MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sab 2 Set - 18:52:04

caro JTMB

Que lhe parece isto para principio:

"Quando se trata de Monarquia, o "EU" não existe, é uma ficção gramatical!!"

grato

joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sab 2 Set - 21:45:28

joe war escreveu:
caro JTMB

Que lhe parece isto para principio:

"Quando se trata de Monarquia, o "EU" não existe, é uma ficção gramatical!!"

grato

joe

Excelente e de acordo, mas... como começar? Sugestões?



Cumprimentos

Zé Tomaz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Dom 3 Set - 1:42:25

Caro JTMB


Por onde começar?

Exactamente por aqui!

Como sabe, um dos maiores obstáculos que se encontra no meio Monarquico é o ego dos seus constituintes. Todos tem o sonho, nalguns casos a ideia fixa até de ficarem para a história como tendo sido ELES quem restaurou a Monarquia. Há quem tenha até devaneios maiores....

Isto implica que nada ou ninguem pode ter ideias diferentes das DELES , que neste assunto só ELES é que sabem, que quem não está com ELES está contra ELES, enfim aquela enfadonha posição que tão bem conhecemos que é que ELES é que tem sempre razão e raramente se enganam...

Com um horizonte tão vasto como este, ELES não conseguem compreender como é que NÓS não os seguimos e portanto não os escolhemos a ELES para nos guiarem ou até porque não nos LIDERAREM, ou de uma maneira mais soft nos conduzirem, pelo caminho das pedrinhas da Monarquia.


Por outro lado, não há obstáculo maior que "EUS" para se ter um verdadeiro espirito de equipa. Quando há EUS há choques, questões pessoais, mal entendidos, jogos de poder, etc,... uma panóplia de coisas perfeitamente dispensáveis quando o que na verdade se busca é a implantação da Monarquia e não o exacerbar de não sei quantos reisinhos...

Com EUS não consegue o grupo coeso, não consegue o galvanizar desse grupo em torno de uma causa, e portanto a criação da massa critica necessaria e suficiente para que esta causa faça a descolagem e levante voo.

É por isto que me parece que só se pode começar por aqui...

grato

joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mdsantiago
Contra-Almirante
Contra-Almirante


Masculino
Número de Mensagens : 70
Local/Origem: : Campeâ - Vila Real - Portugal
Data de inscrição : 06/01/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 16:07:24

Caro joe

Gosto de o voltar a ver por cá. Espero que não seja uma visita pontual, mas o "Regresso de Jedi"...

Ao contrario de JTMB gostei muito do que aqui pôs, mas para mim não é novidade nenhuma...

Como está a REMO?

Vamos nisso porque fortes e feios é que D.Miguel os quer...

MDS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 17:02:51

mdsantiago escreveu:
Caro joe


Ao contrario de JTMB gostei muito do que aqui pôs, mas para mim não é novidade nenhuma...



MDS

Meu Caro Amigo

Quando me viu a escrever que não gostava dos escritos do Joe? A unica coisa que acho é que não são realistas, mas gosto imenso, como qualquer sonho são excelentes, impossiveis é de colocar em prática.


Um abraço

Zé Tomaz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 18:53:51

Caros Amigos

Querem uma contribuição positiva? Pois aqui vai ela, e esta não é sonho e acredito que resulta.

Zé Tomaz



Citação :
Hoje a monarquia perderia um referendo. Mas, se o grupo Impresa quiser, com Balsemão como face visível mas a maçonaria de rito escoçês e a Trilateral como panos de fundo, a "Opus Dei" desse o seu beneplácito (apenas as "suas" empresas colocarem publicidade nos orgãos que fizessem a campanha) e as cúpulas socialista e social-democrata se limitassem a neutralizar os seus históricos, em menos de 6 meses a monarquia arrasaria os republicanos em referendo. A Igreja não se pronunciaria, mas "Opus Dei" e jesuítas convergindo, seriam imparáveis. Decididamente contra, comunistas e extrema-esquerda - talvez 15% do eleitorado - as maçonarias de rito francês e muitos dirigentes socialistas e sociais-democratas (aliás em grande parte contidos nos anteriores) mas, se neutralizados pelas cúpulas nos media, sem grandes reflexos no eleitorado. Para mim a grande batalha dos monárquicos é levar os partidos - maioria de 2/3 necessária - a alterar o artigo da Constituição que perpetua o regime republicano e isso nem parece muito difícil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Teixeira Rebelo
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 35
Local/Origem: : Santa Maria e São Miguel - Sintra
Data de inscrição : 30/08/2006

MensagemAssunto: mal por mal   Sex 8 Set - 19:17:59

Caro José Tomaz de Mello Breyner (Estoril)

Se me permite, agora seria a minha vez de dizer: mal por mal venha a sua proposta.

Citação :
«A alternativa é :
Convencer as nossas forças armadas que o País está num caos, e convencê-los a iniciar uma revolução. Mas duvido que a Europa onde estamos inseridos dê o seu "agrement" a essa revolução.»
É mais fácil, mais honesto, não se ficam a dever favores a fulanos sem escrúpulos que iriam cobrar os dividendos como paga pelo “favor” que fizeram ao Povo. As Forças Armadas pelo menos se o fizerem, fazem-no com mais honestidade e com a convicção de que estão a fazê-lo pelo Bem Comum.

Bem sei que se ficasse por aqui estaria em contradição ao que teria dito noutro tópico, mas em atenção a “mal por mal”, «-Vivam as Forças Armadas», embora para Joe War seria castigar mais uma vez o Povo português com uma revolução, o que também concordo, visto que a última foi traumática.

Parece-me, que a solução será saber esperar e, entretanto, preparar as condições para, numa futura oportunidade (instabilidade internacional), forçar a que isto vire para o lado da monarquia e, assim, tornear a imposição estrangeira que virá com certeza com qualquer mudança política interna.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 20:02:27

Hoje a monarquia perderia um referendo. Mas, se o grupo Impresa quiser, com Balsemão como face visível mas a maçonaria de rito escoçês e a Trilateral como panos de fundo, a "Opus Dei" desse o seu beneplácito (apenas as "suas" empresas colocarem publicidade nos orgãos que fizessem a campanha) e as cúpulas socialista e social-democrata se limitassem a neutralizar os seus históricos, em menos de 6 meses a monarquia arrasaria os republicanos em referendo. A Igreja não se pronunciaria, mas "Opus Dei" e jesuítas convergindo, seriam imparáveis. Decididamente contra, comunistas e extrema-esquerda - talvez 15% do eleitorado - as maçonarias de rito francês e muitos dirigentes socialistas e sociais-democratas (aliás em grande parte contidos nos anteriores) mas, se neutralizados pelas cúpulas nos media, sem grandes reflexos no eleitorado. Para mim a grande batalha dos monárquicos é levar os partidos - maioria de 2/3 necessária - a alterar o artigo da Constituição que perpetua o regime republicano e isso nem parece muito difícil.



Caro Teixeira Rebelo

Com uma solução deste género haverá possibilidades nenhuma outra tem qualquer viabilidade. Uma revolução no quadro actual é impossivel, pelo que se terão de aplicar as técnicas modernas de gestão para mudar o rumo dos acontecimentos.

Qualquer pessoa que pense um pouco sobre o assunto lhe dirá que é uma solução REALista.

JTMB
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carlos borges
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/09/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 22:02:49

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Hoje a monarquia perderia um referendo. Mas, se o grupo Impresa quiser, com Balsemão como face visível mas a maçonaria de rito escoçês e a Trilateral como panos de fundo, a "Opus Dei" desse o seu beneplácito (apenas as "suas" empresas colocarem publicidade nos orgãos que fizessem a campanha) e as cúpulas socialista e social-democrata se limitassem a neutralizar os seus históricos, em menos de 6 meses a monarquia arrasaria os republicanos em referendo. A Igreja não se pronunciaria, mas "Opus Dei" e jesuítas convergindo, seriam imparáveis. Decididamente contra, comunistas e extrema-esquerda - talvez 15% do eleitorado - as maçonarias de rito francês e muitos dirigentes socialistas e sociais-democratas (aliás em grande parte contidos nos anteriores) mas, se neutralizados pelas cúpulas nos media, sem grandes reflexos no eleitorado. Para mim a grande batalha dos monárquicos é levar os partidos - maioria de 2/3 necessária - a alterar o artigo da Constituição que perpetua o regime republicano e isso nem parece muito difícil.



Caro Teixeira Rebelo

Com uma solução deste género haverá possibilidades nenhuma outra tem qualquer viabilidade. Uma revolução no quadro actual é impossivel, pelo que se terão de aplicar as técnicas modernas de gestão para mudar o rumo dos acontecimentos.

Qualquer pessoa que pense um pouco sobre o assunto lhe dirá que é uma solução REALista.



Um pouco mais de respeito pelo Povo Português, por favor! Muito me admira que seja essa a sua visão sobre a Nação e a Pátria que diz defender. Como se a sociedade portuguesa fosse uma chusma de idiotas a ser governada a cacete, complots da padralhada jesuíticos, aventalinhos maçónicos e dinheiro da imprensa. Fale por si, Senhor Mello Breyner! E se é isso o que deseja então que viva a República. Mas lembre-se que é por afirmações como a sua que os Portugueses olham com tanta desconfiança o movimento monárquico.

JTMB
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carlos borges
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/09/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 22:06:22

Um pouco mais de respeito pelo Povo Português, por favor! Muito me admira que seja essa a sua visão sobre a Nação e a Pátria que diz defender. Como se a sociedade portuguesa fosse uma chusma de idiotas a ser governada a cacete, complots da padralhada jesuíticos, aventalinhos maçónicos e dinheiro da imprensa. Falem por vós, Senhor Mello Breyner e Senhor Teixeira Rebelo! E se é isso o que desejam então que viva a República. Mas lembrem-se que é por afirmações como a vossas que os Portugueses olham com tanta desconfiança o movimento monárquico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:00:01

Caro Carlos Borges

Não considero que falar verdade seja faltar ao respeito aos Portugueses nos quais me incluo.

Qualquer produto / ideia desde que bem promovido atinge a liderança.

Não me diga que não sabe quem é a Marta?


Cumptos


JTMB
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carlos borges
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/09/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:06:48

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Caro Carlos Borges

Não considero que falar verdade seja faltar ao respeito aos Portugueses nos quais me incluo.

Qualquer produto / ideia desde que bem promovido atinge a liderança.

Não me diga que não sabe quem é a Marta?


Cumptos


JTMB



Não, não sei já agora explique-me ou faça-me o desenho ( se não for obsceno, claro!)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:13:18

Ok Teleseguro fala a Marta...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:15:18

Caro Carlos

Um brilhante professor universitário Brasileiro respondeu assim á proposta que coloquei acima e que tanto o indignou:

Citação :
O problema da imprensa (o "quarto poder" que torna-se cada vez mais o primeiro) é uma constante nas democracias ocidentais, não é diferente no Brasil (se amanhã a Rede Globo de Televisão criar uma novela intitulada "Orleans e Bragança", em dois meses a população estará apoiando a volta da monarquia). Quando falamos de apoios e opiniões políticas, devemos ter em mente aquela porção da sociedade um pouco mais esclarecida e que se deixa levar menos facilmente pelas marés publicitárias (um grupo cada vez menor,diga-se de passagem)

A Opus Dei também começa a crescer por aqui, e tem na figura do segundo colocado nas pesquisas eleitorais para a presidência um de seus simpatizantes (mas nada comparado, ainda, à força que está tomando em Portugal). A impressão que eu tenho é que ela está se tornando uma especie de TFP que deu certo.

Este "convívio" (para ser brando) entre esquerda e direita é algo que só o pragmatismo político, desprovido de qualquer imperativo moral, pode explicar.

A falta de "aproveitamento" da família imperial brasileira pelo governo nacional não tem outro motivo senão a pouca representatividade (ou melhor: visibilidade) que ela possui, atualmente, entre a população. Pode estar certo que se a imprensa der alguma publicidade aos príncipes, no outro dia veremos o presidente abraçado aos Orleans e Bragança. A "realpolitik" é a base do pensamento marxista, é por ela que se explica (cito dois exemplos pouco lembrados e um terceiro mais recorrentemente citado) [1.] a defesa de Marx do imperialismo inglês na Índia ou [2.] sua defesa da invasão do México pelos estadunidenses ("é preciso avançar em direção ao capitalismo, para chegarmos mais rapidamente à outra etapa") ou (citando um caso bem brasileiro) [3] o apoio de Luis Carlos Prestes a Getúlio Vargas, após este último ter entregado a mulher do primeiro aos nazistas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:23:32

Caro Carlos

Reparo agora que sou Capitão de Mar e Guerra e vc um simples Guarda Marinha. Posso pedir-lhe que me faça a continencia antes de iniciar a resposta?








Não leve a mal, mas só agora reparei nestas "graduações" que devem ter a ver com a quantidade de mesnagens e apeteceu-me brincar com o assunto, até porque sempre é mais uma mensagem e posso chegar rápidamente a Almirante bounce bounce bounce bounce
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carlos borges
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/09/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:34:04

Caro José Tomás Mello Breyner,


Se nem um partido com pés e cabeça os monárquicos Portugueses conseguiram formar, para quê pensar no marketing! É mais ou menos fazer batota porque não se tem QI para as regras do poker. Francamente, diga-me se aqueles deputados do PPM não são a vergonha daquele Parlamento?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Tomaz Mello Breyner
Almirante do Império
Almirante do Império


Masculino
Número de Mensagens : 734
Local/Origem: : www.yorkhouselisboa.com
Data de inscrição : 19/08/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:40:26

Sem duvida, mas deputados, é demais, pois é apenas 1
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carlos borges
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/09/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:40:34

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Caro Carlos

Reparo agora que sou Capitão de Mar e Guerra e vc um simples Guarda Marinha. Posso pedir-lhe que me faça a continencia antes de iniciar a resposta?








Não leve a mal, mas só agora reparei nestas "graduações" que devem ter a ver com a quantidade de mesnagens e apeteceu-me brincar com o assunto, até porque sempre é mais uma mensagem e posso chegar rápidamente a Almirante bounce bounce bounce bounce




Bem se a sua fantasia é ser Almirante faço-lhe as continências que quiser. A cada um a sua loucura. ( A sua é menos irritante e bem mais modesta que a do Rosário Podimani)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carlos borges
Capitão de Fragata
Capitão de Fragata


Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/09/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sex 8 Set - 23:44:14

José Tomaz Mello Breyner escreveu:
Sem duvida, mas deputados, é demais, pois é apenas 1

vc sabe, estava-me a referir ao fadista. É dúplice, que olho para ele vejo também a sombra do primo Loulé
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Teixeira Rebelo
Comodoro
Comodoro


Masculino
Número de Mensagens : 35
Local/Origem: : Santa Maria e São Miguel - Sintra
Data de inscrição : 30/08/2006

MensagemAssunto: Alternativa de JT de MB   Sex 8 Set - 23:58:27

Caro José Tomaz de Mello Breyner (Estoril)


O apoio à sua Alternativa não era brincadeira, ela é de facto, quando se proporcionar uma conjuntura internacional que impeça qualquer intervenção estrangeira, uma das melhores soluções. A melhor, a óptima, seria os portugueses se revoltarem contra a Democracia e a República, ao mesmo tempo, e implantarem a Monarquia Tradicional. Isto não me parece impossível, mas um pouco impraticável, porque como diz a coparticipante Ana Rita Bivar

Citação :
«Mais vale sermos em menos número mas mais convictos e mais decididos. Em todas as alturas da nossa historia foram sempre poucos os que fizeram muito, porque a coragem e a decisão sempre nos guiou. Não nos detivemos no impossível e no impensável e foi assim que fizemos Portugal. O que é que mudou? O comodismo, que alimenta o medo e a capacidade de dar um passo em frente. As nossas mãos nos libertarão! Não tenho dúvidas disso. Mas primeiro é preciso que as nossas cabeças estejam libertas e desinibidas para pensar, é preciso clarividência para percebemos que neste momento as nossas mãos que um dia nos libertarão estão amarradas, que somos reféns das regras deste jogo que só vai ter fim quando o deixarmos de jogar.»

Portanto, nunca esperemos nada do Povo (maioria) a não ser o bater das palmas. É essa minoria, de que fala a co-participante Ana Rita Bivar, que deve estar bem posicionada e bem preparada para que a revolução, pacífica ou militar, se dê para o lado da monarquia.

Citação :
«Desta vez, o que vai ser feito, vai ser com o povo e para o povo e só faz sentido se o mesmo povo for parte activa neste processo. Qualquer outra forma ou método vai acabar por descambar numa república das bananas coroada ou numa monarquia de iluminados, o que seria a meu ver lamentável.»

Esta sugestão de Ana Rita Bivar, que à partida poderá pensar-se estar em desacordo com o que apresentou acima noutro tópico, poderão, no entanto, estar intimamente relacionadas se, de facto, o Povo bater as palmas à acção de uma minoria com a qual o Povo se identifique, porque também devemos ter em atenção outras palavras sábias, de José Hermano Saraiva, que é republicano como toda a gente sabe, e que nos alerta de que «o Povo sozinho não vai a lado nenhum». Juntando isto, presumo que terá muito trabalho pela frente, um grupo que esteja seriamente empenhado em restaurar a monarquia, porque lhe competirá agir e convencer o povo a bater-lhe as palmas no fim. Será uma simbiose perfeita (todos ganham).

A opção que apresenta ligada aos lobbies da imprensa (grupo Impresa incluído) acaba por ser uma continuidade do sistema democrático numa roupagem monárquica. Como já se disse por estes fóruns, também para mim, isso seria ir buscar os “bibulous” da República (Duarte de Bragança), os órgãos de reserva da República, e colocá-los bem à vista dando a imagem duma mudança (mantendo o sistema), que até poderia inicialmente dar um alento à sociedade portuguesa convencendo-nos positivamente da transformação, mas, talvez, a médio prazo se detectasse que se tinha queimado uma oportunidade de restaurar a monarquia, porque os problemas permanecerão. A verdadeira mudança está em alterar o sistema. Os males de Portugal são as doenças iatrogénicas da Democracia.

Não gostaria de ter monarquia a qualquer preço até porque isso acarretará um custo mais elevado no futuro. Se hoje já se fala de monarquia sem se fazer troça (embora, haja quem o faça) é porque no íntimo se esta a levar a sério a monarquia (isso já é um ganho destes últimos anos), o que falta é fazê-la sentir que é a alternativa possível para Portugal.

Portanto, não vejo com bons olhos uma alternativa que futuramente, pela incapacidade de resolver os problemas do sistema, iria deixar de ser vista como “a alternativa esperançosa” e passar a ser a continuidade da República, concluindo-se que em monarquia o sistema Democrático também é “abominável”. Monarquia sem ser a Tradicional, é uma “república coroada” (gosto deste termo, dá para apoquentar alguns que se dizem monárquicos).


Concluindo:
“Antes quebrar que torcer”


errata: onde está “bibulous” deve ler-se “biblous”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sab 9 Set - 16:24:59

Caro JTMB

JTMB escreveu:
Hoje a monarquia perderia um referendo. Mas, se o grupo Impresa quiser, com Balsemão como face visível mas a maçonaria de rito escoçês e a Trilateral como panos de fundo, a "Opus Dei" desse o seu beneplácito (apenas as "suas" empresas colocarem publicidade nos orgãos que fizessem a campanha) e as cúpulas socialista e social-democrata se limitassem a neutralizar os seus históricos, em menos de 6 meses a monarquia arrasaria os republicanos em referendo. A Igreja não se pronunciaria, mas "Opus Dei" e jesuítas convergindo, seriam imparáveis. Decididamente contra, comunistas e extrema-esquerda - talvez 15% do eleitorado - as maçonarias de rito francês e muitos dirigentes socialistas e sociais-democratas (aliás em grande parte contidos nos anteriores) mas, se neutralizados pelas cúpulas nos media, sem grandes reflexos no eleitorado. Para mim a grande batalha dos monárquicos é levar os partidos - maioria de 2/3 necessária - a alterar o artigo da Constituição que perpetua o regime republicano e isso nem parece muito difícil.


Depois da implantação de Republica pela Carbonária em 1910, o que está a defender é a implantação da Monarquia pela maçonaria?

Cuidado!!!!

Não me parece necessário estar a pedir a alguém para fazer o nosso trabalho. Essa começa a ser uma constante do Movimento Monárquico. É que independentemente de se apelar á intervenção das forças armadas, das "forças ocultas" ou das "forças vivas" o que é importante é perceber que estamos a recorrer a forças "externas", ou mais simplesmente a outros para que resolvam os nossos problemas. É o eterno lema Português do "É preciso que alguém faça alguma coisa senão não sei o que vai ser...."

Pedir ao lobbi da comunicação que manipule a opinião piblica e o sistema politico de forma a tornar a Monarquia a solução obvia do problema é tornar a Monarquia refém desse mesmo lobbi, é fabricar uma Monarquia "Marioneta" em que a cada gesto dos Monarcas se poderá associar uma puxadela de fio nos bastidores e a sua voz soará sempre a uma voz Off de falsete. É exactamente a subversão daquilo que aqui se defende, seria a utilização da instituição real como camuflagem da oligarquia e portanto como forma de servir interesses privados e não do garante do bem comum.

A melhor maneira, se calhar a única, de garantir-mos que ninguém nos rouba a liberdade, é tê-la connosco, leva-la para onde quer que vamos, "vesti-la" todos os dias, torna-la parte de nós, inseparável como se de um órgão do nosso corpo se tratasse.
Se a entregamos a alguém para que a guarde, esse alguém é mesmo capaz de a guardar.... Para si!

Faço-vos uma proposta.

Porque não cada um de nós apelar a si?

Porque não cada um chamar a si a sua parte?

joe

PS: Como Vice-Almirante, dispenso-o das tradicionais saudações e reverencias devidas á minha patente... Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Rita Bivar
Almirante Tri-Tirocinado
Almirante Tri-Tirocinado


Feminino
Número de Mensagens : 191
Local/Origem: : Alentejo profundo
Data de inscrição : 13/02/2006

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Dom 10 Set - 16:09:22

silent


Última edição por em Qua 14 Fev - 4:22:51, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://raizdepedra.blogspot.com
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Ter 12 Set - 10:28:51

Caro S.or. Teixeira Rebelo



T. Rebelo escreveu:
A melhor, a óptima, seria os portugueses se revoltarem contra a Democracia e a República, ao mesmo tempo, e implantarem a Monarquia Tradicional. Isto não me parece impossível, mas um pouco impraticável, porque como diz a coparticipante Ana Rita Bivar

Quote:
«Mais vale sermos em menos número mas mais convictos e mais decididos. Em todas as alturas da nossa historia foram sempre poucos os que fizeram muito, porque a coragem e a decisão sempre nos guiou. Não nos detivemos no impossível e no impensável e foi assim que fizemos Portugal. O que é que mudou? O comodismo, que alimenta o medo e a capacidade de dar um passo em frente. As nossas mãos nos libertarão! Não tenho dúvidas disso. Mas primeiro é preciso que as nossas cabeças estejam libertas e desinibidas para pensar, é preciso clarividência para percebemos que neste momento as nossas mãos que um dia nos libertarão estão amarradas, que somos reféns das regras deste jogo que só vai ter fim quando o deixarmos de jogar.»


Portanto, nunca esperemos nada do Povo (maioria) a não ser o bater das palmas. É essa minoria, de que fala a co-participante Ana Rita Bivar, que deve estar bem posicionada e bem preparada para que a revolução, pacífica ou militar, se dê para o lado da monarquia.

Não poderia estar mais de acordo. É nisso que se tem de trabalhar, nessa minoria que fugindo do espirito de manada da maioria lhe poderá alterar o rumo. De facto na nossa história sempre assim foi.

De que estamos á espera?

Que se atinja a plena consciencia que assim será.
Que se torne claro que não adianta perpetuar o erro de querer vencer o sistema sendo conivente com ele.
Que as vantagens do sistema Monarquico sejam tornadas mais fortes e evidentes do que algum interesse mesquinho ou oculto do ego de quem a quer implantar.
Que se tenha o bom senso e a honestidade de se chegar a um consenso ou a um compromisso duradouro entre essa minoria que permita que o resto avance e acima de tudo que haja a inteligencia suficiente nessa minoria para saber concretamente até onde deve ir e de onde não deverá passar.
Que a vontade de fazer suplante a vontade de falar, que a vontade de dizer suplante a vontade de calar, que a vontade de viver suplante a vontade de matar aquilo que está vivo em nós.

Por isso, não concordo com isto

T. Rebelo escreveu:
O apoio à sua Alternativa não era brincadeira, ela é de facto, quando se proporcionar uma conjuntura internacional que impeça qualquer intervenção estrangeira

Se ficarmos á espera disto, arriscamo-nos a ficar para a história como os fundadores do "Imperio dos sentados"...

T. Rebelo escreveu:
Não gostaria de ter monarquia a qualquer preço até porque isso acarretará um custo mais elevado no futuro. Se hoje já se fala de monarquia sem se fazer troça (embora, haja quem o faça) é porque no íntimo se esta a levar a sério a monarquia (isso já é um ganho destes últimos anos), o que falta é fazê-la sentir que é a alternativa possível para Portugal.

Portanto, não vejo com bons olhos uma alternativa que futuramente, pela incapacidade de resolver os problemas do sistema, iria deixar de ser vista como “a alternativa esperançosa” e passar a ser a continuidade da República, concluindo-se que em monarquia o sistema Democrático também é “abominável”. Monarquia sem ser a Tradicional, é uma “república coroada” (gosto deste termo, dá para apoquentar alguns que se dizem monárquicos).

Estou de acordo consigo.

T. Rebelo escreveu:
Concluindo:
“Antes quebrar que torcer”
Sempre

Joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Dom 24 Set - 20:17:21

Caros JTMB e T. Rebelo

Será que eu disse alguma coisa que vos ofendeu? é que se desligaram de uma discussão que já estava a ficar muito interessante...


Ana Rita Bivar escreveu:
Só somos derrotados no dia que deixamos de lutar e nesse dia mais vale assumir que desistimos em vez de estar a perder tempo a arranjar pretextos e desculpas para a nossa deistência e abandono.

nem mais...

joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
joe war
Almirante
Almirante


Número de Mensagens : 123
Local/Origem: : Vila Real - Trás-os-Montes
Data de inscrição : 31/12/2005

MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Sab 9 Dez - 3:51:24

Caros JTMB e Teixeira Rebelo

Estive a reler este tópico e queria proporvos que retomássemos a discussão que estava a tomar um caminho muito interessante.

Vamos nisso?

Joe
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP   Hoje à(s) 0:48:01

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Diferenças fundamentais entre a MT e MC/MP
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» DIFERENÇAS FUNDAMENTAIS ENTRE OS ADEPTOS DA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL E OS EVANGÉLICOS
» Denominações e Seitas 1. Por que existe tanta diferença doutrinária entre as denominações evangélicas? Qual seria a verdadeira doutrina cristã?
» SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS ENTRE LITURGIAS DAS IGREJAS CONGREGAÇÃO CRISTÃ - MINISTÉRIO JANDIRA CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL - BRAS IGREJA RENOVADORA CRISTÃ ®
» QUAL A DIFERENÇA ENTRE A MASSEIRA RAPIDA PARA A BASCULANTE?
» QUAL A DIFERENÇA ENTRE JUDEUS E SAMARITANOS

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: MONARQUIA TRADICIONAL-
Ir para: