MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Liberdade de Expressão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
administrador
Almirantado
Almirantado


Masculino
Número de Mensagens : 41
Idade : 53
Data de inscrição : 08/12/2005

MensagemAssunto: Liberdade de Expressão   Sex 6 Jan - 4:24:44

Aqui poderá falar de monarquia, expressando o que lhe vai na Alma e no Coração, sem medo de ser banido. Não necessita de registo prévio.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://monarquia.actifforum.com
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Qui 2 Fev - 18:11:21

Desde já quero felicitar este espaço, sem censura podemos expressar o que nos vai na alma!


Sou monárquico e concordo com algumas coisas da AMT! Não posso deixar passar em branco o seguinte, e talvez alguém me possa esclarecer, a questão dos títulos nobiliárquicos. É verdade que desde 1910 todos os títulos nobiliárquicos foram abolidos, embora apenas e somente cada um sabe, caso os títulos não fossem abolidos, se seriam ou não portadores de algum título. Pois, por vezes pergunto-me o que fizeram de tanto barão e visconde?! Actualmente vemos certos srs., e sem querer entrar em pormenores e em conflito com quem quer que seja, a usar "Dom..", tal como antigos títulos portugueses, tendo sido todos eles abolidos! Ora, se alguns srs. andam por aí a "utilizar" títulos, por que é que só alguns os utilizam e são reconhecidos por tal, e outros não?!
Sendo muitas vezes esses outros "genuínos" e não esses srs. que por aí andam!


Agradecia qualquer esclarecimento!

Novamente um obrigado por este espaço!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Qui 2 Fev - 19:01:16

É bom saber que exista monárquicos que não são a favor da Causa Real, nem de Duarte de Bragança! Porque apesar de ser casado com a neta de um traidor, anda a usar um título que pelo que parece nem sequer é dele e mesmo que fosse, como alguém já aqui sublinhou, os títulos foram todos abolidos! Ora, que falso rei é este que é apoiado por um grupo de senhores, nunca os vi mais gordos é certo, mas que se apesentam todos como o "único" movimento monárquico credível! Que tal acabarem com a palhaçada?! Muitos de nós também somos netos, bisnetos e trisnetos, de alguns senhores portadores de títulos, mas não andamos por aí a passear perante a imprensa a dizer que somos ou que deixamos de ser! Que tal acabar com a farsa, ninguém elegeu ninguém, e se estas palhaçadas continuarem, nunca nenhum rei será elegido! Queremos um rei capaz e que tenha uma mão forte para impedir certas coisas de acontecerem, não queremos nenhum palhaço! Para ver palhaços vamos ao circo, agora já nem é precisso, basta olhar para a Assembleia da República, tudo uma cambada de palhaços que valorizam interesses económicos, em vez de interesses nacionais! O país enterra-se e ninguém parece fazer nada, todos ficam imóveis perante este circo! É bom que os monárquicos façam a união, para pôr fim a esta pouca vergonha! Penso que a única solução seria a criação de um partido, embora não pudesse ser qualquer um a liderá-lo, muito menos um "republicano coroado"! Pois, Duarte de Bragança é tão herdeiro ao trono de Portugal, como qualquer um de nós! Para o bem do movimento monárquico em geral, é bom que se comece a sentir a nossa voz e não de ninguém daquele circo chamado "Causa Real", muito menos "Casa Real"!


Um agradecimento a espaço, e um bem-haja ao movimento monárquico em geral!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Qui 2 Fev - 23:11:25

admin escreveu:
Aqui poderá falar de monarquia, expressando o que lhe vai na Alma e no Coração, sem medo de ser banido. Não necessita de registo prévio.
Twisted Evil Twisted Evil
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Qui 2 Fev - 23:13:06

Anonymous escreveu:
Desde já quero felicitar este espaço, sem censura podemos expressar o que nos vai na alma!


Sou monárquico e concordo com algumas coisas da AMT! Não posso deixar passar em branco o seguinte, e talvez alguém me possa esclarecer, a questão dos títulos nobiliárquicos. É verdade que desde 1910 todos os títulos nobiliárquicos foram abolidos, embora apenas e somente cada um sabe, caso os títulos não fossem abolidos, se seriam ou não portadores de algum título. Pois, por vezes pergunto-me o que fizeram de tanto barão e visconde?! Actualmente vemos certos srs., e sem querer entrar em pormenores e em conflito com quem quer que seja, a usar "Dom..", tal como antigos títulos portugueses, tendo sido todos eles abolidos! Ora, se alguns srs. andam por aí a "utilizar" títulos, por que é que só alguns os utilizam e são reconhecidos por tal, e outros não?!
Sendo muitas vezes esses outros "genuínos" e não esses srs. que por aí andam!


Agradecia qualquer esclarecimento!

Novamente um obrigado por este espaço!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Sex 3 Fev - 0:30:09

Amigos se responderá somente às pessoas correctas e sem preconceitos e que desejam principalmente encontrar a verdade história, documental e legal, de quem quer que se diga pretendente ao trono de Portugal. Nós estamos preparados para esta batalha civil, honesta e legal! Não queremos conversas, mas sim provas de certezas do direito!

[/url]
Voltar ao Topo Ir em baixo
administrador
Almirantado
Almirantado


Masculino
Número de Mensagens : 41
Idade : 53
Data de inscrição : 08/12/2005

MensagemAssunto: Tentando dar uma resposta   Sex 3 Fev - 1:19:47

Caros Senhores


As mensagens que colocam no fórum poderiam ser assinadas, nem que fossem com pseudónimos para, mais fácil nos respondermos uns aos outros, pois a possibilidade que temos do fórum ser livre tem também um inconveniente que é sermos todos “Guest”.

Em relação aos títulos e tratamentos de Dom, vai sair ainda este ano, um livro de Nuno da Câmara Pereira, que tratará entre outras questões deste assunto, no entanto, não deixo de vos dizer o pouco que sei sobre este assunto, sem que posteriormente tenha que me acrescentar ou corrigir.

Os títulos de juro e herdade até o reinado de D. Maria II, eram cerca de 40, após este reinado e até ao fim da monarquia passaram a existir cerca de 240 títulos. Destes 60 eram de juro e herdade e os restantes dados por uma vida ou talvez duas.

Os títulos de uma vida extinguem-se com a morte do titular, não sei se haverá nestes casos, representação genealógica do título, talvez.

Daqui, poderão ver a necessidade que uns têm, em chamar a Duarte Pio de Bragança, rei. É que existindo um rei na mente dessas gentes, então esse “rei” lhes poderá reconhecer o título que inicialmente era de uma vida.

Os títulos de juro e herdade têm transmissão automática de pai para filho, no entanto, quando se quebrar essa transmissão, tem de ser o rei a reconhecer o novo titular. Não havendo rei, extingue-se o título, passando a existir a representação genealógica do último titular. Um exemplo disso, e que os senhores estarão a pensar, é o título de duque de Bragança. Neste momento e após a morte de D. Manuel II, o título extinguiu-se, passando a representação genealógica, para os descendentes de uma filha de D. Maria II, D. Maria Ana de Bragança (*1843+1884) casada com D. Jorge I, rei de Saxe, e que na actualidade é uma sua descendente, Dona Maria Ana, princesa de Saxe, mãe de Alexander de Afif, príncipe de Saxe-Gessaphe e avó de Georg-Philipp Antonius Afif, príncipe de Saxe-Gessaph. Esta Sra. Dona Maria Ana é representante do título sem ser duquesa de Bragança. Quando regressar a monarquia o futuro rei saberá o que fazer com o título. Tudo o que ouvirem, em contrário, é de pessoas que não saberão lá muito bem o que é a monarquia. Aliás, podem ir perguntando aos vossos conhecidos ou, até mesmo noutros Fora, o que é a monarquia e poderão colocar aqui os diferentes conceitos que encontrarão.

O Dom é um tratamento que se dá a uma pessoa, e que é adquirido por hereditariedade. Preciso ir ver melhor esta questão antes de continuar..

António Santos de Matos


Última edição por em Dom 5 Fev - 23:13:58, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://monarquia.actifforum.com
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 1:54:48

Caro senhor David

DESAGRADA-ME O FACTO DE MAIS UMA VEZ TER QUE LHE CHAMAR À ATENÇÃO.

Acabei de ler o seu contributo no Fórum "Portugal..." e repete-se a mesma
situação de, eu sentir-me atormentado com as suas expressões dirigidas aos
que defendem algo diverso do que defende o senhor.

Parece-me ter compreendido que OBRIGATORIAMENTE TODOS têm que estar da
parte
que o senhor defende, ou seja, da parte do senhor Duarte.

Desde que nos conhecemos que sempre deixei bem claro o quanto respeitava as
suas ideias fidelidade para com a conhecida personalidade, porém, seja para
si, seja para os outros como o senhor,a oposição não existe e nem sequer
deve existir! É uma vergonha!

Mas, vocês não se apercebem que o respeito pelo próximo deve ser a base de
uma convivência civil e democrática? Se este é o modo de comportarmento
adoptado por determinada "nobreza"...!

Agora responderá que na realidade é o senhor Valdez que continua a ofender!

Lei bem todas as graves calúnias, difamações e o restante não menos
indecente que foi escrito pelos seus amigos acerca de mim, da minha mulher
e
da minha figlia, que nem o senhor, nem os seus apoiantes-difamadores, são
dignos de referir!

Dentro dos próximos dias será entregue uma QUEIXA-CRIME ampla e também
documentada, contra aquela pessoa indigna, que o senhor certamente conhece,
que escreveu toda aquelas "porcarias"... na Procuradoria da República de
Vicenza, competente pela matéria e território! Creio que seja hora de
acabar
com estas situações!

Uma lição de vida e obrigação!

A linguagem usada pelos seus amigos deixou de merecer sequer resposta, a
não
ser nas oportunas sedes judiciárias. A partir de hoje responderemos SOMENTE
às pessoas correctas e sem preconceitos e que desejam SOMENTE procurar a
verdade histórica, documental e legal, de quem quer que se afirme como
pretendente ao Trono de Portugal. Nós estamos preparados para esta guerra
civil, honesta e legal! Não queremos conversas, mas sim provas de certezas
do direito! Relembro-lhe que o termo "patusco" foi usado pelo seu chefe, no
conhecido livro, quando referindo-se a mim! Portanto censure o seu "REI" !

A SUA PROMESSA , PUBLICADA NO SEU FÓRUM,
DE NÃO INTERVIR MAIS NESTAS QUESTÕES, NAO FOI MANTIDA!

Igualmente envio-lhe os meus cordiais cumprimentos

D. Rosario


P.S.: Posso-lhe garantir que brevemente, sobre a situação dinástica, haverão
grandes novidades de carácter legal, as quais vos deixarão, no mínimo,
perplexos! Quem viverá...verá! Os nossos legais já estão a trabalhar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 2:31:09

Senhor D. Rosário,

Envio-lhe a mensagem que pus no Fórum "Portugal no seu melhor", como acto de boa fé:

-» Esta é a minha última intervenção neste tópico. Nunca mais virei falar da Sucessão que para mim é clara como a água.

Todavia, tendo em conta a minha última intervenção, excedi-me na linguagem e quero apresentar publicamente um pedido de desculpas pela línguagem incorrecta tanto ao Sr. D. Rosário Poidimani, tanto à Sua Família e Apoiantes. A nível humano não tenho nada contra eles. Mesmo não concordando com as suas pretensões ao Trono de Portugal, creio que se deve respeitar a pessoa.

Tentei esclarecer o que achava que era justo esclarecer. Acho que as minhas intervenções nesta matéria foram úteis.

Agora, volto a frisar que nunca tive intenção de ser incorrecto em relação ao Sr. Rosário Poidimani. Mas também garanto que não tolerarei faltas de respeito à minha pessoa e ao Senhor D. Duarte. Estou certo que havendo respeito mútuo, serão evitados problemas de maior gravidade.

Pessoalmente não estou minimamente interessado em ter algum problema juridico nas costas por causa de maus-entendido internáuticos.

Com os melhores cumprimentos a todos!"

No que toca ao Fórum Monarquia-Portugal, o qual sou administrador, farei ainda hoje um aviso aos membros, para que estes tenham cuidado com a línguagem quando se referirem a sí.
Repito: Peço-lhe imensas desculpas por esta situação. Penitencio-me completamente. Espero que me perdoe e que possemos manter uma relação amistosa, porque apesar de não concordar com as suas pretensões, o que está no meu direito, pessoalmente não tenho nada contra sí. E mais ! Estou pronto para mesmo assim dar as tais aulas de História de Portugal a seu filho D. Simone, como prova de boa vontade.
Senhor D. Rosário, não sou má pessoa, sou humilde. Mas tenho um defeito que é quando me zango, às vezes excedo-me na linguagem e sem querer magoo quem não devo magoar. Esta situação fez-me pensar e acredite nunca tive intenção de ser mal-educado consigo. Mas o sr. Valdez também não dá o exemplo, como certamente poderá constatar no dito fórum. Eu penso que o respeito deve ser mútuo e não só de um lado.

Não me estendendo muito mais, volto a pedir-lhe as mais devidas desculpas pelo sucedido, lhe garantindo que tal não se repetirá.

Com as devidas Homenagens e Cumprimentos,

David Garcia




> Senhor David
>
>
> Sei bem que não tem experiência de vida, portanto torna-se fácil
> para si
> errar!
>
> Eu fui sempre muito simpático e agi com muito respeito, seja em
> relação a
> si, seja em relação aos seus ideiais.
>
> Estou a ler, desapontado, em todos os vários Fóruns em que
> escreve, todas
> as
> frases vulgares, ofensivas e indignas que usa relativamente à
> minha pessoa.
>
> Uma vez que o contúdo de tais frases é de alto teor ofensivo e
> acaba também
> por ser uma difamação e uma ameaça, etc., aconselho-o a intervir
> o quanto
> antes nestes mesmos Fóruns apresentando um pedido de desculpas, caso
> contrário pedirei aos meus advogados, de apresentar uma queixa-
> crime contra
> si por todos os reatos hipotizáveis, à Procura da República de
> Vicenza, competente pela matéria e território: recorde-se que o
> debate sobre a
> situação dinástica não deverá ser um comum conflito entre diferentes
> facções, mas deverá ser um debate civil e honesto que possa
> contribuir para
> a procura da verdade, o que a si e aos seus amigos, como já me
> deu a
> entender, não interessa!
>
> Apercebo-me que o uso de ameaças e difamações faz parte do vosso
> quotidiano,
> mas como bem sabe, existe um limite para tudo!
>
> Fico a aguardar o seu pedido de desculpas, caso não o faça a
> partir de
> segunda-feira terei que tomar medidas a nível legal!
>
> Espero que situações do género não se venham a repetir.
>
> Mais que não seja pela sua boa conduta e educação!
>
> Dom Rosario
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 2:37:32

Senhor D. Rosário,

Espero bem que não tenha em mente me pôr em tribunal, era o que mais me faltava. Sou um jovem estudante, a minha vida é pacata. Sou honesto, comigo e com os outros. Nunca roubei, nem preciso. Tenho uma vida humilde, não tenho casa com piscina, não tenho motoristas, nem guarda-costas e nem advogados e uma administração a trabalhar para mim. Com dificuldades ando na universidade, sabe-se lá às vezes com tais dificuldades. Deus tem sido sempre misericordioso para comigo e tem-me ajudado a ultrapassar todas as dificuldades.

Sim, estou à procura da verdade. Ainda não desisti. Admito que me precipitei na minha linguagem ontém. Mas, Senhor D. Rosário, com todo o respeito, não sou seu Vassalo, e não recebo ordens de ninguém. Nasci livre e um dia bem velho morrerei livre. Não aceito nem de sí, nem de D. Duarte (se se verificasse) tais ameaças ou eventuais chantagens. A minha investigação, que continua, às vezes em detrimento do meu estudo, é para continuar.

Sim, talvez no Verão, irei a Itália, conhecê-lo a sí e tirar as diversas conclusões. Mas até ter tudo bem esclarecido, continuo fiel às minhas convicções mais profundas, ou seja, fiel a D. Duarte de Bragança.

O dito fórum "Portugal no seu melhor", às vezes tenho dificuldades em aceder. Ainda antes de lhe mandar este mail, tentei e não consegui. O senhor D. Rosário vai ter que se convencer que muito possivelmente poderá não ser assim tão fácil chegar aos seus objectivos. O Trono de Portugal não está em Leilão. Portugal vive grandes e perigosas dificuldades. Se calhar daqui a 10 anos, a Segurança Social poderá não ter dinheiro para pagar aos pensionistas.

Sempre o tratei com respeito, mas como deve calcular, aquele documento mexeu comigo e irritou-me. Quando fico irritado, às vezes digo coisas de um modo um pouco precipitado. Mas claro que tenho respeito por sí e pela sua família.

Espero que perdoe a minha linguagem de ontém.

Com respeito,

David




> Caro David
>
> sinceramente não esperava que tivesse um comportamento deste género,
> tendo decidido publicar no fórum o link sobre o qual me tinha pedido
> opinião, tendo-lhe referido que contra o autor deste mesmo estava
> a decorrer
> um processo por difamação e calúnia com acusa de graves prejuízos
> a nível
> moral e material.
>
> O autor, americano, é amigo e apoiante de D.Duarte e portanto poderá
> compreender certamente de onde veio o sermão!
>
> Um estudioso, sério e honesto que seja imparcial, antes de escrever
> determinado tipo de difamações, deveria realizar uma série de
> pesquisas, as
> mais possiveis e imaginárias, antes de publicar tal artigo, de
> modo a
> informar correctamente os leitores.
>
> Amanhã, também eu e os meus jurístas e estudiosos do argumento,
> seremoscapazes de criar um link e de deitar a baixo, não so Duarte
> como todos os
> que o seguem. Mas, antes de o fazer, teremos em atenção as
> consequências que
> tal acto poderá dar origem.
>
> Estou convencido de que pessoas sérias e responsáveis não fazem e
> jamaisfariam, algo de semelhante.
>
> Também o título dado, ao que foi publicado no fórum, não é digno
> da sua
> pessoa, que até hoje eu tinha em boa consideração, uma vez que
> estava a
> esforçar-se para descobrir a verdade.
>
> Convido-o a querer publicar neste mesmo fórum as minhas correcções
> a tudo o
> que referido, caso contrário serei obrigado a fazer com que outros
> interfiram no fórum. Pessoas dignas e honestas, que fariam ataques que
> trariam consequências impossíveis de imaginar a quem quer que seja.
>
> Espero realmente de não ter que chegar a este ponto, acreditando
> ainda na
> sua inteligência e seriedade.
>
> Sem mais assunto fico a aguardar uma resposta urgente da sua parte.
>
> Cordialmente despeço-me...como sempre o fiz.
>
> D. Rosario
>
> P.S.: Desta maneira agem sempre os miguelistas! Enganando e
> difamando, quem
> quer que tente meter-se no seu caminho!
> Basta é hora que isto acabe! Ou a batalha continua a nível civil
> ou então...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 2:44:19

Senhor D. Rosário,

A sua disponibilidade é notável e sinceramente começo a pôr em causa a verdade que conhecia desde 1995 (ano do Casamento de D. Duarte com Dona Isabel). O Senhor D. Rosário tem sido tão gentil e tão interessado em esclarecer as minhas dúvidas, que sinceramente estou sem palavras.

Infelizmente, e dado que estou em época de exames para a faculdade e também devido ao facto de o meu 2.º semestre começar a 6 de Fevereiro, e tendo em conta que tenho que saber as notas dos meus exames, para ver se terei ou não de fazer exame de recuperação de nota, será, como deve calcular completamente impossível ir a Itália. Nunca estive nesse país, tão cheio de História e Cultura, com muita pena minha, mas neste momento não vai mesmo dar ir fazer-lhe uma visita. Mas, quem sabe não nos encontraremos no Verão. Aí terei todo o tempo do mundo.

Senhor D. Rosário ainda gostaria de lhe colocar algumas questões:
- Está para quando o seu regresso a Portugal ?
- Já pensou em dar mais entrevistas a Jornais Portugueses e/ou Revistas Portuguesas?
- O seu filho, D. Simone, já sabe que poderá dentro de alguns tempos ter um professor de História de Portugal ?
- O Senhor D. Rosário, festeja aí no seio da Real Casa datas Históricas de Portugal, como o 25 de Abril, 10 de Junho, 1.º de Dezembro ?
- Na mesma linha, celebra alguma missa a 1 de Fevereiro de cada ano pelas Almas do Rei D. Carlos e o Príncipe Real D.- Luís FIlipe que foram, como sabe barbaramente assassinados por dois "terrorristas" republicanos ?
- Assim que regressar a Portugal, onde pretende residir ? e o que pretende fazer em prol seja da divulgação da Monarquia seja da sua Família e também para os Portugueses ?

São estas algumas das questões que lhe pergunto e espero obter respostas. Gostaria, se não fõr pedir muito, que me enviasse por e-mail uma Árvore Genealógica que comprove que o Senhor é descendente do 1.º Rei de Portugal.

Com os melhores cumprimentos e respeito,

David Garcia



> Caro Amigo David
>
> Agradeço-lhe desde já, pela sua resposta e por todo o conteúdo desta.
> Ainda que estejamos em posições opostas agrada-me bastante o facto
> de que se
> interesse pelo nosso caso e estou convencido que, mais cedo ou
> mais tarde,
> apercerber-se-á que está a servir uma causa injusta.
>
> Entre muitos dos assuntos que discutimos, apercebo-me que não está
> a ter em
> consideração um dos pontos mais relevantes, que é o facto de
> D.Duarte ter
> prestado serviço militar jurando fidelidade à república. Somente
> este facto,
> deveria ser mais que suficiente para confirmar sem qualquer tipo
> de equívoco
> que D.Duarte não pode pretender ao Trono de Portugal, ainda que não
> existissemos nós da linha constitucional.
>
> No que diz respeito à legitimidade de D.Maria Pia, refere-se
> somente ao Acto
> de Baptismo, ignorando por completo que entre os Actos da Diocese
> de Madrid
> Alcalá, está o Decreto do Rei D.Carlos a favor da filha que não só a
> reconhece como tal, mas também a coloca na sucessão dinástica.
> Mais uma vez, recordo-o de dedicar alguma atenção aos documentos
> que se
> encontram no nosso site e que dizem respeito a D.Maria Pia, de
> quem a
> legitimidade é ponto firme e indiscutível.
>
> Todos os documentos oficiais de Entes públicos e religiosos, referem
> regularmente a paternidade de D.Carlos e ninguém teria tido um
> porquê para
> falsificar estes mesmos.
>
> Para além de tudo isto, existem muitos outros testemunhos que
> confirmam a
> paternidade de D.Maria Pia e tudo se encontra anexado aos
> fascículos do
> processo que decorreu no mais importante tribunal eclesiástico do
> mundo, a
> Sacra Romana Rota, desejado por D.Duarte Nuno, que assim fazendo
> confirmousem deixar dúvidas, a paternidade no certificado de
> baptismo do rei
> D.Carlos, o que acabou por fazer ricochete e agir contra si mesmo.
>
> Confirmo-lhe que tudo o que diz respeito a D.Maria Pia, a nível de
> legitimidade dinástica, é baseado em documentos cujos originais
> estarãosempre à sua disposição nos meus escritórios e constituem
> um importante e
> também relevante arquivo histórico, para fins de estudos dos que
> são de
> competência.
>
> A propósito, se fôr do seu interesse, poderia convidá-lo para
> visitar a
> nossa sede e aprofundar os seus conhecimentos relativamente a estes
> documentos. Obviamente seria meu convidado e não teria de se
> preocupar nem
> com a viagem, nem com a sua estadia. Já alguma vez esteve em Itália?
> Espero receber brevemente uma resposta sua.
>
> Cordiais cumprimentos
> D. Rosario
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 2:47:55

Senhor D. Rosário li com atenção os documentos que me enviou e agradeço-lhe esse gesto. Mas ainda há uns pormenores a ajustar:


Tenho muitas dúvidas no facto do Rei D. Carlos ter reconhecido essa filha. E ainda por cima se ela foi legitimada, a Carta Constitucional no que toca à sucessão só foi violada no facto de Dona Maria Pia ter casado com um Italiano e devia ter-se casado com um Português, Aristocrata de preferência. Mas se foi legitimada, então sim ela foi Duquesa de Bragança, mas então porquê que D. Manuel II não a reconheceu como irmã ? Certamente que o Rei exilado sabia que tinha uma irmã a viver na Corte do Rei Afonso XIII de Espanha, não ? Filha legitimada por um pai, deveria ser conhecida pelo meio-irmão e se foi legitimada pelo pai, então o irmão deveria a ter reconhecido como sua Herdeira, facto que eu saiba não aconteceu.
Dona Maria Pia, se foi legitimada pelo pai (ponho duvidas nisso), mesmo que o Senhor tenha o tal certificado de Baptismo, acho estranho o facto de ela ter violado a Carta Constitucional, tendo em conta que ela, como eventual Soberana (Dona Maria III) devia ter o conhecimento de se casar com um português. Mas casou-se com um Italiano e parece que teve 2 filhas. Usou o chamado Iuus Majestatis (Direito de Majestade) em alterar normas da Sucessão, que a meu ver vão contra a Tradição da Monarquia Portuguesa, ou seja, o Senhor, com todo o respeito, por todos os efeitos é estrangeiro, seu filho e Herdeiro D. Simone é tão estrangeiro como o Senhor.
Senhor D. Rosário com esta troca de mensagens, estamos cada vez mais próximos da verdade. Se se confirmar de facto que tudo é Verdade no que toca a Dona Maria Pia e tendo em conta a validade da Sucessão, então o Senhor pode mesmo vir a ser juridicamente o Legitimo Herdeiro, mas atenção ! não estou a dizer que já o é no meu pensamento; ainda continuo claramente a apoiar Dom Duarte de Bragança. Mas ainda há uns pontos a acertar:
- D. Duarte terá tido ou não autorização especial do Governo do Estado Novo para nascer na Embaixada de Portugal em Berna? (queremos aqui saber se existe ou não um documento comprovativo, que irei confrontar D. Duarte com isso);
- Porquê que D. Manuel II não reconheceu Dona Maria Pia, se esta foi legitimada, como diz, pelo Rei D. Carlos I ?;
- Será que o Tribunal Rota Roma efectivamente reconheceu Dona Maria Pia como filha de Rei e natural Sucessora ?;
- Não haverá aqui fantasias pelo meio ?
- O Senhor é estrangeiro e por muito respeito que lhe tenha, aceitando-o como Herdeiro da Casa Real, não estaremos a violar a memória Histórica de Portugal como país de quase 9 séculos de História, que SEMPRE se recusou em ter um Rei Estrangeiro ? (E quando falo em Rei Estrangeiro, falo em Rei que não nasceu, de facto em Portugal, porque sei que todos os nossos Reis têm ascendência estrangeira, mas uma coisa é nascer em Portugal e outra coisa é nascer no estrangeiro).

Como vê nada ainda está certo, ainda há muito trabalho pela frente. Mas esta situação convém ser esclarecida com este rigor e conhecimento. Aos poucos vamos lá, assim Deus permita.
Com respeito e agradecimento muito especial pela Sua paciência em querer repôr a Verdade Histórica, que é realmente de louvar. Com amizade e consideração,
David Garcia

Nota final: espero não ser demasiado hostil em relação à parte que digo que o Senhor é estrangeiro e o seu filho também. Atenção que 1.º sou Monárquico; 2.º sou Patriota; 3.º Sou Cavaleiro d´El Rei, o que significa que defendo a Monarquia, porque amo Portugal. Ser Patriota não é servir o Rei, mas é servir a Pátria. Ser Cavaleiro d´El-Rei significa que sou Fiel ao Legitimo Soberano de Portugal, seja o Senhor D. Rosário ou D. Duarte - aquele que efectivamente conseguir suprir as minhas dúvidas. Lido com este assunto, com total imparcialidade, porque só assim conseguirei tirar conclusões racionais e claras para o Bem de Portugal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 13:13:41

http://www.theroyalhouseofportugal.org/portugues/precept.html
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Tentando dar uma resposta   Sab 4 Fev - 23:52:25

Caro senhor António Santos de Matos,

Penso que foi o senhor a esclarecer a questão dos títulos nobiliárquicos, fiquei esclarecido nessa dúvida, embora infelizmente conheça certas situações que se tratam de "doações" e "roubos" de títulos! Como meu costume, jamais querei entrar em conflitos ou em detalhes com o que quer que seja! Quantas menos confusões melhor! Gostaria de saber, caso não o aborreça, qual a "legitimidade" ou a "validade" de um portador de um título nobiliárquico "doar" o seu título, ou, se um título pertencente a uma pessoa como poderá esse título ser válido a quem o roubou!
Agradecia novamente o seu esclarecimento, caso lhe seja possível!
Com os melhores cumprimentos,

Belmont
Voltar ao Topo Ir em baixo
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Dom 5 Fev - 15:43:01

Boas

Será possível que de repente todos os fóruns associados à Monarquia ficaram infectados com a doença dos insultos e das questões pessoais?
Se tem diferenças pessoais, tratem-nas pessoalmente!!!!

Aqui, tanto quanto sei, tratam-se assuntos relacionados com a Monarquia enquanto instituição que tutela e promove o BEM COMUM!!!

Mesmo sabendo que “os cães ladram e a caravana passa” os constantes uivos e latidos já incomodam, principalmente quando se repara que o fazem entre si e não em relação ao que (se) passa!

Será que ainda não repararam que ao reduzirem a instituição Monárquica ao tamanho dos insultos, questiúnculas e da vossa (pelos vistos pouca) estatura como homens de conhecimento estão a vulgarizar aquilo que defendem por sublime, a manchar aquilo que designam por ímpio, a profanar aquilo defendem por sagrado em suma a conspurcar um território que todos queremos por referência de impoluto!

Será que não vem a contrapartida deste prato de lentilhas?

Não seria mais sensato irem aprofundar o vosso saber e melhorarem assim os vossos argumentos (dos quais ainda não vi a mais ínfima fracção de consistência por todo lado onde os tenho visto!) e só então os partilharem connosco ao invés de desfilarem esta ignorância travestida de autoridade de “xerife Alcachofra”, de insulto fácil e comportamento rasteiro!

Não se esqueçam que a Monarquia é uma instituição que tem como ponto de partida o indivíduo e por fim a comunidade e portanto não é conivente com arrebatações de nenhum ego ou megalomanias de mediocridade e pequenez de ninguém!

E acima de tudo não venham para aqui provocar e alimentar a crescente confusão entre Rei e instituição Real. È um erro crasso típico de quem confunde Estado com Nação, Soberano com Governo Pátria com Nacionalismo, saber com conhecimento, valentia com ingenuidade, luta com arruaça!...

Se andam a montar a tenda à volta do camelo, não se enfureçam, daqui a uns tempos, quando repararem que ele está lá dentro!

grato pela atenção
mdsantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Dom 5 Fev - 15:58:13

mdsantiago escreveu:
Boas

Será possível que de repente todos os fóruns associados à Monarquia ficaram infectados com a doença dos insultos e das questões pessoais?
Se tem diferenças pessoais, tratem-nas pessoalmente!!!!

Aqui, tanto quanto sei, tratam-se assuntos relacionados com a Monarquia enquanto instituição que tutela e promove o BEM COMUM!!!

Mesmo sabendo que “os cães ladram e a caravana passa” os constantes uivos e latidos já incomodam, principalmente quando se repara que o fazem entre si e não em relação ao que (se) passa!

Será que ainda não repararam que ao reduzirem a instituição Monárquica ao tamanho dos insultos, questiúnculas e da vossa (pelos vistos pouca) estatura como homens de conhecimento estão a vulgarizar aquilo que defendem por sublime, a manchar aquilo que designam por ímpio, a profanar aquilo defendem por sagrado em suma a conspurcar um território que todos queremos por referência de impoluto!

Será que não vem a contrapartida deste prato de lentilhas?

Não seria mais sensato irem aprofundar o vosso saber e melhorarem assim os vossos argumentos (dos quais ainda não vi a mais ínfima fracção de consistência por todo lado onde os tenho visto!) e só então os partilharem connosco ao invés de desfilarem esta ignorância travestida de autoridade de “xerife Alcachofra”, de insulto fácil e comportamento rasteiro!

Não se esqueçam que a Monarquia é uma instituição que tem como ponto de partida o indivíduo e por fim a comunidade e portanto não é conivente com arrebatações de nenhum ego ou megalomanias de mediocridade e pequenez de ninguém!

E acima de tudo não venham para aqui provocar e alimentar a crescente confusão entre Rei e instituição Real. È um erro crasso típico de quem confunde Estado com Nação, Soberano com Governo Pátria com Nacionalismo, saber com conhecimento, valentia com ingenuidade, luta com arruaça!...

Se andam a montar a tenda à volta do camelo, não se enfureçam, daqui a uns tempos, quando repararem que ele está lá dentro!

grato pela atenção
mdsantiago

Caro mdsantiago,
Tem toda a razão do mundo, mas como já deve ter reparado, não fui que comecei esta campanha de insultos. Infelizmente há pessoas que gostam de insultar as outras. Obviamente que eu não poso ficar calado a assitir ao triste espectáculo que tem sido, algumas pessoas a insultarem-me. Eu sei o que fiz, estou arrependido de me ter contactado com aquele italiano que se diz herdeiro, mas há um certo apoiante desse senhor, que se dá ao luxo de golpes baixos ao divulgar mails trocados por mera curiosidade com esse italiano. Nunca deixei de ser apoiante de D. Duarte de Bragança, só quis ver até onde esse Rosário Poidimani ia. E como já disse, ele nem sabe falar português, quem me escrevia era um tradutor, no que toca a conhecimentos do Constitucionalismo Monárquico ele é um zero, etc...
Eu não sou estupido e sei muito bem o que faço. Mas note-se que nunca fui mal educado para com esse senhor nos diversos mails que lhe enviei, sempre fui correcto, porque na minha casa somos pessoas bem educadas e fui bem ensinado, graças a Deus.
Apesar de na ultima mensagem chamar Rosário Poidimani de mafioso, foi mais a quente que outra coisa, porque uma coisa é respeitar a pessoa humana, outra coisa as pretensões que ele tem ao Trono de Portugal, que eu não concordo.
Espero muito sinceramente que esta campanha contra mim tenha hoje um ponto final. Todos nós queremos o melhor par Portugal, entendemos que a Monarquia é o futuro da nossa Pátria. Não faz sentido continuar nesta lenga lenga que não leva a lado nenhum. Respeitemo-nos uns aos outros e deixemos-nos de baixarias que não levam a lado nenhum.
Eu estou pronto a pôr um ponto final nisto. Espero que senhores Valdez,etc, etc,etc... também. Estou aqui para discutir a Monarquia e não para levar com insultos á minha pessoa. O que será mais importante? Obrigado e cumprimentos.

David Garcia
Voltar ao Topo Ir em baixo
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Dom 5 Fev - 18:19:39

Caro David Garcia

A mim só me entristece que se chegue a um sitio que foi criado para cada um ter a liberdade de expressar a sua opinião e de expor as suas crenças, no mais amplo sentido da pluralidade, na observância de que é baseado no conhecimento e respeito por todas as opiniões que poderá nascer ou fortalecer a nossa e se comece a tratar de assuntos pessoais de interesse dúbio ou subjectivo.

O facto de se convidar as pessoas a estarem à vontade não quer dizer que estas tomem liberdades.

Eu não tenho problema nenhum nem contra o D. Duarte nem contra os seus apoiantes.
O mesmo se aplica em relação, ao D. Rosário, ao Duque de Loulé, aos Van Uden, aos Câmara Pereira, ou a todo, repito A TODO, PRETENDENTE OU PRETENDIDO!!!

Só fico estupefacto é quando vejo todos os “carros” à frente dos respectivos “bois”…!

Percebe?

Grato pela atenção

MDSantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Dom 5 Fev - 18:25:00

Já agora e pelas razões que apontei também não acho nada bem trazer-se para aqui correspondência pessoal, a menos que seja realmente relevante para o debate da Monarquia!

A importância que atribuímos a determinadas coisas não as torna coisas importantes!

Mais uma vez grato

MDSantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
encoberto
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 40
Idade : 53
Local/Origem: : Vila Real
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Sugestão ao administrador do Forum   Dom 5 Fev - 20:00:04

António

Sugeria que abrisses outro fórum, livre, ou não, para que se conseguisse organizar o pensamento dos respectivos pretendentes ao trono e assim se tornasse bem visíveis os argumentos de uns e de outros.

Por mim, e julgo que por nós AMT, esta discussão não se põe, mas não se consegue evitar este tema. Portanto, em cada tópico cada pretendente, ou os seus partidários, poderiam falar de si, dos seus argumentos, o que propõem, como será para eles a organização das instituições monárquicas, que poderes terá o rei, e tudo o mais inerente à sua Monarquia.

Poderias começar por Rosário Poidimani e Duarte Pio de Bragança e, já agora também, D. Pedro de Loulé.


Até breve,
Joaquim Filipe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://amt.no.sapo.pt
valdez
Convidado



MensagemAssunto: Resposta ao senhor David   Dom 5 Fev - 23:02:02

Em primeiro lugar o senhor David está esquecido que o primeiro a revelar um e-mail privado foi ele, um e-mail de D. Rosário.

Em segundo fico espantado com a lata do senhor David, quando logo de manhã tenho no meu e-mail uma correspondencia dele a insultar-me e a mandar-me a sitios impróprios para consumo.

Como o nosso amigo Joaquim disse penso que é melhor as pessoas admitirem a vacatura e trabalhar-se apartir desse patamar.

Face às não respostas às inumeras questões já levantadas no www.Portugalnoseumelhor.com a respeito da usurpação de Duarte Pio. penso que até para os partidários deste seria mais inteligente assumirem o erro e lançar o debate publicamente.

A posição de Duarte Pio é insustentável e chegou a hora dos monarquicos com T se levantarem e fazerem algo pela nossa patria.

Viva Portugal!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidado
Convidado



MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Seg 6 Fev - 10:11:46

Gentis leitores

Continua-se a assistir a um mar de acusas, fáceis e difamatórias,
relativamente a Dom Rosario e aos que o apoiam.

Trata-se de uma situação vergonhosa e digna de certas pessoas que dizem ser
fiéis ao senhor Duarte.

As pretensões ao trono de Portugal não se devem basear em conversas,
simpatias e difamações, mas sim e EXCLUSIVAMENTE, nos documentos oficiais
que deverão ser mostrados ao povo português que certamente tem a plena
faculdade intelectual para poder decidir relativamente a este assunto e
poder decidir livre e tranquilamente quem é o seu próprio "Rei"!

Ainda hoje os portugueses continuam a ser enganados e pisados por algumas
pessoas que com a sua "violência" psicológica desejaram impôr somente a propria
verdade. Já chega de assistir aos factos que têm vindo a acontecer nestes
últimos tempos!

Se os apoiantes e simpatizantes, do senhor Duarte Pio, querem que este suba
ao poder, nada mais podem fazer que o apoiar numa possível candidatura à
"Presidência da República", pois para esta candidatura não é exigida a
demonstração de legitimidade dinástica!

Como já é do conhecimento de todos, Dom Miguel renunciou os seus direitos de
pretensão ao trono de Portugal e também os direitos de todos os seus
descendentes. Esta importante decisão na altura foi notícia em todos os
jornais da época, até mesmo o "THE NEW YORK TIMES", do dia 8 de Março de
1909, página 4, 1 pags, com o título "PRETEN=
DER TO STAND ASIDE. Reported Dom Miguel will renounce claim to Portuguese
Throne". Sendo esta a situação, não se consegue compreender o motivo pelo
qual todos devam pensar da mesma maneira, ou seja, pensar como pensam todos
os apoantes de Duarte!

Mas será possivel que no terceiro milénio ainda exista gente mesquinha e
obtusa, ao ponto de não perceber que já não estamos na Idade Medieval?

Para além de tudo, recorda-se ao jovem David, que foi ele que publicou no
Fórum "Portugal ...." um mail privado, que lhe havia sido enviado por Dom
Rosario, com comentários dignos da sua pessoa. Então porque se lamenta da
publicação de algumas cartas enviadas a Dom Rosario? Mas será que este jovem
sabe o que faz e o que diz? David, esforce-se por ser mais claro e mais
correcto e antes de escrever e publicar determinadas coisas, pense mil vezes
antes! A única atenuante, da qual poderá servir-se, é a sua juventude e a
sua inexperiência de vida!

Os leitores sabem julgar sozinhos e por esta razão insiste-se para que todos
tenham mais exactidão em relação à informação, para que desta forma se
respeite quem a lê!

Finalmente, desejo relembrar aos senhores difamadores e caluniadores que Dom
Rosario adora Portugal mais do que estas pessoas que continuam a "ferir-lo"
com tanta má educação, a qual logicamente, não joga a favor destes!

As pretensões defendem-se por direito e não com conversas.Dom Rosario está
sempre disponível para um confronto pacífico, legal e sereno perante
documentações!

Os difamadores, caluniadores e vulgares seres humanos que, nestes últimos
tempos, deitaram "consporcaram" Dom Rosario, terão que se justificar perante
as sedes judiciárias relativamente aos seus vergonhosos comportamentos. São
estes os defensores do senhor Duarte? Se por acaso são todos do mesmo
género....!

Agradece-se, aos moderadores dos Fóruns, pela paciência que têm para
assistir a determinados comportamentos impróprios e ofensas que não honram
ninguém.

Aos leitores permanece a difícil sentença!

A chancelaria de Dom Rosario
Voltar ao Topo Ir em baixo
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Seg 6 Fev - 15:20:55

Senhor administrador

Não seria possível transferir para um tópico próprio as questões D. Rosário x David Garcia, Valdez x David Garcia etc, etc, etc? é que em minha opinião é uma matéria demasiado especifica para ser tratado neste local.
Do mal, o menos, é que no meu modesto ponto de vista está-se a ocupar um local público de discussão com assuntos privados!

Grato pela atenção

MDSantiago
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Seg 6 Fev - 16:00:33

D. Rosário

Citação :
Como já é do conhecimento de todos, Dom Miguel renunciou os seus direitos de
pretensão ao trono de Portugal e também os direitos de todos os seus descendentes. Esta importante decisão na altura foi notícia em todos os jornais da época, até mesmo o "THE NEW YORK TIMES", do dia 8 de Março de 1909, página 4, 1 pags, com o título "PRETENDER TO STAND ASIDE. Reported Dom Miguel will renounce claim to Portuguese Throne". Sendo esta a situação, não se consegue compreender o motivo pelo qual todos devam pensar da mesma maneira, ou seja, pensar como pensam todos os apoiantes de Duarte!

O D. Miguel a que se refere o texto em questão é “Braganza” e não “Bragança”, isto é pertence ao ramo “Americano” da casa de Bragança.
É um ramo diferente de onde provêm D. Duarte Nuno (pai do actual pretendente) e D. Maria Adelaide (tia do actual pretendente) por exemplo.

Há quem tenha duvidas se alguém, por si, poderá renunciar aos direitos de todos os seus descendentes, uma vez que:

- Nenhum Rei pode designar o seu sucessor
Logo por igual lógica também não pode impedir que alguém o seja à partida.

- A designação da Sucessão cabe tradicionalmente ás Cortes
Logo, qualquer pretensão deverá ser colocada a estas, cabendo-lhes exclusivamente qualquer decisão vinculativa.

- Essa decisão teve um carácter indiscutivelmente Publico mas discutivelmente oficial.
Cabendo unicamente ás Cortes a designação da sucessão ao Trono Português não é aceitável que ninguém de alguma forma tente condicionar qualquer decisão por parte destas.

Donde não há qualquer dúvida é na ilegitimidade da pretensão desse D. Miguel NAQUELA ALTURA (1909) ao trono. Dele e dos seus descendentes!

Grato pela sua Atenção

Joe War
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
valdez
Convidado



MensagemAssunto: RE   Seg 6 Fev - 17:38:51

Caros amigos alguém está sem querer a deixar escapar um detalhe importante, essa noticia do New York Times não diz respeito ao ramo americano mas ao avô de Duarte Pio, a noticia diz:

"Pretender to Stand Aside(1909):repare-se que a data é 1909!
Reported D. Miguel of Braganza will renounce Claim to Portuguese Throne
Lisbon. March 7 The Seculo ( refere-se obviamente ao jornal o Século) states the pretender. Dom Miguel Braganza( avô de Duarte Pio) has declared his intention of renouncing all claims for the throne of Portugal out of sympathy for king Manuel who was been so tragically called upon to assume the crown.

It is understood according to this journal ( O Século) , that D. Miguel will reside in Portugal and take part in the work of regenerating the country."

Esta é só mais uma a confirmar a usurpação.

Quanto ao David acho que estamos conversados o senhor siga o seu caminho e eu sigo o meu!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
joven
Marinheiro
Marinheiro


Número de Mensagens : 2
Data de inscrição : 05/02/2006

MensagemAssunto: Esclarecimento de dúvidas   Seg 6 Fev - 19:55:09

Caros Amigos

Leitor atento a este fórum e em outros sobre o mesmo tema, ainda como Português “da velha cepa” animado pela alma da Velha Pátria, monárquico por convicção e tradição familiar, ainda como apaixonado pela História de Portugal e com o sentido da responsabilidade histórica, apenas para apurar a legalidade da realidade que se nos apresenta com as várias facções monárquicas que ferozmente se esgrimem neste fórum, no do GENEA e noutros sobre este mesmo tema... - mas também distante de todos os movimentos ou facções que à priori se apresentam como os herdeiros dos direitos e detentores da verdade, venho aqui pedir licença para solicitar alguns esclarecimentos aos colegas deste fórum, que, por me parecerem bem suportados documentalmente, certamente gostarão de ajudar este que não pretende entrar em polémicas nem entrar no jogo feio das ofensas a Este ou Aquele ...
Queria pois resposta séria.

Tendo lido atentamente tudo o que se vai escrevendo, pergunto:

D. Miguel, filho do ex-Rei banido D. Miguel I
Mesmo que a Lei do Banimento tivesse sido revogada legalmente (quero dizer – será que a República terá poder legal para anular leis da monarquia ?), será que pelo facto de D. Miguel ser estrangeiro poderá herdar o título de 22º duque de Bragança ? Foi dito no fórum que este título (e os outros) nunca poderiam legalmente ser herdados por estrangeiros, mesmo que Ilustres fossem. (ver artigo VII - 2 Constituição de 4-4-1838) (já não falo no Cap. III, artigo 98, Constituição de 4-4-1838).
Sendo assim, Seu filho D. Duarte Nuno e O filho Deste, D. Duarte Pio, não serão duques de coisa nenhuma ! Estarei errado ? Limito-me a ler e interpretar o que foi sabiamente dito e defendido por colegas que parecem saber destas coisas mais que eu...

D. Maria Pia ( Ilda Toledano )
Parece-me que esta Senhora ao longo da vida foi vítima de várias coisas:
1. ter sido filha de um Pai que, porque maluco por saias e com vários (ao que disseram no fórum) filhos adulterinos que deixaram geração pelas bandas de Vila Viçosa, não soube respeitar fidelidade conjugal a sua extremosa Mulher a Rainha Dona Amélia;
2. que por força do regicídio e com medo de que também viesse a ser vítima da maçonaria e da outra esquerda revolucionária organizada, teve de passar os primeiros anos da sua vida escondida por um nome falso, mesmo que vivendo perto da Corte Espanhola;
3. que por querer exigir os seus direitos, pelo menos do nome que herdara, tivesse feito medo ao ditador de Santa Comba e este a tivesse ad liminé riscado do seu mapa, com a classificação de pessoa perigosa para o regime... e... a abater...;
4. que apesar de ter tentado encontrar em Portugal uma pessoa honesta para a defender, infelizmente foi levada por um advogadozinho que apenas lhe interessou fazer o seu negócio (e certamente ganhar fortuna) e não de defender a Sua constituinte (e pelo que ele disse... tinha a razão do lado Dela);
5. que depois da “abrilada” do séc. XX (a Abrilada do séc. IXX é para renegar e esquecer...), os poderosos instalados e conotados com os interesse de uma das partes interessadas, não permitiram que fosse reconhecido o Seu nascimento Real, apesar de este ser reconhecido pela Rota Romana.

Assim entendo que, sendo os documentos apresentados verdade, como julgo, esta Senhora terá sido legalmente duquesa de Bragança por sucessão após o assassinato de D. Luís Filipe.

A existência de 2 sites que se dizem representar a Casa real de Portugal
Não entendo porquê, se cada um dos Signatários de cada site, se sente com legalidade e legitimidade para assumir a Chefia da Casa Real, não mete o Outro em Tribunal como usurpador de Direitos Históricos e Legais, o cala de vez... e... ainda traz dinheiro para a causa monárquica?
Sei que o D. Rosário já ganhou uma batalha versus D. Duarte ... mas o contrário infelizmente ainda se não verificou ... será que quem cala consente ...?

Associação intitulada “Instituto da Nobreza Portuguesa”
Quer-me parecer que esta Instituição foi criada pelos partidários de apenas uma das causas e assenta em bases falsas, pois pelo dito de D. Duarte Pio ... “pelo que foi decidido e praticado por D. Manuel II e mais tarde pelo duque de Bragança, meu Pai, mantive sob minha autoridade o reconhecimento da sucessão da representação histórica das distinções nobiliárquicas... e ainda ... o Conselho de Nobreza criado pelo meu Pai... ”.
Então se D. Duarte Nuno não era Português, poderia ser duque de Bragança? (ver questão anterior ) e criar Conselhos de Nobreza ?
E o D. Duarte Pio pode decretar que o anterior C. N. já não vale e que agora é outra associação com denominação diferente, certamente suportada e gerida pelos Seus Amigos ?
Que validade terão as distinções ou certificados concedidos por este organismo ?
Que validade terá isto para a verdadeira Monarquia e para os Monárquicos Sérios, em geral ?

Pactos de Dover e de Paris (autenticados)
Tantas pessoas já pediram estas provas... e nunca mais aparecem... porquê ?
Ainda: se estes pactos existiram, porque razão D. Manuel II não deixou em testamento a Sua herança a D. Duarte Nuno, mas sim a uma fundação criada por Ele... isto cria-me interrogação sistemática ...
Ainda gostaria também de ver a certidão de nascimento autenticada, do Senhor D. Duarte Pio ...

Paiva Couceiro – Monarquia do Norte
Porque razão D. Duarte Nuno e seus apoiantes não apoiaram Paiva Couceiro no esforço para a chamada Monarquia do Norte ? será que nessa altura estava longe do ideal nacional monárquico e mais perto de outro ideal ... ?

Aclamação de Santarém
Qual a legalidade da dita Aclamação de Santarém por cerca de 200 amigos de D. Duarte Nuno que não tinham representatividade nenhuma, que não a Sua ... ?
Então esta facção Monárquica não usa as Côrtes para aclamar o seu pretendente ou o seu Rei ? ......?
(ver Título V artigo 37 Constituição de 4-4-1838)
então primeiro aclama-se um rei e depois vai-se arranjar a Monarquia ? ..... isto é assim ?
... forma esquisita de Monarquia ... esta ...

Prova de ADN
Caros amigos : não há outra solicitação dos apoiantes de D. Duarte que eu aprove mais...
Deve-se fazer de imediato a confirmação do ADN dos descendentes de D. Ilda Toledano a ver se esta Senhora é realmente ou não D. Maria Pia, Duquesa de Bragança.
Assim ficam as dúvidas e ditos desmontados ... e os Monárquicos sossegados.

Mas atenção ! surge-me de imediato outra dúvida :
no fórum “portugalnoseumelhor” o Senhor Mario da Fonte, lança a suspeita de que o ex-Rei traidor D. Miguel I não seria filho (mas sim filhado) de D. João VI – ou seja: nas suas veias não correria sangue real de D. João VI, mas dum jardineiro do palácio Real ... confesso que nunca tinha ouvido falar nisto, mas sendo assim, e para aplicar a mesma regra proposta pelos partidários de D. Duarte, então, D. Duarte deverá também de imediato submeter-se ao teste de ADN para se fazer a confirmação de seu sangue real o mesmo de D. João VI.
A regra tem que ser igual para todos... ficamos pois todos interessados na apresentação rápida das 2 provas de ADN – a de D. Ilda Toledano e a de D. Duarte .

Pretendentes ao Trono
Considero que se deverá aceitar a candidatura de :

D. Maria Adelaide van Uden, D. Luiz de Orleans e Bragança, D. Pedro de Loulé, Nuno da Câmara Pereira, Duarte de Bragança, Rosário Poidimani, Braganzas, Turn und Taxis e outros que venham a aparecer e que não apresentem impedimento legal, para que as Côrtes, quando se convocarem, aclamem finalmente o legal e legítimo e Fidelíssimo Rei de Portugal.

Uma vez que existirá uma vacatura... então haverá lugar a uma nova Dinastia !
A dinastia dos Bragança já acabou (nem sei se já teria acabado depois de D. Maria II ... ao ligar-se à Casa de Sax-Coburg-Gota ...)

Dos dois pretendentes mais falados quero dizer o seguinte :

D. Duarte
Conheço-O desde os meus anos de faculdade em Coimbra (anos 60) aonde Ele com outros amigos participávamos em festas dançantes particulares na Casa da Quinta das Lágrimas ou no Club Tiro e Sport ... nessa altura era uma pessoa extremamente reservada e apagada ... todos o respeitávamos mas dizíamos ... coitado, sofreu muito no desterro... e é estrangeiro ... não tem nada a ver connosco ... !
Agora, tenho-me encontrado com Ele em eventos sociais e devo dizer o seguinte : o Senhor D. Duarte é das pessoas mais simpáticas e educadas que conheço ... apresenta algum sentido de humor e transmite a ideia de ter uma vida familiar exemplar... 20 valores. A Senhora D. Isabel, ao contrário, apesar de ser também educada, é de perfil tipo executivo, altiva e sempre com o nariz arrebitado (a pensar com os seus botões... “eu é que tenho o Diamante ... por isso ... shiu !...”
No entanto, parece-me que D. Duarte não tem perfil para Rei : não é determinado, não é estratega, não vai à luta ... prefere ficar no bem bom ..., não conduz mas deixa-se conduzir, não reage às ofensas que Lhe fazem, não tem formação nem cultura para governar o Seu Reino, limita-se a cumprir o que os Seus apoiantes O obrigam a fazer (assina aqui....assino! corta dali... corto! rasga acolá... rasgo!) e pouco mais nos deixa aperceber ... - um pouco à semelhança de nosso Rei D. Afonso V que foi levado pelos “lobos” da grande nobreza da altura, fez as asneiras que fez e depois deixou como herança a Seu filho o nosso grande Rei D. João II (que bem falta cá faz...) conforme Seu dito ... apenas as estradas para passear ... claro que Este D. João II soube honrar com dignidade a memória de Seu Tio-Avô o brilhante Príncipe D. Pedro tristemente assassinado em Alfarrobeira ... e a alguns, fê-lo com as próprias mãos ... ainda bem ...
Com esta postura de D. Duarte, até parece mais que Ele ... nem sabe como sair do bolo aonde Seu Pai o meteu sem Ele querer ...

D. Rosário
Não O conheço de lado nenhum ! ouço no entanto falar bem Dele, no que refere ao Seu dinamismo, aos Seus conhecimentos internacionais, à Sua determinação, à Sua cultura e formação, à Sua capacidade de criar riqueza, à Suas relações com a Igreja de Roma e com Casas reinantes, à Sua determinação em ajudar Portugal, tornando-O num Portugal do Séc. XXI, etc. .
Pelas fotos apresentadas, parece uma pessoa educadíssima, aparenta uma boa figura e parece ter uma vida familiar exemplar...


Portanto ... entre Estes dois candidatos, se forem aceites ... dada a sua ascendência estrangeira ... as Côrtes que decidam ...
o que Portugal precisa é, depois de se restaurar a Monarquia, aclamar um Rei que pugne e defenda os direitos de TODOS e vá à luta para promover o Seu País...
e não andar com estas lutas partidárias exacerbadas estéreis e de baixo nível, que não conduzem a nada a não ser a algumas condecorações ilegais, entregues a uns ou a outros afilhados ... e que não tem qualquer valor !

-----

meus Caros:
não maço mais ...
peço que me ajudem a esclarecer as minhas dúvidas ...
mas com calma e elevação, pois não é minha intenção ofender ninguém ... apenas estou a tentar tratar o assunto de forma séria ...


Viva o Reino de Portugal
Viva o Rei que for aclamado em Côrtes Gerais Representativas, pelo Clero, Nobreza e Povo, ... como o foram as Côrtes de Lamego reunidas pelo nosso primeiro Rei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Liberdade de Expressão   Hoje à(s) 11:30:42

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Liberdade de Expressão
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Mitologia Grega- Qual Deusa você é? Descubra!
» A expressão "te batizo" ao invés de "eu te batizo"
» DIVÓRCIO - SOU EVANGÉLICO E MEU CASAMENTO ACABOU POSSO ME DIVORCIAR?
» Porque na CCB as irmãs não tem liberdade para pregar.
» LIBERDADE RELIGIOSA E INDIVIDUALIDADE

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: SUCESSÃO-
Ir para: