MONARQUIA TRADICIONAL

Nós seremos livres, nosso rei será livre, nossas mãos nos libertarão
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Lamentavelmente...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
leònidas_
Vice-Almirante
Vice-Almirante


Número de Mensagens : 96
Data de inscrição : 09/03/2007

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Dom 15 Jul - 21:33:12

Caro Nuno Cardoso da Silva:
Citação :
A Monarquia é uma construção humana que será apenas tão boa quanto as pessoas sobre as quais assenta

Citação :
Um mau Rei faz com que a Monarqia seja má

Existe aqui alguma contradição..então são as pessoas que fazem a monarquia ,mas esta é má se o Rei for mau...parece-me que ve o Rei como principal factor de desvios negativos e a pop. como principal factor de desvios positivos...parece um filme psicadélico onde consegue por duas sociedades diferentes a viver em duas dimensões diferentes..onde ocasionalmente se encontram ????

Citação :
Maus monárquicos só podem produzir uma má Monarquia

Estou confuso!...então o que faz uma monarquia no seu entender, o povo ou o Rei ou os apoiantes

..é que em qualquer dos casos a monarquia vive de um caractér messiánico...aliás foi do messianismo que a republica se socorreu quando se quis implantar....como não o concretizou caiu!
Dando lugar a outro que também se dizia messianico...não o fez, mas propagandeou muito, caiu na mesma

A 3º tentativa também entrará nesse ciclo quando se acabarem os fundos e o final será o mesmo

O messianismo é o cimento de Portugal...retira-lo e esvaziar a alma dos portugueses

bem haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Dom 15 Jul - 21:36:33

leònidas_ escreveu:
...e sim existe um caractér metafisico no acto...

Confesso que compreendo. As coisa in natura têm outro gosto!!! Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
leònidas_
Vice-Almirante
Vice-Almirante


Número de Mensagens : 96
Data de inscrição : 09/03/2007

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Dom 15 Jul - 23:18:35

...lol...gostei da nuance

...e é por as coisas "ao natural" serem diferentes (fomos educados por um sistema republicano) , porque o Rei também é um homem, como todos os outros...que temos de incorporar o conceito de que o monarca é 1º Rei e depois homem

...só quando esta hierarquia falha é que o Rei pode ser considerado inapto para o cargo

..Só que se olhamos para o homem e não o vemos mais do que isso...então não somos monarquicos porque ainda não atingimos o patamar necessário para comprender que as nossas inerentes responsabilidades dividem-nos e tornam-nos diferentes

bem haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vm
Capitão de Mar e Guerra
Capitão de Mar e Guerra


Número de Mensagens : 29
Data de inscrição : 10/01/2007

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 0:12:10

Eu diria que o que se passou no FDR foi bem mais do que o simples fecho do FDR. O mesmo terá, parece sido alvo de um verdadeiro golpe de estado. o administrador do FDR e da associação anunciou o fim de ambos, no entanto, indo ao antigo site do FDR percebe-se que a associação permanece ainda viva, provavelmente com apenas alguns membros da antiga administração. Aliás, a Comissão Instaladora tem até já um emblema para a futura associação, que aliás merece alguns comentários.

Acho que vamos ter surpresas em breve e diria que o centro de poder deste novo organismo que eventualmente será criado em em Londres e não cá. Resta saber quem e que objectivos irá servir.

Quanto ao FDR tenho não tenho pena que tenha terminado, no seu formato actual. Tenho pena sim que o Fórum Monarquia-Portugal tenha terminado, isto já há quase um ano. O Mnarquia-POrtugal que passou a FDR deixou de ser o espaço generalista e que permitia aos cibernautas tomar contacto com a realidade (mesmo que parcelar) do movimento monárquico português. Permitia que diferentes individuos se organizassem e fizessem algo e até permitia a prendizagem e o debate. Depois e em grande medida por algumas alterações na administração, o entao 're-criado' FDR pasou a ser um órgão fechado, virado essencialmente a servir os objectivos de alguns. Com isto perdeu Portugal e o ideal monárquico.

Os espaços de internet desta natureza dividem-se,em minha opinião em dois tipos: os generalistas e os de estratégia. Se os primeiros devem ser abertos, incluindo nas discussões por forma a convencer quem não o está(monárquicos já somos, precisamos é de convencer os indecisos e os republicanos) os segundos devem resultar do convite dos mais activos e interessados na delineação de estratégias e preparação de iniciativas on e/ou off-line. O FDR passou a ser um fórum de estratégia com características de Fórum generalista e administrado de forma lesiva por alguns que não entendendo a verdadeira urgência em mudar o rumo que Portugal leva, se perdem em lutas mesquinhas por um qualquer posto numa comissão de nome sonante.

Perdeu Portugal, perdeu a monarquia, perderm os valores que defendemos.

Quanto ao David, penso que também ele foi uma vitima desta situação. Claro que não foi por falta de aviso, mas por vezes é fácil o entusiasmo quando aparece tanta 'solução' rapidamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Valdez
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 926
Local/Origem: : www.reifazdeconta.pt.vu
Data de inscrição : 13/12/2006

MensagemAssunto: RE   Seg 16 Jul - 1:24:51

Eu bem avisei muitas vezes o David para ele se deixar de tretas. pelo que o VM agora diz o suor do David foi aproveitado por alguém que quiz controlar a situação....já se esperava quem conhece como o sistema funciona!


Eu também já lá andei enganado!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://realcasaportuguesa.org
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 1:34:16

Caro Leónidas,

Para funcionar bem a Monarquia precisa de bons monárquicos E de um bom Rei. Bons monárquicos com um mau Rei não funciona, e um bom Rei com maus monárquicos (veja-se D. Carlos I) também não. Não há contradição, mas reconheço que não é facil. Agora o que não podemos é esperar que estas dificuldades se resolvam por artes mágicas...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 2:57:22

Sr. Prof.

Veja apenas uma hipótese de uma monarquia funcionar bem com um mau Rei e bons monárquicos. É ele ficar muito quietinho!!!

A outra hipotese de um bom Rei e maus monárquicos passará pelo recurso ao golpe de estado militar, coisa que todos teríamos agradecido a el Rei D. Carlos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
leònidas_
Vice-Almirante
Vice-Almirante


Número de Mensagens : 96
Data de inscrição : 09/03/2007

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 3:08:56

Valdez disse:
Citação :
Eu bem avisei muitas vezes o David para ele se deixar de tretas. pelo que o VM agora diz o suor do David foi aproveitado por alguém que quiz controlar a situação....já se esperava quem conhece como o sistema funciona!


Espero bem que o caro Valdez não tenha razão...mas não posso deixar de achar estranho que o site que foi o primeiro a ser encerrado, agora reapareça

é que tal como o prezado VM disse tratava-se de um forum de estratégia vital para a monarquia, permitia o contacto directo com o interior e exterior da Causa Real...tal como permitia as criticas que aqui decorriam

prezado Nuno Cardoso da Silva:
Citação :
Para funcionar bem a Monarquia precisa de bons monárquicos E de um bom Rei. Bons monárquicos com um mau Rei não funciona, e um bom Rei com maus monárquicos (veja-se D. Carlos I) também não. Não há contradição, mas reconheço que não é facil. Agora o que não podemos é esperar que estas dificuldades se resolvam por artes mágicas...

Tem razão....e é impossivel avaliar cada uma das partes até o mal estar feito...e o caso de D. Carlos é por demais esclarecedor

Acredito sinceramente que o respeito mutuo entre governantes e governados permite o equilibrio entre os defeitos e as virtudes de cada uma das partes...mesmo que tenhamos de (como já aqui li ) de "engolir alguns sapos"

E tambem por isso é que acho que a restauração só é possivel em torno de um monarca pré-existente...e que este acordo mutuo tem de ser prévio á legalidade do poder Real...repare que o facto de o povo saber quem irá suceder, desde a nascença é uma mais-valia, porque torna-se impossivel inventar virtudes e defeitos , como o caso do actual 1º ministro, que afinal não é licenciado, não é honesto...se calhar nem português é !
É esta a grande mais-valia de D. Duarte...o povo já conhece as suas virtudes e defeitos...não precisa de estar sujeito (o povo) a uma campanha de marketing (que irá inventar virtudes que mais tarde ou mais cedo provam-se falsas)...a monarquia não é a escolha do melhor "cavalo de corrida"...é o existente

pode ser bom pode ser mau...mas sabemos o que é

Veja-se o caso do PCP...á medida que os anos passam ficamos gradualmente a saber que nada sabiamos deste partido na decada de 70..eram tudo mentiras
invariavelmente o nosso inimigo não é aquele que nos odeia (porque já sabemos o que pensa e estamos prevenidos)
...mas aquele de que nada sabemos

bem haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro Reis
Condestável-mor
Condestável-mor


Masculino
Número de Mensagens : 537
Idade : 43
Local/Origem: : Santa Cruz
Data de inscrição : 28/11/2006

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 4:57:06

leònidas_ escreveu:
...a monarquia não é a escolha do melhor "cavalo de corrida"...é o existente

Ainda assim, pode-se olhar o dente e caso se justifique limar-lhe os molares para que mastigue melhor. Depois, umas voltinhas no laço só para ver se está bem desbastado, também ninguem leva a mal. Posteriormente vem a questão do pulmão e isso ou se tem ou não, mas não tem problema algum pois que é tudo uma questão de avaliação por quem de direito, coisa normal e corriqueira. Na corrida, em si, é só uma questão de se apostar para ganhar ou para perder. Há quem só goste de ganhar e aí já se torna chato, há sempre questões de prestígio a considerar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 12:28:25

Caro Leónidas,

Também eu gostava de fazer um breve comentário à sua frase

Citação :
a monarquia não é a escolha do melhor "cavalo de corrida"...é o existente

É que não há apenas um. Os descendentes dos Reis entre nós já são muitos. Como dizia João das Regras em 1385 não há falta de herdeiros, por isso só temos de escolher o que melhor servir o país. O que é uma questão de bom senso. O que temos é de deixar de ver a Monarquia como uma espécie de maldição, em que estamos condenados a utilizar o que sair na rifa, por muitos inconvenientes que isso nos traga. Também não é transformar a Monarquia em República ou adoptar uma Monarquia electiva. Como já escrevi noutros sítios, acho que a Monarquia tem de ser hereditária, mas podemos melhorar as possibilidades de ter bons monarcas se escolhermos bem o primeiro - não podemos ignorar a importância da genética -, e se fizermos uma lei de sucessão que permita, em caso em que tal se justifique, que o Conselho de Estado possa vetar a sucessão de algum Príncipe moral ou intelectualmente abaixo da fasquia, e possa propor às Cortes um outro Príncipe. Eu não quero dar os árabes como exemplo, mas a Monarquia jordana acaba por ter um sistema que não é muito diferente disto. Tanto assim que o sucessor do rei Abdullah não é, neste momento, nenhum dos seus filhos mas um dos irmãos.

Quanto à importância da genética devo chamar a atenção para o facto da dinastia de Bragança não ter sido propriamente exemplar. D. João IV não era lá muito decidido, mas enfim... Mas todos podemos apreciar o que eram D. Afonso VI, D. José I ou D. João VI... Muito da decadência de Portugal se deve a ter tido demasiados Reis intelectualmente demasiado frágeis. Não se ganham corridas com pilecas. Não podemos correr o risco de não escolher o que de melhor existir, em nome de uma falsa ideia de sucessão. Volto a afirmar que a Monarquia está ao nosso serviço e não o contrário.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
leònidas_
Vice-Almirante
Vice-Almirante


Número de Mensagens : 96
Data de inscrição : 09/03/2007

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 13:08:51

Caro Pedro Reis:
Citação :
Ainda assim, pode-se olhar o dente e caso se
justifique limar-lhe os molares para que mastigue melhor. Depois, umas
voltinhas no laço só para ver se está bem desbastado, também ninguem
leva a mal. Posteriormente vem a questão do pulmão e isso ou se tem ou
não, mas não tem problema algum pois que é tudo uma questão de
avaliação por quem de direito, coisa normal e corriqueira. Na corrida,
em si, é só uma questão de se apostar para ganhar ou para perder. Há
quem só goste de ganhar e aí já se torna chato, há sempre questões de
prestígio a considerar!

Mas veja o caso do Cavalo Lusitano...muito bonito e portentoso...mas muito frágil...não serve nem para corrida
...mas é um simbolo nacional (pelo menos da arte equestre )

Caro Nuno Cardoso da Silva, é importante que tenha referido a questão sucessória do sec XIV (D. João I )....quando João das Regras começa a sua campanha de legitimação de D. João, em deterimento da dos filhos de INés...é util perceber que o Rei já tinha sido aclamado pelo povo...portanto tudo não passou de uma operação de estética juridica
O facto de D. Pedro ter "andado" com duas Castros (embora apenas uma fosse Castro legitima) e de ter apregoado a oficialização do seu casamento
(em dois locais distintos)...levou á questão de que os filhos de Inés de Castro teriam mais direitos
Que interesse teria o monarca nesta operação, uma vez que já teria a aclamação oficial garantida ?

simples...o evitar de duvidas futuras...que normalmente conduzem a conflito
Que é o que se promove ao contestar SAR D. Duarte...acredito que muitas das fragilidades da descendencia de D. Pedro IV advieram de uma lei do Banimento de tal forma repressiva que se tornou com o tempo um reconhecimento tácito (fragilizou muito a monarquia constitucional, que em vez de ter representantes do pais nas cortes tinha representantes de pretendentes )..foi um erro estratégico grave, mas é a herança que temos e devemos respeitar
Contesta-la é repetir o mesmo erro ...com as consequências que já conhecemos

Quanto ás virtudes e defeitos da Casa de Bragança...acho que são os mesmos da Nação...O Pais partilha os mesmos defeitos e virtudes

....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nuno Cardoso da Silva
Almirante do Império
Almirante do Império


Número de Mensagens : 389
Data de inscrição : 09/12/2005

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Seg 16 Jul - 13:38:11

Caro Leónidas,

Tem razão quando diz que o Mestre já tinha sido escolhido pelo Povo. E é isso que é importante. Não foi uma qualquer lei de sucessão que colocou o Mestre no Trono, foi a vontade dos portugueses. Fazê-lo na rua tem os seus perigos, por isso era preciso voltar a fazê-lo em Cortes. Hoje, como então, compete ao Povo escolher o seu Rei. Em Cortes legítimas. Não sabotemos esse direito dos portugueses tentando antecipar escolhas que só a eles competem. E veja que eu não excluo - embora pessoalmente me não agradasse - a eleição de D. Duarte Pio. Mas terá que ser no local próprio, pelos nossos legítimos representantes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
leònidas_
Vice-Almirante
Vice-Almirante


Número de Mensagens : 96
Data de inscrição : 09/03/2007

MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Qui 19 Jul - 14:44:28

Sim mas historicamente D. João foi o unico que não tinha direito a subir ao trono só pela vontade do povo....outra tentativa foi feita com o D. António Prior do Crato, que no fundo foi uma replica malograda do que o avô deste fez (D. João I )

Muito precária para ser bem sucedida...continuo a achar que o essencial da monarquia reside no municipalismo...e só depois deste estar solidificado é que podemos convocar Cortes no verdadeiro sentido da palavra
Portanto, é uma questão de lógica a pré-existência de um monarca

D. João I beneficiou do facto da estrutura estar funcional..mas esta republica destruiu tudo aquilo a que podemos chamar de "Poder Local".Essencialmente coorporativista está hoje reduzido a tentáculos dos partidos politicos de Lisboa...neste ambiente é impossivel a convocação de Cortes sem que as partidarites lá ponham o dedo...e isso seria o prolongamento do estado actual de coisas com a consequente atribuição de culpas ao novo regime monárquico.Que não duraria muito até dar novamente lugar a outra republica

bem haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Lamentavelmente...   Hoje à(s) 10:54:07

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Lamentavelmente...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MONARQUIA TRADICIONAL :: GERAL-
Ir para: