MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Será Duarte de Bragança um usurpador?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
AutorMensagem
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Sex 29 Dez - 20:36:01

Caro Zé Tomaz,

A esse respeito está a esquecer-se de uma conversa que tivemos:

As notas da página 125 são do seu tio Gustavo de Mello Breyner e foram escritas em 2002.

Foi o seu tio que faz referencia que a filha do rei D. Carlos tinha morrido uns anos antes de 2002 em Itália e que a tinha conhecido em S. Vicente de Fora.

Ora uns anos antes de 2002 e a morrer em Itália uma filha de D. Carlos reconhecida com o nome de Maria Pia...valha-nos Deus quer mais indicios.

Em justiça existe um principio, que não sei enunciar, mas que será mais ou menos isto:

é um animal. mia, tem 4 patas, cauda, parece um tigre em miniatura, logo é.....

http://www.ensp.unl.pt/lgraca/textos178.html

1. Tomás de Mello Breyner (1866-1933)

Thomaz de Mello Breyner é uma figura conhecida nos meios da política e da medicina do princípio do Séc. XX. É autor de um Diário de um monárquico, abarcando um período que vai dos últimos anos da Monarquia até à República. O diário, manuscrito, foi transcrito e anotado pelo seu neto Gustavo de Mello Breyner Andresen, e publicado pela Fundação Eng. António de Almeida.

Ora pela descrição do seu tio/ primo Gustavo e confrontado datas é fácil entender que a informação que o Zé Tomaz deu no seu ultimo post está redondamente errada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Sex 29 Dez - 21:24:14

valdez escreveu:
Caro Pedro Reis

Este que era o principal onde as mentiras eram divulgadas, não me parece estar a funcionar www.chivalricorders.org

Os outros dois limita-se a dar fé de uma situação provisória, como sabe as discussões legais só terminam quando os processos transitam em julgado e não há recursos. O que não é o caso. Vamos aguardar falta mais ou menos 1 ano e meio.

Então até lá deixe de afirmar coisas sobre as quais o único acórdão que existe é REVOGADO aka SEM RAZÃO PARA aka SEM FUNDAMENTO PARA.


A respeito disto: O que eu quero mesmo saber é em que raio se baseia o amigo valdez para sobrepôr a intenção declarada do Sr. D. Manuel, Rei de Portugal, de consagrar seu herdeiro o Sr. D. Duarte Nuno.

valdez escreveu:
Calculo que esteja a referir-se ao tal pacto fantasma de Dover cujo postal da época era este, vamos lá analisar:


1) lugar se ler no Livro Salazar e a Rainha, após a reunião de Dover que durou 5 minutos, tendo D. Manuel saido furioso o avô de Duarte Pio manda publicar em várias linguas o pacto NUNCA ASSINADO por D. Manuel.

É como a cópia do tal documento escrito por El-Rei D. Carlos, assinatura foi coisa que nunca se viu!!!

valdez escreveu:
Mesmo assim este pacto enterra completamente os Duartistas e Duarte Pio, por várias razões:

a)Remete a resolução desta situação para as cortes no 3º paragrafo.

Explêndido. Assim é que é falar!

valdez escreveu:
b) Em caso algum faltou a el rei D. Manuel sucessão, pois a irmã sucede a este.

Olhe que não porque a irmã do Rei a Sra. D. Maria Ana estava morta e enterrada há muito. Essa senhora Maria Pia quanto muito seria meia-irmã e na altura nem sequer se tinha pronunciado como pretensa filha do Rei D. Carlos, logo sim, D. Manuel não tinha sucessão e ao tomar o acto torna-o definitivo.

valdez escreveu:
c)No ponto 3 deste pacto diz, São restuituidos ao Sr. D. Miguel e sua familia os direitos de portugueses. isto quer dizer que estes senhores bem sabiam que não eram portugueses, logo não podiam passar na frente dos 36 primos e seis tias igualmente estrangeiros cujo grau de parentesco é mais próximo do rei.
Aliás o grau de parentesco de Duarte Nuno e Duarte Pio à face da lei 5º e 6º graus já não são sequer considerados parentes.

d) finalmente no ponto 4 do mesmo texto pedem a restituição das honras e titulos, o que significa a admissão que não os podiam usar, porque os tinham perdido, isto é tinham perdido o estado de nobreza, passando à condição de plebeus e traidores.

Uma coisa não implica outra. Restituir direitos de portugueses não implica que o não sejam, apenas que não usufruem dos mesmos. A um qualquer preso são negados certos direitos de portugueses e nem por isso o deixam de ser....duhhh. De igual forma, a restituição dos direitos encaixa-os automaticamente na linha de sucessão, com títulos e honras inerentes.

Tal como o Sr. afirma, a mesma razão, que leva a que Maria Pia seja o que o Sr diz ser, é aqui utilizada. A presunção de decisão real com carácter de Lei. Qualquer uma delas é abjecta, no entanto é a pretensa decisão do último monarca e não do penúltimo e logo de valor sobreponível.

Tal como o Sr. afirma e erradamente o facto de se ser estrangeiro é tanto válido para esta gente toda como para o seu, de facto, Italiano.

Estes ao menos ainda são primos muitíssimo afastados o seu italiano é quê mesmo ao Rei D. Manuel?

valdez escreveu:
Como D. Manuel não lhes devolveu nada eu pergunto afinal Duarte Pio é mesmo duque de quê?????

..de Bragança. A ter por linha de orientação os seus devaneios, os testemunhos de Paiva Couceiro e Luiz de Magalhães são igualmente comprovatórios de que de facto houve o pacto e nem que seja por 5 min. existe toda a certeza de que de facto ele ocorreu. O mesmo já não se pode dizer da suposta noite de paixão do Sr. D. Carlos ou seuqer do documento de paternidade. Estas personagens não são menos credíveis que os "amigos" de Maria Pia o Sr. D. Alfonso e seu filho.

valdez escreveu:
Cara Ana Rita a liberdade de opinião e de pensamento está devidamente consignada na Constituição, bem como a sua difusão. Isto para lhe dizer que sou livre de defender as ideias que me apetecerem, respeito as suas e espero que mesmo discordando respeite as minhas.

O resto caberá ao povo, a Ana Rita não é mais iluminada que eu ou que outros, cada qual terá as suas razões, o unico que não tem razões nenhumas é Duarte Pio "o rei faz de conta".

Existe um limite para tudo, inclusivamente para a liberdade de expressão.
O que o Sr. defende é lesa-pátria e pode ser encaixado como um acto de traição, tenha cuidado com o que vai expôr no seu site, porque concerteza haverá muita gente atenta. Fica o aviso feito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Sab 30 Dez - 0:55:36

Caro Zé António

Esqueces-te que eu tenho os Diários TODOS, (38 anos) e não apenas os que estão publicados. Sei exactamente a data em que a Senhora referida pelo meu Tio Gustavo nasceu, até sei quem era a Mãe, mas...não digo, pois há coisas que nunca virão a publico.

Continuo a dizer que quando a Hilda nasceu SM já não podia procriar.

Abcs

Zé Tomaz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Sab 30 Dez - 1:50:21

Caro Pedro Reis,

O que lhe posso assegurar é que o tal senhor está mais do que entalado e a prova é que ele desligou o site das mentiras. O resto é assim uma espécie de protesto já a perder os decibeis, pois ele bem sabe que está mais do que entalado, pois não foi capaz de apresentar provas que contradissessem as de D. Rosário. Por isso desligou o site!

Está enganado o documento assinado pelo rei D. Carlos foi visto quer pelo rei Alfonso XIII, pelo seu braço direito que veio a ser governador do banco de Espanha que disso deram testemunho e foi até com base nesses testemunhos que foi feita a reconstrução do certificado, uma vez que a igreja em questão foi incendiada durante a guerra civil Espanhola e por esse motivo se perdeu o original.

D. Manuel não torma nada definitivo porque tal pacto nunca existiu e a existir não tinha qualquer validade legal. Mostre lá o pacto com a assinatura do D. Manuel...quero ver!
Outra prova evidente é que D. Manuel não devolveu titulos a esta gentalha. Outra prova é que a rainha nunca os gramou e se foi madrinha e lhes deixou bens, foi por procuração e para satisfazer os pedidos de Salazar. Ela quiz agradar a Salazar, nada mais. Leia o livro Salazar e a Rainha é claro como cristal.

Ninguém restituio direitos a Duarte Nuno ou Duarte Pio a respeito da Nacionalidade. Simplesmente a revogação das leis do banimento e proscrição passaram a permitir a entrada em território nacional, mas em caso algum lhes restituiram a nacionalidade.

Ao contrário de si eu sei do que falo porque tenho em meu poder certificados de registo de nascimento de Duarte Nuno, Duarte Pio e de casamento de Duarte Nuno com a Srª Francisca.

E por esse motivo lhe digo que Duarte Nuno passou a português em 61, alegando já cá residir à não sei quantos anos, mas faz uma trafulhice em 45 ao apresentar-se perante as autoridades como português, que não era para dessa forma branquear o nascimento do filho que é Suiço e que com esta vigarice do pai, Duarte Pio ficou com BI português...até ver...

Eu acuso esse senhor Duarte Nuno de prestar declarações falsas para obter por essa via uma nacionalidade a que o filho Duarte Pio não tinha direito.

E desafio quem de direito a colocar-me um processo se acharem que o que eu afirmo é mentira, é um desafio publico para quem quizer!!!!

Lesa Patria é o fim do escudo, a perda de independencia e o controlo de Bruxelas sobre o nosso sitema legislativo, o fim da agricultura, o fim das industrias, a globalização.... tem por ai muitos traidores para se entreter, escusa de vir embicar para o meu lado que está muito enganado quanto à minha pessoa.

Sou português e dos da velha raça, com aquilo que falta a muitos e que começa pela letra T!

Espero que como diz muita, mas muita gente venha a ver o site e esteja atenta ao mesmo, pois vai ser uma bola de neve que vai contribuir para a avalanche que vai cilindrar o rei de faz de conta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Sab 30 Dez - 4:04:27

Caro Zé Tomaz,

quem não deve não teme e se as coisas não veem a publico é para que não se descubra a verdade.

Mas no caso em questão existem duas hipoteses ou é a mesma pessoa a D. Maria Pia que nós defendemos e a que aparece no diario e neste caso o rei D. Carlos para proteger a sua amada, mandou alterar o nome da mãe de Grimaneza Vieira de Lima para Maria Amélia Laredó ( uma espécie de protecção de identidade para garantir a segurança da mãe e filha).

Ou então são duas pessoas diferentes e está provado e confirmado o precedente do Rei ter reconhecido filhos extra matrimoniais.


Agora uma coisa é certa o diário faz referencia a Grimaneza Viera de Lima como tendo morado numa rua qualquer de Lisboa ( não o tenho aqui ao pé de mim e está um frio de rachar para ir lá ao escritório onde o tenho) esta página do diário é de 4 de Janeiro de 1905 se não me falha nada.

Depois aparece o teu tio/ primo não sei bem, Gustavo de Mello Breyner a comentar em 2002 que esta senhora ( Grimaneza)era Brasileira, tinha tido uma filha RECONHECIDA de D. Carlos que ele se tinha encontrado com ela em S. Vicente de Fora e que tinha morrido à poucos anos em Itália.

Ora D. Maria Pia era filha de mãe Brasileira, filha reconhecida de D. Carlos e morreu em 95 em Itália o que reportando a 2002 que é a data do comentário de Gustavo Mello Breyner é muita coincidencia....

É a tal história, se mia, tem 4 patas e parece um tigre em miniatura.....

Mas independentemente de tudo o resto ela foi efectivamente reconhecida e o seu certificado de batismo validado com todo o conteudo no qual se inclui a mercê de D. Carlos, que a reconhece como filha e Infanta da Casa de Bragança.

Aliás a Igreja fez até uns comentários muito duros e nada abonatórios para a pessoa de Duarte Nuno na sentença Rotal.

Se Duarte Nuno e Duarte Pio reconheceram na Igreja legitimidade para julgar este caso, recorde-se que foi o próprio Duarte Nuno que o desencadeou, obrigatóriamente tem de acatar a decisão da sentença Rotal em toda a sua consequência que é confirmar a legitimidade de SAR. D. Maria Pia e ficarem no seu lugar.

Para quem não conhece depois da primeira sentença tiveram 12 anos para apresentar recurso e nunca o fizeram, foram 12 longos anos e quer Duarte Nuno, quer Duarte Pio ficaram calados e quietos, pois bem sabiam a verdade.

Aliás se tens o livro Duarte e a democracia, no próprio parecer do Ministério dos Negócios Estrangeiros em momento algum é posta sequer em causa a filiação de D. Maria Pia, pelo contrário!

O parecer depois tem é vários erros de base o primeiro e mais grave de todos é logo o próprio parecer ser do estado republicano ( mas isso entende-se era o padrinho Freitinhas que estava à frente do Ministério e que quiz dar um agrado ao compadre Duarte....)

Depois é giro como na falta de argumentação naqueles que foram durante anos os pilares de Duarte, remeta para o direito consuetudinário internacional, que foi obviamente mal interpretado, mas cuja recorrencia nos é extremamente querida para provar com pontos nos iiiis que quem tem toda a legitimidade é D. Rosário e não Duarte Pio.

Obrigado direito consuetudinário!! Em breve estarás vivo na nossa página!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Sab 30 Dez - 16:45:33

Caro Zé António

Não é Vieira de Lima mas sim Vianna de Lima, e a filha que ela teve de El Rei Dom Carlos nasceu MUITOS anos antes da Hilda Toledano. Sei porque foi meu Bisavô acompanhado de outro distinto colega que assistiu ao parto a pedido de El Rei. Essa filha casou e tem descendentes razão pela qual não não refiro aqui o actual nome de familia dessas pessoas. Posso também dizer-te que essa Senhora não foi registada como filha de El Rei mas sim de outra pessoa. Tudo isto está escrito num dos diários de meu Bisavô que espero nunca seja publicado.

Continuo a dizer com base em escritos (que até já foram mostrado A Quem de Direito) que El Rei Dom Carlos à data do nascimento da Senhora Hilda Toledano já não podia procriar.



Um abc


Zé Tomaz


Zé Tomaz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Sab 30 Dez - 18:20:53

Caro Zé Tomaz,

Algo não bate certo na conversa. O comentário de Gustavo de Mello Breyner é claro como água. Maria Pia, filha RECONHECIDA do rei D. Carlos, morreu à pouco tempo em Itália.

O livro em referencia " diário de um monarquico 1905-1907" foi publicado em Dez de 2002 com as anotações de Gustavo de Mello Breyner que é quem publica. Mas em Setembro desse mesmo ano pelas notas que podemos ver o trabalho estava concluido e pronto para a grafica.

Ou seja na pior das hipoteses esse comentário( anotação de Gustavo Mello Breyner) teria um ano ou dois o que nos faria recuar no maximo a 2000. Para quem diz morreu à pouco em Itália....uma filha reconhecida de D. Carlos....de Nome Maria Pia, bate muito certo com a situação de D. Maria Pia que efectivamente morreu em Itália em 1995.

Mas em relação ao envolvimento e apoio da tua familia com D. Maria Pia, ainda vais ter muitas surpresas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

PS: Caro Zé Tomaz e demais foristas, só mais uma achega, se os Duartistas eufóricamente aceitam a ingerencia da républica nas questões monarquicas, então tem de aceitar em todas as consequências entre as quais, que a lei não admite o conceito de filhos bastardos, são todos filhos em igualdade perante a lei, nos direitos e nos deveres, ora aqui fica mais uma para o fim do Duarte.

É que uns dias escudam-se nas leis da monarquia, nos outros nas da républica, de acordo obviamente com a conveniencia. Só que por uma lado ou outro cada vez se torna mais evidente que Duarte Pio não tem por onde se lhe pegue.

Bom ano para todos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Sab 30 Dez - 19:02:00

Caro Zé Tomaz

Sabendo nós que acompanha as discussões no Fórum Genea, e nele, muitas vezes se dizem coisas interessantíssimas, gostaria de aproveitar a sua participação neste Fórum para lhe colocar algumas questões relacionadas com os temas por lá desenvolvidos. Mesmo que não nos queira responder, pelo menos saberá indicar-nos onde poderemos encontrar as respostas.

Assim, perguntava:

Alguma vez, (para além do caso único, dum filho bastardo de Afonso XIII de Espanha) se reconheceu como legítimo, um filho ilegítimo dum rei, indo-se ao ponto de o incluir na linha de sucessão? Há alguma referência no Direito Consuetudinário que explicite a inclusão de bastardos na linha de sucessão?

No caso que expôs, de haver mais filhas de D. Carlos I, ainda antes de Hilda Toledano (e hoje, pelo DNA, consegue-se provar a paternidade - já antes, também era possível, pelas proteínas M, N, O e P, além das tradicionais, A e B) e no seguimento da questão anterior, de que hipoteticamente os bastardos entrariam na linha de sucessão, então Hilda Toledano nada teria a reivindicar por não ser a filha bastarda mais velha?

Devem-se separar as águas, ou seja, devemos frisar que uma questão é a Chefia de Estado, da inteira responsabilidade da Comunidade e de quem a representa, as Cortes Gerais, e outra, a transmissão de títulos nobiliárquicos, e concretamente neste caso o de duque de Bragança. Quererá indicar-nos, quais as regras de transmissão desses títulos quer dos de juro e herdade, quer dos outros (uma ou duas vidas)? Em que condições se dá a extinção dum título? A transmissão requerer sempre reconhecimento régio? Ou só nalguns casos?

Concorda que alguém neste momento possa usar as Armas Reais de Portugal sendo estas de uso exclusivo do Rei?

Caro Zé Tomaz, irá ter alguma paciência para me responder, por isso, desde já, o meu sincero agradecimento.

Aceite um abraço,

Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Sab 30 Dez - 19:37:05

Caro Encoberto,

Não era Ilda Toledano, esse é o pseudonimo literário de D. Maria Pia Saxe Coburgo e Bragança.

A questão que coloca é deveras interessante, mas que eu saiba até agora dos filhos bastardos de D. Carlos, D. Maria Pia é a unica que para além de reconhecida foi agraciada pela mercê do pai como Infanta da Casa de Bragança, e isso é que faz toda a diferença.

Se conseguirem provar a existencia de outros filhos de D. Carlos mais velhos e nas mesmas condições de reconhecimento de paternidade e Infantes, ai poderia haver outras alternativas....mas não creio.

De qualquer forma sempre de acordo com os principios da AMT, as Cortes são soberanas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Sab 30 Dez - 21:13:34

Caro Encoberto

El Rei Dom Carlos teve pelo menos uma filha (não reconhecida OFICIALMENTE) extra matrimónio. Diz-se que teve muitos outros, mas o certo é que não reconheceu NENHUMA, nem sequer esta Maria Pia filha da Grimaneza Vianna de Lima que foi registada como sendo filha de outra pessoa. Segundo as leis da sucessão um filho bastardo não podia suceder no trono.

Continuo a dizer que posso provar que SM na data em que nasceu a Hilda Toledano NÃO PODIA TER FILHOS.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Sab 30 Dez - 23:44:08

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:45:52, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Dom 31 Dez - 0:14:38

Caro Zé

Ou não sabes ler... ou estás só a brincar.

1 - A Maria Pia de quem o meu Tio Gustavo fala é filha da Grimaneza Vianna de Lima, e não de nenhuma Amélia Laredo. Isso é está lá escrito.

2 - A data de nascimento eu sei-a pois o seu nascimento está descrito num dos Diarios do meu Bisavô, está inclusive escrito o nome da pessoa que fez de Pai dela no registo.

3 - Só não divulgo pormenores uma vez que a Senhora em causa tem descendentes conhecidos e não estou autorizado, nem quero, fazê-lo. O apelido que usam os descendentes da filha da Grimaneza Vianna de Lima é bem conhecido actualmente em Portugal e sei que nessa familia alguns dos seus actuais membros conhecem esta história. E mais não posso dizer, peço-te que entendas.


Um abc


Zé Tomaz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Dom 31 Dez - 3:06:18

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:46:21, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Dom 31 Dez - 15:23:48

Caro Zé

Meu Tio Francisco Sousa Tavares era sempre do contra, e deve ainda ter ganho umas "massas" à conta da Hilda Toledano. Minha Tia Sofia sempre foi apoiante do Senhor Dom Duarte que a visitou na CUF antes dela morrer e esteve presente no enterro dela. Não digas o que não sabes. Em 1907 já El Rei Dom Carlos não podia ter filhos há uns bons anos. De qualquer maneira Grimaneza Vianna de Lima e Maria Amelia Laredo e Murca são nomes completamente diferentes. Meu Bisavô refere nos seus Diarios várias "amigas" de El Rei Dom Carlos,mas NUNCA fala desta Maria Amelia, pelo que tenho a certeza que ela NUNCA tenha existido como "amiga" de El Rei.

Aliás Jean Pallier no seu livro, após alguma investigação também deve a certa altura ter chegado à mesma conclusão daí imagino que arranjou outro enredo e a "fez" filha do Principe real.


Um abc


ZT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: re   Dom 31 Dez - 20:03:36

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:46:50, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Dom 31 Dez - 20:25:54

Citação :
Em relação, aos teus Tios, sei muito bem o que estou a dizer e vou provar com documentos, mas não agora, não é o momento oportuno.


Tios é muito, basta Tio, uma vez que eu saiba a minha Tia Sofia nunca foi apoiante dessa mulher. E ele próprio quando foi deve ter sido 1º porque gostava sempre de ser do contra e depois deve ter ganho algum á conta dessa senhora.

Mas o que interessa são os factos e os factos estão todos bem descritos nos Diários do meu Bisavô.



abc


ZT
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Dom 31 Dez - 21:32:09

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:47:32, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Ter 2 Jan - 4:08:49

valdez escreveu:
Caro Pedro Reis,

O que lhe posso assegurar é que o tal senhor está mais do que entalado e a prova é que ele desligou o site das mentiras. O resto é assim uma espécie de protesto já a perder os decibeis, pois ele bem sabe que está mais do que entalado, pois não foi capaz de apresentar provas que contradissessem as de D. Rosário. Por isso desligou o site!

Ora aí está um argumento verdadeiramente categórico! Mas ao que parece o tribunal deu razão ao Sr. Guy Stair Sainty!! Ele há coisas do demo...até a justiça é cega!!

valdez escreveu:
Está enganado o documento assinado pelo rei D. Carlos foi visto quer pelo rei Alfonso XIII, pelo seu braço direito que veio a ser governador do banco de Espanha que disso deram testemunho e foi até com base nesses testemunhos que foi feita a reconstrução do certificado, uma vez que a igreja em questão foi incendiada durante a guerra civil Espanhola e por esse motivo se perdeu o original.

O Paiva Couceiro diz o mesmo...

A mim nada me garante das intenções do rei D. Alfonso, se estava coagido contra vontade, sob chantagem é para mim uma hipótese tão ou mais válida como outra qualquer que justifique tal acto.

valdez escreveu:
D. Manuel não torma nada definitivo porque tal pacto nunca existiu e a existir não tinha qualquer validade legal. Mostre lá o pacto com a assinatura do D. Manuel...quero ver!
Outra prova evidente é que D. Manuel não devolveu titulos a esta gentalha. Outra prova é que a rainha nunca os gramou e se foi madrinha e lhes deixou bens, foi por procuração e para satisfazer os pedidos de Salazar. Ela quiz agradar a Salazar, nada mais. Leia o livro Salazar e a Rainha é claro como cristal.

Mostre lá o documento "fac simile" assinado por El Rei D. Carlos? Não pode pois não? É uma chatice....olhe que as suas testemunhas não são mais credíveis e segundo consta esses testemunhos só foram usados quando já estavam todos mortos, sem hipótese de se retractarem!

Das razões de SM A Rainha nem me prenuncio, apenas me prendo nos actos. Mas falando em livros, leia " Eu, Amélia última Rainha de Portugal". Também é claríssimo.

valdez escreveu:
Ninguém restituio direitos a Duarte Nuno ou Duarte Pio a respeito da Nacionalidade. Simplesmente a revogação das leis do banimento e proscrição passaram a permitir a entrada em território nacional, mas em caso algum lhes restituiram a nacionalidade.

Ó amigo se se revoga uma Lei por completo, revoga-se todo o seu teor...leia a Lei do Banimento e o Decreto de revogação e pare de inventar. Não há excepções à revogação do que se entende todo o seu conteúdo.

valdez escreveu:
Ao contrário de si eu sei do que falo porque tenho em meu poder certificados de registo de nascimento de Duarte Nuno, Duarte Pio e de casamento de Duarte Nuno com a Srª Francisca.

O Sr. acha que sabe do que está a falar, o que é substancialmente diferente.

Se soubesse efectivamente do que fala não argumentava que o Sr. D. Duarte tem 6 tias e 36 primos à sua frente, porque a saber-se a sua pretensa Infanta tinha duas filhas a quem suprime os "direitos" para os "endoçar" no seu Italiano e que não lhe "era" nada. Nem falava de certidões de nascimento e nacionalidade dúbia quando de certeza absoluta o seu "herdeiro" é Italiano de papel passado e sem dúvida...

O Sr. é tão contraditório no seu discurso que usa dos mesmos argumentos para rebater num sítio e apoiar no outro....seja coerente duma vez por todas e não me venha com estórias da Cinderela. Isto é um sapatinho bem maior que o pé de chinela...

valdez escreveu:
E por esse motivo lhe digo que Duarte Nuno passou a português em 61, alegando já cá residir à não sei quantos anos, mas faz uma trafulhice em 45 ao apresentar-se perante as autoridades como português, que não era para dessa forma branquear o nascimento do filho que é Suiço e que com esta vigarice do pai, Duarte Pio ficou com BI português...até ver...

Esse "até ver" é até morrer...tudo o mais que diz é mera retórica sem nexo. Voltamos ali à revogação da Lei do Banimento, mas isso é demasiado complicado para o meu amigo entender....

Se quer falar de trafulhices podemos, aqui , fazer um prelúdio da história da vida da Sra Maria Pia...temos muito que analisar!!

valdez escreveu:
Eu acuso esse senhor Duarte Nuno de prestar declarações falsas para obter por essa via uma nacionalidade a que o filho Duarte Pio não tinha direito.

Se começarmos a falar em falsas declarações onde é que acaba a lista onde o Sr. se apoia? Não estou a dizer que são suas.

Uma vez revogada a Lei todos esses direitos são readquiridos sem olhar à naturalidade da criatura. O local de nascimento não importa em rigorosamente nada. Pense que, a não existir a Lei, o Sr. D. Duarte teria sido livre de nascer em Portugal, finda a Lei nada nos garante que não tivesse sido esse o caso e posto isto, e uma vez revogada, todas as suas implicações são igualmente revogadas com efeitos retro e proactivo.

Mais, tendo por base a declaração dos Direitos do Homem, documento escrito em 45 e subscrito em 1956 por Portugal e analisando o mesmo, tem-se que, de entre muitos, os artigos 9º, 13º e 15º, por si só reabilitam os direitos, que o Sr. tanto clama não lhe serem devidos!!

Isto acontece todos os dias em tantas outras matérias. Onde o Sr. podia argumentar, e bem, era sobre a ilegitimidade da República em faze-lo, mas se aceita o facto como consumado tem de aceitar as consequências do mesmo. Considere isto um dica eu depois contraponho ali com a Declaração dos Direitos do Homem!!

valdez escreveu:
Lesa Patria é o fim do escudo, a perda de independencia e o controlo de Bruxelas sobre o nosso sitema legislativo, o fim da agricultura, o fim das industrias, a globalização.... tem por ai muitos traidores para se entreter, escusa de vir embicar para o meu lado que está muito enganado quanto à minha pessoa.

Aqui até concordo consigo, mas cabe-lhe a si demonstrar-me o quanto eu estou enganado. Afinal não sou eu que defendo um Italiano para Rei de Portugal. Eu defendo a inexistência dum herdeiro presuntivo, a desabilitação do título de Duque de Bragança como prerrogativa do Príncipe Real e a devolução às Cortes da determinação da 5ª dinastia.

O que não faço é atacar o Sr. D. Duarte porque a meu ver pode muito bem vir a ser SM D. Duarte II, caso seja essa a intenção das Cortes e contra isto não há Rota Roma ou tribunal algum que se possa sobrepôr á vontade expressa dos representantes do Povo Português.

Já o seu Italiano é inversamente o contrário, pois se isso for uma possibilidade quase que se abrem portas para que tenhamos a Dinastia Soares, Sampaio ou outra qualquer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Ter 2 Jan - 12:37:16

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:48:25, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Ter 2 Jan - 14:51:35

valdez escreveu:
Caro Pedro Reis,

O tribunal nesta fase deu razão porque foi influenciado por um parecer do ICOC, que entre outras coisas dizia que os documentos de D. Rosário era todos falsos.

D. Rosário agarrou nos documentos entregou à policia Judiciaria Italiana e pediu uma declaração de autenticidade ou não dos mesmos, foi ai que o Sr. Guy ficou entalado e agora está metido numa camisa de 7 varas porque os documentos foram confirmados na sua autenticidade.

Esperemos um ano, ano e meio voam...

Em relação à confirmação de D. Maria Pia, o prórprio padre que fez o batizado que foi mais tarde arcebispo confirmou tudo, aliás a Igreja não faz favores a ninguém e pelo contrário cria inumeras dificuldades em qualquer processo canónico, se a situação foi confirmada pela Rota Roma, não existe tribunal mais exigente nem sério do que este.

Bládi bládi bládi

Até lá agarre-se ao que existe: revvocato

valdez escreveu:
Caro amigo a revogação das leis não tem efeito retroactivo, por isso o efeito só se produz a partir do momento da revogação para a frente. No caso em questão nunca poderia afectar aspectos de sucessão porque é um assunto onde a républica não se pode ingerir. Só afectou aspectos de entrada em território nacional. Por não ter efeito retroactivo é que Duarte Nuno so adquire a nacionalidade em 61, o que faz que em 45 era Austriaco casado com brasileira, logo Duarte Pio é Suiço!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Engano seu. Tem efeitos retroactivos em tudo o que atente contra os direitos fundamentais da condição humana e nós não estavamos a falar de sucessão, mas sim de nacionalidade. Que o Sr. D. Duarte tenha nascido Suíço é meramente uma contigência da Lei do Banimento, finda a mesma não há motivo para que se arrogue a intitular-lhe termo de definitivo.

valdez escreveu:
D. Maria Pia tinha duas filhas, uma morreu e a outra concordou por escrito com a decisão da mãe, e mesmo que não tivesse concordado, o direito consuetudinário internacional aplicavél a casas reais exiladas permite uma figura que se chama cooptação que e a abdicação a favor de alguém não consanguineo que dê as garantias de seguimento da casa dinástica em questão.

Ora bolas...e eu a pensar que o Sr. D. Manuel não podia ter legitimamente reconhecido como seu herdeiro D. Duarte Nuno, afinal estou errado!

valdez escreveu:
Quandto aos artigos que invoca da Declaração dos direitos do homem:

ARTIGO 9.º

Ninguém pode ser arbitrariamente preso, detido ou exilado.

O ex. infante D. Miguel assinou a Convenção de Evora Monte e como todos sabemos não foi arbitráriamente, foi culpado de milhares de mortes, sorte teve ele pela piedade do irmão não lhe ter dado o destino na ponta de uma corda como ele ARBITRÀRIAMENTE fez a tantos portugueses e até a familias inteiras.

ARTIGO 13.º

1. Toda a pessoa tem o direito de livremente circular e escolher a sua residência no interior de um Estado.


2. Toda a pessoa tem o direito de abandonar o país em que se encontra, incluindo o seu, e o direito de regressar ao seu país.




ARTIGO 14.º

1. Toda a pessoa sujeita a perseguição tem o direito de procurar e de beneficiar de asilo em outros países.

2. Este direito não pode, porém, ser invocado no caso de processo realmente existente por crime de direito comum ou por actividades contrárias aos fins e aos princípios das Nações Unidas.

Pois....Sr. D. Miguel, não Sr. D. Duarte Nuno nem Pio....

valdez escreveu:
D. Miguel matou muito mais gente que o Sadam, se fosse hoje devia era estar a ser julgado por crimes contra a humanidade, como é possivél ser-se tão bruto ainda a defender esta gente.

Já o avisei 1 vez acerca dos adjectivos, não aviso 3ª.

Pela mesma ordem de ideias e uma vez que falamos em termos de guerra civil, quanta gente morta devemos contabilizar à responsabilidade de D. Pedro? É que sabe também eram Portugueses....

valdez escreveu:
Pela sua lógica os filhos do Sadam tem todo o direito de continuar a governar o pais. Olhe que o Sadam foi enforcado por cento e poucas mortes. O Ex infante foram 70.000

Não é pela minha, é pela lógica de que sendo filhos e se não tiverem nada que os impeça pode-lo-ão fazer sempre que assim seja a opção de que quem por eles queira ser governados. Se o Iraque fosse uma Monarquia e nada se pudesse atribuir aos seus filhos...sim, parece-me bastante lógico.

Tem a certeza de que o Sr. D. Miguel matou pessoalmente esses 70000 ou sequer tenha ordenado a sua morte? A mim parece-me que o Sr. confunde uma ordem de execução com as baixas duma guerra civil, mas adiante eu já espero de tudo.

valdez escreveu:
ARTIGO 15.º

1. Todo o indivíduo tem direito a ter uma nacionalidade.

2. Ninguém pode ser arbitrariamente privado da sua nacionalidade nem do direito de mudar de nacionalidade.


Eles tem nacionalidade Austriaca, o que nem sequer é chocante pois era já a origem deles.

O que em nada os impede de optarem pela nacionalidade portuguesa finda a Lei do Banimento. É neste ponto que se verifica a retroactividade da revogação. Nem sequer é tido como um processo de naturalização, mas sim a formalização dum direito adquirido, suspenso pela Lei do Banimento.

valdez escreveu:
Além do mais esta convenção nem se aplica ao caso em questão uma vez que é de 1956 e estamos mais uma vez a falar de coisas de 1834 até 1950.

Que ficaram resolvidas depois dessas datas....logo pode e deve ser levada em linha de conta.

valdez escreveu:
O Sr. Diz que a minha conversa é confusa, agradeço que me envie a sua morada para que lhe possa enviar um espelho, dever ter falta deles ai por casa.

Estou convencido de que um dia irá perceber que não é por apontar a lama nas barbatanas dos outros, que vai melhorar o seu estilo de natação. Mais a mais, porque nem sequer me choca muito que não entenda o que escrevo, até me parece-me bastante natural, é simplesmente demasiado para si!

valdez escreveu:
Quanto ao D. Rosário, ao contrário de Duarte que se impinge a toda a brida, por onde passa, a nossa posição é que seguimos uma determinada sequência histórico legal, para explicar o porquê desta situação, depois apresentamos o nosso projecto, finalmente vamos lutar pelo ideal monarquico e no fim se o povo se inclinar para isso ( por enquanto mal ou bem vivemos em républica e tudo o resto é virtual) D. Rosário será pretendente junto com outros que possam surgir e ir a votos para dar origem à 5ª dinastia. Se o povo o escolher por maioria qual é o seu problema? O povo é sobereno!!!

O meu problema já lho disse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Ter 2 Jan - 15:50:22

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:44:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Ter 2 Jan - 18:32:29

Caro Zé

Por vezes dizes enormidades tão grandes que nem vale a pena responder, e falas como se tivesses conhecimento de causa de matérias das quais sabes pouco.

Neste caso do Site do Guy experimenta lá abrir estes links:



http://www.icocregister.org/index.htm

http://www.icocregister.org/2004main.htm


E vê lá se não está a funcionar em PLENO.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Ter 2 Jan - 18:34:22

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 6:44:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Ter 2 Jan - 18:42:27

Caro Zé

Já agora... dá também uma voltinha neste link



http://www.armorial-register.com/arms-pt/arms-braganza-hrh.html


Trata-se só e mais nada do que o que está escrito no Burke's Peerage & Gentry International Register of Arms, considerado uma "BIBLIA" pelos entendidos. Por muito que pesquise não encontro lá armas Poidimani muito feliz muito feliz muito feliz muito feliz muito feliz muito feliz muito feliz muito feliz muito feliz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Ter 2 Jan - 19:15:56

bla bla


Última edição por em Sex 5 Jan - 19:45:17, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Será Duarte de Bragança um usurpador?   Hoje à(s) 0:49:33

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Será Duarte de Bragança um usurpador?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 6Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte
 Tópicos similares
-
» POR TUAS PALAVRAS VOCE SERÁ JUSTIFICADO E POR TUAS PALAVRAS VOCE SERÁ CONDENADO! (MT 12:37) postado por Jahyr
» O PASTOR ABÍLIO FAZ UM EXAME NAS NOSSAS DOUTRINAS... SERÁ QUE ELE TEM RAZÃO???
» PR PASTOR CLAUDIO DUARTE CONTA A HISTÓRIA DO MULHERÃO
» Pr Claudio Duarte Tema: Mate o Seu Uzias - Pregação completa n
» Pastor Claudio Duarte falando sobre o divorcio.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: SUCESSÃO-
Ir para: