladona escreveu:
Caro Pedro Reis

Infelizmente ainda há muitas mulheres e jovens como a Rosa Brava,que vivem longe de tudo aquilo que para nós se tornou banal e,por isso nos esquecemos muitas vezes das suas existências e do que deveriam de ser as suas necessidades básicas,que deveriam de ser iguais para todas nós mulheres.

Um abraço da Beladona

O que me choca não é o viver longe de tudo e todos é estas crianças terem sido privadas dos seus direitos mais elementares com o "olhar para o lado" das autoridades. Por muito menos, noutros países, estas duas criaturas já não viviam com os pais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 3:13:18

Beladona escreveu:
...,já não sei o que por aí virá mais até domingo...

Esperemos que não faça uma vaga súbita de calor, senão lá vêm outravez 79% de abstenção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cara de anjo mão de ferro
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Número de Mensagens : 50
Data de inscrição : 21/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 3:14:52

Beladona escreveu:
Caro Pedro Reis

Infelizmente ainda há muitas mulheres e jovens como a Rosa Brava,que vivem longe de tudo aquilo que para nós se tornou banal e,por isso nos esquecemos muitas vezes das suas existências e do que deveriam de ser as suas necessidades básicas,que deveriam de ser iguais para todas nós mulheres.

Um abraço da Beladona

Tem toda a razão amiga, e o mais extraordinário é que é sempre destas pessoas, as que vivem longe da banalidade, que temos exemplos de vida extraordinários, é nestes meios que ainda hoje se criam com dificuldades, mas com a maior das naturalidades e dignidade ranchos de seis, oito ou dez filhos.

Garanto-lhe que temos a aprender muito mais com estas pessoas do que elas conosco.
Não há ninguem que entenda melhor a lei da vida do que os que vivem em harmonia com a natureza.
A vida urbana tem criado um enorme fosso que afastou o homem da natureza e consequentemente do seu equilibrio.
O Homem tem-se vindo a afastar de tudo o que é natural, à medida que foi evoluindo no chamado "meio civilizado", mas tambem pelo materialismo do seu pensamento e do seu egoismo.
Todas as experiências e vivências que foram retiradas ás pessoas que vivem nas cidades, são indespensáveis para que o amor, a previdência e o sentido de responsabilidade se possam desenvolver.
O que terá falhado neste longo caminho que a humanidade percorreu para que as virtudes sociais, dessem lugar à indiferença no melhor dos casos, ou à crueldade no pior, descabando neste crime hediondo que é o aborto?

Um Bem Haja
Wink


Última edição por em Qua 7 Fev - 3:58:45, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 3:18:57

Caro Nuno Cardoso da Silva

1-Por um mero acaso...

2-Se passar a ser lei,porque razão havendo essa disponibilidade à disposição a mulher não recorra a ela na sua maioria?Só se for sádica.Haverá em todos os casos algumas excepções de mulheres e jovens como a tal Rosa Brava da reportagem da SIC que ainda vivem na Idade-Média.

3-Lembro-lhe as tais Rosas Bravas do ponto 2

Meu caro,nos casos que aponta já não é vida?Ou porque um supor,é violação não foi gerado um ser vivo?E por aí fora...

Mas,meu caro todos temos direito às nossas opiniões e como sempre digo,respeito-as.

Volto a ressalvar-Descriminalização e não Liberalização que têm significados diferentes.

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cara de anjo mão de ferro
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Número de Mensagens : 50
Data de inscrição : 21/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 3:28:22

Citação :
Caros amigos,efectivamente depois das distorções que o amigo cara de anjo faz aos posts (devido lá está à sua visão do tema em questão),e dos filmitos e cartitas sempre emocionais ,com que o amigo JTMB nos tenta amolecer ou distorcer o pensamento,já não sei o que por aí virá mais até domingo...

Cara Amiga,

Pelo menos neste ponto seja séria e realista;
NÃO É POSSIVEL DISTORCER, O QUE JÁ È DISTORCIDO!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cara de anjo mão de ferro
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Número de Mensagens : 50
Data de inscrição : 21/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 3:50:55

Já agora deixo-vos aqui este "contozito", para memória futura.

A Maria da Várzea chegava da horta. Trazia à cabeça uma cesta com feijão verde,cenouras, pimentos e nabos, e, ao colo, um filhinho ainda de leite.
Na sua frente corria, já em direcção à casa, o Manuel de cinco anos.
Ao vê-la chegar cheia de cansaço e logo rodeada pelos outros quatro filhos, que tinham ficado em casa sob a direcção da mais velha, a senhora D. Arminda, de Lisboa, que estava a passar férias na aldeia, não pode conter-se que não dissesse:
- Que pena me faz, Senhora Maria da Várzea! Ainda tão nova e já com tantos filhos e tantas fadigas! Eu tenho um e já me dá o que fazer.
Resposta pronta:
- Pois eu com tanto trabalho e tantos filhos, sinto-me muito feliz minha senhora. É a vida das mulheres casadas cá da nossa aldeia. Os filhos e as canseiras que eles nos dão é que são a nossa riqueza.
É por eles que nós somos felizes.

Ah, é verdade este conto chama-se ORGULHO DE MÃE.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
IzNoGuud
Almirante da Armada
Almirante da Armada


Masculino
Número de Mensagens : 258
Data de inscrição : 26/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 17:02:47

cara de anjo mão de ferro escreveu:
O amigo volta a bater na mesma tecla, o que se está tornar um pouco maçador.

Água fria em Pedra Dura tanto bate até que fura.
Posso não ter muita esperança de que a amiga mude de opinião, mas gosto de acreditar que a amiga venha a descobrir a "luz" e se torne numa "iluminada" Wink

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Uma pequena correcção na sua afirmação que ressaltei a negrito:
"E esta deverá ter o direito de escolher se é chegada a altura de engravidar".

Melhorou bastante não acha?
E desta forma simples SALVAM-SE muitas vidas inocentes.

Melhorar não melhorou, seria o ideal. Infelizmente não é de métodos de contracepção que estamos aqui a falar, mas sim do momento já após a concepção.
E sinceramente, salvarem-se vidas, não se salvam. Pois quem quiser ir abortar vai na mesma, apenas se sujeita a situações de maior perigo para a sua saúde.
Se a amiga não se importar com o termo, visto o mesmo já ser usado com fartura pelos defensores do NÃO, a sua opinião é de uma hipócrisia a toda a prova.

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Mais uma vez, já está previsto na lei.

Fugir às respostas não costuma ser usual da minha amiga. O que se passa consigo?

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Desculpe que lhe pergunte, mas essas suas afirmações recorrentes, levam-me a perguntar se o Izz não será do Bangladesh.

lol, a amiga tinha jeito para "stand-up comedy"

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Infelizmente, mulheres com instintos criminosos existem, da mesma forma que existem homens, esses casos chocantes, mas raros que referiu são casos de policia.
Sim creio que há sempre uma mãe em algum lugar desejosa de amar e educar uma criança.
E mais uma vez repito; A SOLUÇÃO PARA ESSES DRAMAS, NUNCA PODE PASSAR POR UM DRAMA AINDA MAIOR QUE È TIRAR UMA VIDA A UM INOCENTE.

Cara amiga, para se terem crianças é preciso ter-se condições para o fazer. A não ser que a amiga advogue que as mesmas passem desnecessáriamente por privações... ou seja, falar de barriga cheia é muito fácil Wink

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Ai sim! O Izz tem visitado muitas, tem graça eu já muitas vezes quis adoptar uma criança e ainda não o fiz porque as listas de espera são ENORMES!

Precisamente por SEREM ENORMES é que eu digo o que digo.
Temos um estado incompetente ao não facilitar a adopção aqueles que têm capacidades e qualidades para adoptarem.
Temos um sistema com uma burocracia tal, que os processos demoram tempos inimagináveis o que só vem a agravar a situação.
E a amiga ainda quer "enfiar" mais crianças para este "beco sem saída"?
É para que elas cresçam sem que ninguém as queira e até que ninguém as queira. Pois essas pessoas que fazem a lista, por norma colocam regras para adoptarem, ou a amiga conhece "pais" que adoptem crianças de 14 anos, doentes ou de outras raças?
Haver há, mas não são a maioria.

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Citação :
Mas eu sempre defendi que há vida, tal como já o havia antes.

Não seja imaturo, essa teoria nem o meu filho que tem 13 anos a usaria.

O que somente demonstra o quanto o acesso à educação/cultura alarga ou não os horizontes Wink

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Citação :
lol e ainda me dizem que o NÃO não defende o aborto Wink
????????????????????
O Izz sabe o que é a fecundação não sabe?
É preciso fecundação do óvulo, para haver um bébé, daí a pilula do dia seguinte tenha que ser tomada [b]ANTES
que a fecundação ocorra.

E o recurso para o aborto é para aquelas que não sabem que estão grávidas quando deveriam ter tomado essa pílula.
Lembre-se que há apenas uma forma de engravidar, mas muitas maneiras de tal acontecer, com ou sem intenção.

cara de anjo mão de ferro escreveu:

Amigo, não me venha outra vez com a conversa das trutas e das vacas e das alfaces, porque pura e simplesmente não é razoavel e esta discussão merece todo o nosso empenho e seriedade.

E como tal e verificando os argumentos e exemplos usados pelos defensores do NÃO, de forma generalisada, o exemplo que acabei de dar é perfeitamente viável. E se a amiga acha que o mesmo é incorrecto para o que se está aqui a debater, imagine só o que eu penso da grande maioria dos exemplos que têm aqui sido apresentados pelo NÃO.
E no entanto, não vos vi a deixarem de os usar Wink

cara de anjo mão de ferro escreveu:
Citação :
Não estamos a debater os direitos de quem não sabemos sequer se chegará a ser gente, mas sim os direitos de quem já é gente.

ERRADO!
Estamos a defender o direito de um ser humano fragil, dependente, que não tem voz, nem por onde fugir ou como se defender da morte conspirada a que o sentenciaram.

Isso na sua concepção cara amiga. No entanto não vi na pergunta em questão nada referente a se se considera o feto/embrião como Ser Humano ou não, apenas vi uma questão relacionada sobre a penalização ou não da mulher que pretende abortar voluntáriamente em centro hospitalar adequado.
LOGO a minha frase, que a amiga considera errada estar certa e a sua errada Wink

Um abraço caloroso,

IzNoGuud

P.S. - Diga lá que não tinha saudades minhas Wink

Um Bem Haja Wink[/quote]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.monarquicos.com
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 17:20:55

IzNoGuud escreveu:

Água fria em Pedra Dura tanto bate até que fura.
Posso não ter muita esperança de que a amiga mude de opinião, mas gosto de acreditar que a amiga venha a descobrir a "luz" e se torne numa "iluminada" Wink


Senhor IzNo

Em primeiro lugar verifico que continua a tratar o participante Cara de Anjo por amiga. Como sabe o sexo deste participante se ele nunca aqui o disse?

Depois com os seus argumentos básicos ninguém descobre nada, e muito menos a luz, depois quem defende o aborto é pura e simplesmente um ASSASSINO, nada mais. Sempre pensei que os Monárquicos tivessem valores diferentes dos seus, enganei-me, pelos vistos Monárquicos existem que são autenticos "bandalhos" nesta questão de valores.

JTMB
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 17:25:55

.


Última edição por em Qua 7 Fev - 18:58:07, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
IzNoGuud
Almirante da Armada
Almirante da Armada


Masculino
Número de Mensagens : 258
Data de inscrição : 26/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 18:00:48

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
IzNoGuud escreveu:

Água fria em Pedra Dura tanto bate até que fura.
Posso não ter muita esperança de que a amiga mude de opinião, mas gosto de acreditar que a amiga venha a descobrir a "luz" e se torne numa "iluminada" Wink


Senhor IzNo

Em primeiro lugar verifico que continua a tratar o participante Cara de Anjo por amiga. Como sabe o sexo deste participante se ele nunca aqui o disse?

lol o sexo dos anjos é indefinido... se para si é um homem, para mim uma mulher Wink

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Depois com os seus argumentos básicos ninguém descobre nada, e muito menos a luz, depois quem defende o aborto é pura e simplesmente um ASSASSINO, nada mais. Sempre pensei que os Monárquicos tivessem valores diferentes dos seus, enganei-me, pelos vistos Monárquicos existem que são autenticos "bandalhos" nesta questão de valores.

JTMB

O amigo surpreende-me.

1º É a 1ª pessoa que se cita a si mesmo, apenas por citar, como aconteceu no seu post anterior... Lindo Smile

2º Não acha que já é meio "maçador" com essa cena dos insultos? Chamar de assassino a quem não partilha da sua opinião é algo... mau... mas para si não acha?

3º Mais uma inovação... gostei do "bandalhos"... fez-me sentir como parte da bela congregação a que o amigo pertence Smile Obrigado caro amigo.

Divirta-se e respire fundo de vez em quando... vai ver que ajuda a anular os malefícios do CO2 Smile

IzNoGuud
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.monarquicos.com
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 21:59:38

Meu caro cara de anjo

Por acaso até acho que é um hino muito apropriado ao amigo,mas é só a minha opinião.Posso dizer-lhe que um dos meus hinos favoritos é o "Imagine" de John Lennon,entre outros é claro,pode chamar-lhe o que entender,mas diz-me muito.

Caro amigo,antes de tudo haja responsabilidade e um mínimo de respeito ou consideração por quem tem de praticar tal acto que só à própria cabe o dilema de o praticar ou não.

Tenhamos um pouco de humanidade.

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 22:09:04

Caro Pedro Reis

Sem dúvida.

Ou então,que caia uma tempestade diluviana (mais afim à época que estamos a passar),de tal ordem que vá dar ao mesmo (a elevada abstenção),mas não pensemos em coisas más...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qua 7 Fev - 22:48:23

Caro cara de anjo

Não tenha dúvidas,são uns heróis pois vivem muito duramente os seus dia-a-dia com bastantes privações,mas têm sempre uma territa onde se podem plantar umas batatitas e umas couvitas,uma capoeira onde se criam umas galinhazitas que dão sempre uns ovitos e carnita e,caso mesmo assim não tenha nada disso ,tem o vizinho,que sempre pode dispensar umas sobras.

Meu caro,não compare a vida do campo,com todo o respeito que me merece,com a vida da cidade,que é um salve-se quem puder.

Onde é que em Lisboa (salvo umas aves raras,que saudosos da terrinha ainda fazem uns cultivos em baldios),pode fazer criação de galinhas ou cultivo de legumes?É tudo comprado e para isso,é preciso dinheiro,porque o fiar está em vias de extinção.

Tem toda a razão,desde que saí de Lisboa e vivo mais em comunhão com a natureza é outra coisa,não tenha dúvidas,até os meus Yorkies notaram a diferença.

O problema do homem,no meu modesto entender,são os extremos,nunca fica feliz pelo meio termo,ou muito raramente:

O campo é bom,pois tem as suas coisas boas,mas também não deixa de ter coisas más ou inconveniências.Assim como a cidade e assim como todo o desenvolvimento cultural,científico,etc.,criado e descoberto pelo homem.Tudo tem o seu lado positivo e o seu lado negativo,só cabe ao homem escolher o que deseja e o que se adapta mais a si dentro da sua individualidade,o que nem sempre acontece e por isso,caindo em exageros de toda a ordem com causas bem evidentes.

Quanto ao seu último parágrafo respondo-lhe que só os desníveis sociais,a pobreza,as diversas misérias sociais a indiferença estatal,etc.,levam alguém a chegar ao ponto de abortar,não por falta de sentimentos ou frieza,mas por desespero e falta de perspectivas futuras entre outras.

Um aborto é sempre feito com dôr moral e física (os sentimentos estão lá).

O ser humano é um ser espiritual e sentimental em maior ou menor percentagem.Costumo dizer que,quando alguém,dito normal,pratica algo que a sociedade marginaliza ou critica,foi devido ao seu percurso individual de vida,que teve do berço até àquele momento e por isso teve aquela atitude ou acção.

Para criticar ou apontar alguém,temos de tentar pôr-mo-nos no seu lugar revivendo todo o percurso de vida dessa pessoa e se o conseguirmos só assim podemos dizer algo sobre o mesmo.

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 10:32:51

A notícia da gravidez, mais do que o prenúncio de um nascimento a prazo determinável, constitue uma revelação. A revelação de uma criança que se dá a conhecer, passando a ter nome, a ser mimada, a estar presente e participe no conclave familiar quotidiano. Ela passa a ser. Pressentem-se-lhe estados de alma, gostos, atitudes; antevêem-se-lhe os traços fisionómicos; imagina-se-lhe a vida. O minúsculo e inexpressivo embrião que o ecógrafo revela significa a imagem longínqua e desfocada de alguém com individualidade. E esta percepção, tão subjectiva e possivelmente estranha para quem nunca a sentiu, sobreleva a evidência que os ultra-sons conseguem perscrutar nas profundezas do ventre materno. O feto, mesmo incipiente, merece apreciações, enlevos, inebrios. O olhar dos pais ultrapassa a realidade morfológica tangível e descobre-lhe a projecção futura. Por isso, o insucesso nos alvores da gestação comporta sentimentos de perca. É o desaparecimento de um filho que, embora não existindo, pai e mãe viam e viviam intensamente. Este insucesso, sempre penalizante e sofredor, é tão mais complexo quanto a idade avança e intuitivamente o associam à erosão física que o escoar dos anos inexoravelmente provoca.
A ilusão esfuma-se numa tristeza serena. A vida tem destas coisas e destes momentos. E ninguém se pode furtar às suas vicissitudes ou, como alguns ousam afirmar, «aos seus caprichos». Acorre-nos o grande Guerra Junqueiro: «Sobe-se ao amor pela dor, à redenção pelo sofrimento».
Neste momento civilizacional experimentamos frequentemente a tristeza. Mas, na realidade, não nos conseguimos habituar a ela. A cultura egocêntrica que nos domina impõe-na geralmente carregada de autocomiserações. Entristecemo-nos com a nossa própria tristeza. E esquecemo-nos do quanto ela pode ser viciante.
Houve um projecto que não se chegou a cumprir. Fica a mágoa dessa felicidade amputada, desse desígnio que se gorou. Foi uma vida curta, tão curta. Mas que suscitou tamanhas emoções. A surpresa (ou perplexidade), a alegria, a esperança, a ilusão, a ansiedade, o temor, o pesar. Enfim, o amor no seu sentido mais profundo e completo. É isto que fica e o que verdadeiramente importa.
Como dizia Miguel Torga, «a vida afectiva é a única que vale a pena. A outra apenas serve para organizar na consciência o processo da inutilidade de tudo». Tinha razão. Como quase sempre.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 10:40:32

Citação :
Um anel especial
Rodrigo Lynce de Faria

Abriu a porta da joalharia. Era jovem, simpático e bastante decidido. Sem olhar para as vitrinas, afirmou categoricamente que queria comprar um anel especial. O joalheiro mostrou-lhe um que lhe parecia apropriado. O rapaz contemplou-o com calma e, com um sorriso, manifestou o seu agrado. Inquiriu o preço. Preparava-se para abrir a carteira quando o ourives lhe perguntou:
«Vai-se casar em breve?». Gerou-se um momento de silêncio, como se a pergunta o apanhasse desprevenido. «Não. Nem sequer tenho namorada …» - respondeu o rapaz. A surpresa do joalheiro divertiu-o. Depois continuou, como quem se convence de que, naquela ocasião, valia a pena dar uma explicação mais pormenorizada.
«É para a minha mãe. Quando eu ainda não tinha nascido, ela ficou sozinha. Alguém lhe aconselhou que interrompesse voluntariamente a gravidez, ou seja, que não me deixasse viver. A lei nessa altura facilitava tudo e, ainda por cima, o Estado "paternalmente" pagava todos os custos. Mas ela negou-se. Deixaram-na ainda mais sozinha. Havia muita gente disposta a ajudá-la a "livrar-se do incómodo" de ter um filho, mas pouca gente disponível para eliminar as dificuldades que tinha na sua vida.
Mas ela negou-se. Teve muitos problemas, muitos. Foi pai e mãe para mim ao mesmo tempo. Também foi amiga, irmã e sobretudo professora. Ensinou-me o sentido da vida. Fez-me ser aquilo que sou. Agora que já tenho algumas possibilidades, quero oferecer-lhe este anel especial. Ela nunca teve nenhum. Mais tarde, comprarei outro para a minha futura noiva. Mas será sempre o segundo. O primeiro, quero que seja para a minha mãe». O joalheiro não disse nada. Somente pediu ao empregado que o rapaz tivesse um desconto que só faziam aos clientes especiais.
Esta história faz-nos pensar. Será que em situações difíceis a "única solução" é suprimir legalmente a vida? Não nos apercebemos que uma lei assim facilita as pressões sobre a mulher para que essa seja vista como a "única solução"? Por acaso o dinheiro não seria melhor empregue em salvar vidas em vez de empregá-lo para eliminá-las?
E os problemas da mulher que está grávida? Será que não nos damos conta de que não podemos resolver os problemas de uma pessoa matando outra pessoa? Essa é a lógica da guerra. Essa é a lógica da violência. Essa não é a lógica da maternidade.
A mulher, numa situação difícil, necessita da nossa ajuda, da ajuda da sociedade. A morte do filho não resolve os seus problemas de pobreza ou falta de condições para o educar. Além disso, a proibição de abortar protege a mulher das fortes pressões a que muitas vezes se vê sujeita por aqueles que tem ao seu lado.
Por último, não nos esqueçamos de pensar com calma que quando falamos do aborto estamos sempre a fazer referência a algo que é para os outros. Nós somos um embrião que foi respeitado.


Também eu quero agradecer à minha Mãe o ter sempre optado pela vida e ter-me tido a mim e aos meus 8 irmãos. E quero também agradecer-lhe o facto de nos ter incutido valores de defesa da vida que agora nos colocam do lado do BEM.

E os meus amigos que defendem o Sim? Será que as vossas mães os teriam tido se advinhassem que um dia vocês seriam defensores desta ANORMALIDADE / ASSASSINIO que é o Aborto?

Bom dia para todos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
IzNoGuud
Almirante da Armada
Almirante da Armada


Masculino
Número de Mensagens : 258
Data de inscrição : 26/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 17:46:10

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Também eu quero agradecer à minha Mãe o ter sempre optado pela vida e ter-me tido a mim e aos meus 8 irmãos. E quero também agradecer-lhe o facto de nos ter incutido valores de defesa da vida que agora nos colocam do lado do BEM.

E os meus amigos que defendem o Sim? Será que as vossas mães os teriam tido se advinhassem que um dia vocês seriam defensores desta ANORMALIDADE / ASSASSINIO que é o Aborto?

Bom dia para todos

Caro amigo, nem mais. A minha Mãe tem imenso ORGULHO em que eu defenda o SIM permitindo assim a que as Mulheres deixem de estar, uma vez mais, sujeitas aos designíos de outros que não elas.
Sente ORGULHO em que eu defenda a entrega do poder de decisão às mulheres, mesmo sabendo o quanto dificil é a situação de tomar uma decisão como a que estas mulheres têm de tomar.
Mas que eu, estarei ali para as apoiar, dando-lhes pelo menos a hipótese de poderem usufruir de melhores condições de saúde e apoio médico se tal vier a ser necessário.
Sim meu caro amigo, a minha Mãe efectivamente apoia a minha escolha e tem ORGULHO no trabalho que tenho feito.

E sinceramente quanto à sua segunda pergunta...
Meu caro, SE eu existo, apenas se deve ao facto de a minha Mãe ter tido diversos abortos espontâneos por motivos de saúde.
Lógico que são casos diferentes, mas SE os mesmos não tivessem acontecido eu jamais estaria aqui.
Logo e antes de falar, vá primeiro confirmar com a Senhora sua Mãe a ver se ela por acaso não teve nenhum aborto espontâneo, pois se sim, poderia acontecer que o amigo jamais teria nascido.
O mesmo se passará com os filhos de aquelas mães que optaram algures na sua vida em abortar por N razões e que mais tarde tiveram outro filho.
Quantos desses outros filhos hoje existiriam e poderiam dar graças a ter nascido caso as suas mães não tivessem abortado?

Por isso deixe-se de tentar usar exemplos que são apenas verdadeiras chantagens psicológicas e por favor, resuma-se a exemplos ou casos com contexto os quais possamos debater e discutir.

Um abraço,

IzNoGuud

P.S. - Se a Senhora sua Mãe, caro JTMB pode ter 9 Filhos foi porque teve meios e capacidade para isso, agora imagine o quanto é fácil para uma família em que os pais estejam desempregados a terem 9, 10 ou 15 filhos.
Existe, eu sei que sim mas em que condições?
Miséria já existe em larga escala caro amigo, se a podemos aliviar, porque não o fazer-mos?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.monarquicos.com
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 17:56:35

in 24 Horas de 08-02-2007



Um padre pelo SIM



Um padre de Viseu disse ontem que votará "SIM" no referendo de domingo,porque entende que deve acabar a humilhação das mulheres em tribunal e o "verdadeiro infanticídio"a que obriga a lei actual.



O padre Manuel Costa Pinto,de 79 anos,defende que a mulher deve ser libertada "dessa coisa vergonhosa que é o julgamento e os exames à sua vagina"e também do castigo da prisão e deu o exemplo de Jesus Cristo,que perdoou a adúltera.



"Jesus disse 'aquele que estiver sem pecado que atire a primeira pedra'e ficou apenas ele e a mulher.Então acrescentou:'Eu não te condeno,vai,e não tornes a pecar'.O nosso Magistério,papas e bispos,não podem esquecer isto",frisou.



Por outro lado,o padre afirmou não compreender como "pessoas sensatas"podem alhear-se do "verdadeiro infanticídio"que muitas mulheres cometem depois do nascimento dos filhos.



"Mulheres com medo,que não têm dinheiro para ir para o aborto clandestino e muito menos para o estrangeiro,disfarçam a gravidez até ao parto.Vão para uma casa de banho,sai uma criança,aí sim,já uma criança,metem-na num saco e deitam-na ao caixote do lixo,ao esgoto ou até no campo",lamentou.



Na sua opinião,estas situações só acontecem"por causa da lei que existe actualmente"."Eu voto'sim' sem qualquer dificuldade.Não tomo esta atitude de ânimo leve,sei a minha responsabilidade como católico e como padre",frisou,acrescentando não ter receio de ser excomungado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 18:05:19

IzNoGuud escreveu:
agora imagine o quanto é fácil para uma família em que os pais estejam desempregados a terem 9, 10 ou 15 filhos.
Existe, eu sei que sim mas em que condições?
Miséria já existe em larga escala caro amigo, se a podemos aliviar, porque não o fazer-mos?


Pois é e para o IzNo quando não se podem ter... MATAM-SE essa é para si a solução? MATÁ-LOS? Bravo, mostra bem qual o seu caracter, imagine que a Senhora sua Mãe também não lhe apetecia tê-lo...

INCRIVEL - MAU DE MAIS PARA SER VERDADE....


Última edição por em Qui 8 Fev - 18:11:05, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
IzNoGuud
Almirante da Armada
Almirante da Armada


Masculino
Número de Mensagens : 258
Data de inscrição : 26/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 18:09:42

Sim senhora, eis um membro do CLERO que consegue ter uma opinião baseada em questões que todos nós podemos debater e discutir.

E que apesar de ir contra a opinião geral da sua crença, não deixa de seguir o que a sua consciência dita.
Tiro o meu chapéu a este Homem, que sabe ir sofrer consequências pelas suas palavras mas que mesmo assim opta por seguir em frente.

Um abraço,

IzNoGuud
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.monarquicos.com
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 18:10:10

Beladona escreveu:
in 24 Horas de 08-02-2007



Um padre pelo SIM

Eu voto'sim' sem qualquer dificuldade.Não tomo esta atitude de ânimo leve,sei a minha responsabilidade como católico e como padre",frisou,acrescentando não ter receio de ser excomungado.


Este devia querer sair do anonimato, e não é que conseguiu? É o exemplo do mau Padre, mas é uma realidade, existem alguns (poucos, muito poucos Graças a Deus) assim.

Espero que Nosso Senhor na Sua Infinita Bondade o Perdoe, pois ele não sabe o que diz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
IzNoGuud
Almirante da Armada
Almirante da Armada


Masculino
Número de Mensagens : 258
Data de inscrição : 26/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 18:32:21

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Beladona escreveu:
Um padre pelo SIM

Eu voto'sim' sem qualquer dificuldade.Não tomo esta atitude de ânimo leve,sei a minha responsabilidade como católico e como padre",frisou,acrescentando não ter receio de ser excomungado.

Este devia querer sair do anonimato, e não é que conseguiu? É o exemplo do mau Padre, mas é uma realidade, existem alguns (poucos, muito poucos Graças a Deus) assim.

Espero que Nosso Senhor na Sua Infinita Bondade o Perdoe, pois ele não sabe o que diz

LOL, o amigo já viu que TODOS aqueles que não partilham da sua opinião têm forçosamente de estar errados?
Não há meio termo.
Para sim ou SE defende o NÃO, pelas razões que o amigo advoga ou se defende o SIM porque são todos uns assassinos.
Não acha nada de errado nesta sua forma de pensar?

Eu acho que muita gente defende o NÃO, por razões que me escapam, como o amigo por exemplo mas que muitos o fazem por não se reverem apenas em outras situações, o caso de como a forma em que a pergunta está formulada por exemplo. O Marcelo Rebelo de Sousa é um deles. Quando diz que só vota NÃO, por achar que a pergunta não deveria ser limitada às 10 semanas.
Assim como o mesmo se passa com os defensores do SIM.

Pense nisto caro amigo.

IzNo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.monarquicos.com
IzNoGuud
Almirante da Armada
Almirante da Armada


Masculino
Número de Mensagens : 258
Data de inscrição : 26/12/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 19:27:11

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
IzNoGuud escreveu:
agora imagine o quanto é fácil para uma família em que os pais estejam desempregados a terem 9, 10 ou 15 filhos.
Existe, eu sei que sim mas em que condições?
Miséria já existe em larga escala caro amigo, se a podemos aliviar, porque não o fazer-mos?


Pois é e para o IzNo quando não se podem ter... MATAM-SE essa é para si a solução? MATÁ-LOS? Bravo, mostra bem qual o seu caracter, imagine que a Senhora sua Mãe também não lhe apetecia tê-lo...

INCRIVEL - MAU DE MAIS PARA SER VERDADE....

Matar o quê caro amigo?
Do que é que o amigo está a falar?
Fala-me de crianças que já nasceram e que podem viver sem os seus pais? De crianças que podem ser dadas para adopção?

Ou fala-me de hipóteses de seres humanos. De entidades que não se sabe ainda se alguma vez sobreviverão ao período de gestação, o amigo sabe que HÁ mortes intra-uterinas não sabe e que se estas ocurrerem num período ainda inicial que o mesmo pode ser absorvido pelo corpo da Mãe, ou seja que pode ser "comido" pela mãe?
E então, aqui estaremos a falar da violação do direito de um "Ser Humano" ter a sua dignidade aquando da sua morte? Vamos começar a perseguir as mulheres em que tal situação ocurreu? Não creio.

Estamos sim a discutir o direito ou não de as mulheres poderem optar em prosseguir com uma gravidez ou não.
As razões que as levam a tal situação, não nos interessam para ESTE debate.

É claro, que eu não concordo com que o aborto seja apenas mais um método contraceptivo... sou até muito contra tal situação e defendo medidas contra essa mesma utilização.
Agora, não creio que forçar alguêm a ter filhos que não quer ter, seja porque motivos for (não poder, não o desejar, etc.) NÃO é definitivamente o caminho.

Logo o amigo está-me a falar de matar o quê concretamente?
Crianças?! Crianças são Nados Vivos.
Logo um Feto/Embrião NÃO é uma Criança.
Um Ser Humano? Para se ser Ser Humano, tem-se de passar por todo um ciclo que involve até ao seu Nascimento. Sendo que este marca a fronteira em que se entra de pleno direito no "Reino" dos Seres Humanos.
No máximo que me diga que estamos a falar de Proto Seres Humanos, aí sim, estaremos a falar da mesma coisa.

Um abraço caro amigo,

IzNoGuud
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.monarquicos.com
Beladona
Almirante
Almirante


Feminino
Número de Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/01/2007

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 20:28:23

Caro JTMB

Quem sou eu para rebater ou falar da vida pessoal de outra pessoa,mas como o amigo a tornou pública numa pequena parte,não posso deixar de lhe dizer,se me permite,que muito provavelmente a sua família não teve as acentuadas dificuldades de muitas das mulheres que fazem abortos por dificuldades de várias ordens.Noto que o amigo nasceu no seio de uma família formada por pai,mãe,etc.Portanto,uma família que se subentende por estável,só isso é meio caminho andando para,apesar das dificuldades na criação de oito filhos,todos se terem criado e educado.Não faça comparações com outras situações e que muitas oriundas de famílias ou nem isso,degradadas.

Os valores estimáveis que os seus pais lhe deram também eu dei aos meus três filhos(já adultos) e que hoje com orgulho vejo que se regem por valores humanos e de respeito para com "o outro".Dei-lhes as bases que achei serem necessárias para saberem discernir do que é a vida e dos meus conceitos,mas acima de tudo,dei-lhes a liberdade de usarem a sua cabecinha para terem os seus próprios discernimentos e valores pessoais.

Meu caro,o termo "valores" é subjectivo,pois o amigo fica horrorizado com os meus valores,eu pasmo com os seus,neste tema do aborto é claro.Portanto,para o amigo os meus filhos são mais três seres horríveis e sem valores,é a vida...

Meu caro,quanto ao seu último parágrafo respondo-lhe que felizmente ainda tenho o gosto de ter o meu pai comigo e que tem um orgulho enorme nas minhas opções.Os meus pais ensinaram-me sempre os valores que transmiti aos meus filhos e que resumindo são -o amor,o respeito e a liberdade de discernimento.

E,pelos vistos não sou única,pois o Iz também foi educado de maneira a hoje ser a favor, assim como eu,da Descriminalização da IVG,fico feliz por ver mais um jovem que respeita o direito de a mulher poder optar pelo que a sua consciência lhe ditar.

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Qui 8 Fev - 20:37:00

IzNoGuud escreveu:

Matar o quê caro amigo?
Do que é que o amigo está a falar?
Logo o amigo está-me a falar de matar o quê concretamente?

IzNoGuud


ISTO





É "ISTO" QUE VCS QUEREM MATAR... SE ISTO NÃO É SER UM ASSASSINO...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Despenalização do aborto   Hoje à(s) 0:47:42

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Despenalização do aborto
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 12 de 14Ir à página : Anterior  1 ... 7 ... 11, 12, 13, 14  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Irmão Lourival, fiquei muito curioso em saber sua opinião: quem conhece e pratica o Evangelho de Cristo pode ser a favor do aborto, assim como 76% da IURD?
» Aborto e Canibalismo, tudo a ver. Então entendi... Aborto, fim da Fome, dinheiro no bolso, etc... e o Diabo ganhando espaço.
» O empresário e pró-abortista Bispo Edir Macedo estaria comprando um Hospital. Será que é para fazer Aborto?
» Mulher gera bebê fora do útero e criança sobrevive Embora a gestação tenha colocado mãe e filha em risco de morte, a grávida se recusou a fazer um aborto

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: GERAL-
Ir para: