MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Seg 11 Dez - 10:55:30

Citação :
Mas, se o grupo Impresa quiser, com Balsemão como face visível mas a maçonaria de rito escoçês e a Trilateral como panos de fundo, a "Opus Dei" desse o seu beneplácito (apenas as "suas" empresas colocarem publicidade nos orgãos que fizessem a campanha) e as cúpulas socialista e social-democrata se limitassem a neutralizar os seus históricos, em menos de 6 meses a monarquia arrasaria os republicanos em referendo. A Igreja não se pronunciaria, mas "Opus Dei" e jesuítas convergindo, seriam imparáveis. Decididamente contra, comunistas e extrema-esquerda - talvez 15% do eleitorado - as maçonarias de rito francês e muitos dirigentes socialistas e sociais-democratas (aliás em grande parte contidos nos anteriores) mas, se neutralizados pelas cúpulas nos media, sem grandes reflexos no eleitorado. Para mim a grande batalha dos monárquicos é levar os partidos - maioria de 2/3 necessária - a alterar o artigo da Constituição que perpetua o regime republicano e isso nem parece muito difícil.



Caros Amigos

Não sei se as Reais Associações lêem ou não este forum, mas pelos vistos decidiram seguir o meu conselho. Neste ultimos 2 meses SAR tem aparecido a sério. Ainda ontem 1 hora na Sic noticias com a jornalista Maria João Avilez. Uma excelente entrevista diga-se de passagem, e gostei de ver o respeito com que SAR foi tratado por esta GRANDE jornalista, bem como a excelente prestação de SAR. ASSIM SIM.


JTMB
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Seg 11 Dez - 19:09:38

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:37:09, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Seg 11 Dez - 22:47:26

Cara Ana Rita Bivar,

Bravo. Desta vez estou consigo!...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Ter 12 Dez - 0:54:44

Cara Ana Rita

Parabens!!!!!

Claramente que se assim continuar vai ficar para a História como a "Doçeira de Arronches" que a par da "Padeira de Aljubarrota" e da "Maria da fonte" preenchem o "Hall of fame" feminino Português! king

Essa "Republica" que segure bem a Coroa...

A serio que gostei.

força!

Joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Qua 13 Dez - 3:21:54

Caro JTMB

Desculpe demorar na resposta mas mais vale tarde que nunca.
Vamos aproveitar que a onda de “spam” ainda não se virou para aqui para irmos trocando opiniões.

Quanto ao seu texto, eu já lhe tinha respondido, mas posso sempre voltar ao assunto

JTMB escreveu:

Mas, se o grupo Impresa quiser, com Balsemão como face visível mas a maçonaria de rito escoçês e a Trilateral como panos de fundo, a "Opus Dei" desse o seu beneplácito (apenas as "suas" empresas colocarem publicidade nos orgãos que fizessem a campanha) e as cúpulas socialista e social-democrata se limitassem a neutralizar os seus históricos, em menos de 6 meses a monarquia arrasaria os republicanos em referendo. A Igreja não se pronunciaria, mas "Opus Dei" e jesuítas convergindo, seriam imparáveis. Decididamente contra, comunistas e extrema-esquerda - talvez 15% do eleitorado - as maçonarias de rito francês e muitos dirigentes socialistas e sociais-democratas (aliás em grande parte contidos nos anteriores) mas, se neutralizados pelas cúpulas nos media, sem grandes reflexos no eleitorado. Para mim a grande batalha dos monárquicos é levar os partidos - maioria de 2/3 necessária - a alterar o artigo da Constituição que perpetua o regime republicano e isso nem parece muito difícil.

Comecemos pelo princípio:

A primeira reacção dos Portugueses, daqueles que podem dizer sê-lo, ás ideias de mudança nascidas da Revolução Francesa foi de repúdio sistemático. Os que representavam uma suposta elite e que entretanto aderiram a estas novas ideias, aclamando “El Rei Junot”, “Duque de Abrantes” e que passaram a ser designados por “Afrancesados”, foram afastados ou até banidos de cargos de responsabilidade e delegação de poderes Reais. Por exemplo, o médico de D. João VI foi afastado da junta governativa entretanto instituída por se desconfiar que era um “Afrancesado”, mas não foi o único, longe disso…
Graças a deus que o Tenente-Coronel Silveira não fez outro tanto e tanto fez de Chaves até Amarante (de onde, pelos serviços prestados foi mais tarde feito Conde) para combater os exércitos invasores, humilhando o melhor exercito do mundo, liderado no nosso caso pelos grandes generais da altura tais como Soult, Loison (O celebre Maneta), Foy e tantos heróis de tantas batalhas ganhas por essa Europa, que vieram a Portugal trazer a “libertação” aos “oprimidos” dando a “luz” ao nosso obscurantismo, e saíram de cá bem tosados, humilhados, esfarrapados, desmoralizados e derrotados, “vomitados” pela ponte da Misarela, na ponta da gadanha e do ancinho dos nossos antepassados.

Parece é que os Portugueses, que naquela altura ainda não tinham sofrido a mutação genética de assumirem sem discutir que “tudo o que é estrangeiro é bom”, não foram em cantigas e não quiseram trocar ideias ocas e viscosas (que mais não eram que a camuflagem para a pilhagem que entretanto os libertadores iam fazendo, “libertando-nos” de tal forma de todos os bens materiais que nem as igrejas escapavam ao ponto de se terem formado os famosos “Batalhões Eclesiásticos” de padres e curas que pegaram em armas para combaterem o inimigo), pelos seus valores e princípios.
Quem parece que não os tinha, os princípios, eram os tais “libertadores”, pois talvez por os Portugueses estarem muito agarrados ás “trevas” e á “opressão” usaram de toda a força que tinham para os “libertar”, ficando este acto para a história como um dos mais feios conjunto de massacres, assassínios, violações e outros crimes de que fomos alvo na nossa existencia.
Quem sempre os teve e no sitio, sim, os princípios, foram os nossos antepassados que apesar do cataclismo que a “libertação” lhes trouxe não cederam, sendo um dos símbolos disso a placa comemorativa (quando ainda havia algo que por lá merecesse ser comemorado…) que se encontra na ponte românica do Marco de Canaveses que diz simplesmente:

“AQUI, NÃO PASSARAM!!!!!”

Não passaram os Franceses nem as suas ideias inovadoras e revolucionárias.

Eles vieram atrás do ouro, e levaram muito…chumbo!

Mas infelizmente os resultados obtidos nos campos de batalha não foram absolutos pois entre a “Elite” havia muito quem tivesse ficado contaminado por esta doença, mais uma, que os invasores tinham deixado.


Todo este texto, escrito na mais pura tradição dos lençóis tipo “Teixeira Rebelo” , vai ter seguimento, para o qual espero ter a sua paciência e atenção.

Grato

Joe


Última edição por em Qui 14 Dez - 11:57:25, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Qua 13 Dez - 17:56:09

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:38:14, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Qui 14 Dez - 1:29:28

Carissimos

joe war

Vais demorar muito o segundo capitulo?

não demores...

MDS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
knight Mare
Guarda-Marinha
Guarda-Marinha


Número de Mensagens : 5
Local/Origem: : Caminha
Data de inscrição : 20/12/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 22 Dez - 22:16:23

Joe War

O que é que as Invasões Francesas, que foram á tanto tempo, tem a ver com isto?

Km
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O Conjurado
Almirante
Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 128
Local/Origem: : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sab 6 Jan - 0:33:59

Caro Joe War,

Felicito-lhe por nos ter "refrescado" a memória com um texto que só um verdadeiro português ciente da falsidade da maçonaria e de tudo o que ela acarreta escreveria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Hoje à(s) 18:21:45

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» DIFERENÇAS FUNDAMENTAIS ENTRE OS ADEPTOS DA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL E OS EVANGÉLICOS
» Denominações e Seitas 1. Por que existe tanta diferença doutrinária entre as denominações evangélicas? Qual seria a verdadeira doutrina cristã?
» SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS ENTRE LITURGIAS DAS IGREJAS CONGREGAÇÃO CRISTÃ - MINISTÉRIO JANDIRA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - BRAS IGREJA RENOVADORA CRISTÃ ®
» QUAL A DIFERENÇA ENTRE A MASSEIRA RAPIDA PARA A BASCULANTE?
» DIFERENÇA ENTRE MASSEIRA RAPIDA E LENTA

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: MONARQUIA TRADICIONAL-
Ir para: